Jump to content
Arquitectura.pt


Lichado

Membros
  • Posts

    285
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    2

Everything posted by Lichado

  1. Não sei se pode ir por aí. Dois errados não fazem um certo. Um alvará de loteamento tem força de lei, por assim dizer. Se o seu vizinho a violou, isso não lhe garante, automaticamente, o direito de a violar também. Se eu tiver um terreno em REN e aprovarem, violando o respectivo regime, uma construção ao meu vizinho, isso não me dá o direito de também construir. A não ser que seja, sei lá, um outlet...
  2. Se o edifício do vizinho não respeita o polígono máximo de implantação previsto no alvará de loteamento, o despacho que o aprovou é um acto nulo, e a respectiva licença de utilização deverá ser revogada. Deverá ser feita uma alteração ao alvará para regularizar ambos os polígonos máximos de implantação
  3. Está certo. Só aí são mais 150€. Pelo menos. Mas há sempre as letras pequeninas dos contratos, tipo taxas administrativas não incluídas, acresce despesas de contrato, se quiseres factura são mais 50% que eu não ando aqui a trabalhar pró estado
  4. O Certificado Energético é à parte, a FTH também
  5. Ora, vamos ver, certificado do projecto RCCTE, certificado energético, relatório acústico, certificados do gás, electricidade e ITED, certificado SCIE... Há menos clientes, logo, há que e$mifrar os poucos que há (passe a aliteração). Agora é fazer as contas.Quanto é que se cobrou de projecto. E quanto se pagou de certificados, mais taxas camarárias. Importante mesmo é saber se goal-average é média de golos ou difernça de golos
  6. Diz que parece que vai ser como o RCCTE. Vai haver certificadore$$$. Pelo que sei da ANPC, os cursos ainda estão em preparação. E também vai haver certificador€s. Acho bem, ganha a Ordem, ganham os formadores, ganham os certificadores, ganham os vendedores de material SCIE, só não ganham os clientes. Mas pronto, não pode dar para todos
  7. Isso deve estar incluído na parte das especialidades, vai lá o engº. Duvido q o director ponha lá os pés mais do que 2 vezes
  8. Ora, vamos ver: Levantamento topográfico, 200€, especialidades, 900€ (para moradias é chapa 5, é só procurar uma que tenha o mesmo tamanho). Sobram 1900€. Para uma semana de trabalho (estou a ser generoso) não é nada mau. O projecto de execução já está feito, é só mudar a legenda, a assistência à obra é atender o telefone ao empreiteiro quando ele telefona com dúvidas. Se o atelier for a garagem da casa, em que o software são "cópias de segurança" descarregadas da net, mais um estagiário de borla, está o mês feito.
  9. A Igreja do Sagrado Coração de Jesus, do Nuno Teotónio Pereira, e os edifícios do Cassiano Branco, nas Avenidas Novas. Ou como a grande arquitectura resiste ao tempo
  10. Embora se possa sempre usar a chico espertice de chamar quarto à sala, e sala a um dos quartos do piso não acessível (expediente comum com o licenciamento de kitchenetes em câmaras com colegas mais fundamentalistas do RGEU), ainda assim penso que o espírito da coisa fica assegurado, uma vez que existirá sempre uma forma de uma pessoa com problemas de acessibilidade poder dormir, cozinhar ou usar a IS
  11. Eu concordo com o Marco1. O que lá diz é que tem de haver um quarto, uma IS e uma cozinha. Não diz que a sala não poderá estar noutro piso
  12. Então e as fantásticas moradias do nosso primeiro, na Guarda? Um case study obrigatório
  13. Pois, faltou-te o Allplan. Na altura era comercializado pela Fernandes Técnica. E ainda havia o Datacad
  14. Há uma margem muito grande. Pelo menos para os utilizadores de Allplan. Começa logo pelo facto de não ser da Autodesk. Depois tens a performance. E depois a versatilidade de poderes escolher o nível de Bimerização que pretendes, em função do tipo de projecto. Podes usar o Allplan como se fosse um Autocad (pequenos estudos, ou trabalhos em que a base inicial era dwg. Podes usar semi-BIM (licenciamentos ou estudos prévis que não vão chegar à execução) ou BIM à séria (Coisas com projecto de execução). À escolha do freguês. E podes ter um atelier inteiro a trabalhar no mesmo projecto, inclusivamente os engenheiros, todos com o mesmo software.
  15. E quantos softwares de arquitectura é que conhecias na altura?
  16. Eu sugiro um test-drive. Acho que todos os programas têm versões de teste. É uma questão de os instalar, fazer uns tutoriais e tentar perceber com qual é que nos sentimos mais confortáveis. No Allplan 2008, sugiro que experimentem os PDF's 3D. É uma ferramenta muito interessante para comunicar com o cliente
  17. Eu também gostava de ter tempo para fazer tudo à mão. E ainda tenho o azar de trabalhar com câmaras que exigem o projecto em formato digital...
  18. Lamento, agora estás a perguntar os prós e contras de Audi, Mercedes e BMW. Tenta pesquisar as revistas da especialidade, acho que há umas quantas online, podes encontrar a lista em http://www.caddprimer.com/magazine/index.htm
  19. Afinal já quero mas é o Autocad: "O software AutoCAD®, a solução de software de CAD da Autodesk, permite-lhe conceber, visualizar e documentar as suas ideias de forma clara e eficiente. Com o AutoCAD 2009, a Autodesk tem um objectivo: aumentar a produtividade. As novas funcionalidades aceleram as tarefas, permitem encontrar facilmente os comandos pretendidos e ajudam a ensinar rapidamente novos utilizadores." Se calhar estou a ser injusto com a Microsoft. O Vista é lento como uma tartaruga anémica, mas eles dizem que aquilo é muito bom e aumenta a produtividade. Já me estou a sentir mais produtivo. Se uma companhia que ganha dinheiro por vender um programa, garante que é o melhor, quem sou eu para achar o contrário...
  20. Nunca trabalhei em Mac, não me pronuncio. Não me aparece é que apareçam com tanta frequência ecrans azuis da morte.
  21. Ou pelo Allplan. A parte de o fazer correr em Mac é que já me ultrapassa. Já li qq coisa algures sobre outros emuladores de Windows para Mac, mas claro que não há nada melhor do que coisas criadas para o SO em que se vai trabalhar. E aí fica-se muito bem servido, quer com Archicad quer com Vectorworks. Para gastar dinheiro em Autocad, mais vale os 10 Intellicads que se compram pelo mesmo preço
  22. E dizes isso baseado em quê? Na opinião da mãe do senhor que criou o programa? Gostei sobretudo da parte do "há muitos anos..."
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.