Jump to content
Arquitectura.pt


galfarro

Honorários minimos para moradia unifamiliar

Preço minimo de um projecto de arq de moradia unifamiliar  

51 members have voted

  1. 1. Preço minimo de um projecto de arq de moradia unifamiliar

    • + 15000€
      0
    • 10001-15000€
      2
    • 7501-10000€
      3
    • 5001-7500€
      8
    • 3501-5000€
      23
    • 2001-3500€
      10
    • até 2000€
      5


Recommended Posts

40 dias de trabalhox8horas para um projecto até à fase de execução (que não seja tipificado) acho bastante pouco. Mapas de vãos, cortes construtivos, essa lengalenga toda, dá muito trabalhinho. Eu também penso que muita gente está a votar pensando só no licenciamento. Eu votei na faixa 3501-5000 porque não tenho uma estrutura a manter. Caso contrário esse valor é irrealista. Eu não sei quanto custa manter um atelier, e falo só de despesas básicas, não falo de despesas com pessoal. 500 euros mes? isto vai depender muito se há rendas a pagar ou não. Quem souber esclarecer melhor este ponto agradecia que o fizesse.

Share this post


Link to post
Share on other sites

ok, geralmente destesto estas votacoes, mas a pedido de muitas familias ca foi. nao esquecer que a votacao vai pelo preco minimo, ou seja, espera-se perfeitamen-te que a moradia nem seja muito longe do atelier (provavelmente no mesmo concelho), que o metodo construtivo e o convencional e que o cliente nao encomenda projecto de execucao., como tal votei dos 3500 aos 5000. digamos que se fizer-mos 20 destes projectos por ano, estaremos bem.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho que a arquitectura tem de ser dignificada. Mais que não seja para o cliente pagar o justo valor. Não abdico dos valores que acho correctos, e para 150 + garagem, nunca abaixo dos 5000€ + Especialidades + IVA, que pode chegar aos 9000€+IVA "projecto chave na mao". Menos so para os desenhadores, e comecam a ficar apertados com os novos regulamentos. Voto de 7.500 a 10.000 (projecto total com especialidades - abrg lei 60...) 5.000 a 7.500 para arquitectura. Um abraço a todos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

seria também interessante criar um tópico com os valores que os possíveis clientes estariam dispostos a pagar por uma consulta médica, uma consulta de advocacia, uma ida ao barbeiro ou um quilo de batatas... não é por aí liliana, neste país, muito menos neste país, com uma falta enorme de bom senso e educação não é possível "referendar" assuntos tão importantes.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Penso que pode estar a querer comparar situações que não têm comparação. Refere-se a casos que têm tabela "à porta", no caso dos arquitectos penso ser quase impossível uma situação dessas. Mas não deixo de continuar a achar interessante a confrontação entre o que o cliente pensa que pode ser o justo valor e está disposto a pagar e, o que se considera o pagamento do justo valor do vosso trabalho.

Share this post


Link to post
Share on other sites

liliana, quando vai ao mercado comprar batatas o que faz? vai de banca em banca á procura da batata que lhe garante uma maior relação qualidade preço e compra essa, por comparação com a arquitectura, o que se passa é que vai de arquitecto em arquitecto á procura da melhor relação qualidade preço, com uma diferença, é que a batata já existe em mostruário e tabelada, não se pretende uma tipo de batata para cada consumidor. o arquitecto, como não tem, ou não deve ter um mostruário de projectos que possa consultar tem de esperar que este lhe faça um "boneco" do que será a sua casa e apresentar-se um orçamento. obviamente que esse primeiro contacto tem de ser pago, pois a batata não pode ser toda igual. e depois de ir comparar "bonecos" pode sempre escolher a batata que mais lhe interessa. o problema está na leviandade com que o cliente trata a construção da sua própria casa, parece-me que se importam mais com a qualidade da batata que comem do que com a sua casa. e ainda ninguém percebeu que a casa é para a vida e a batata se não for boa faz-se um arroz.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Realmente não consigo entender a azia que este assunto cria em algumas pessoas. Se estão com uma sondagem quanto a honorários (e vê-se a disparidade de opiniões e valores) qual o problema de terem mais um instrumento de trabalho, que é a opinião (e que vale o que vale) de possíveis clientes? Quero acreditar que algumas respostas venham de alguns recém licenciados ou ainda não licenciados, pois aí a experiência do mercado de trabalho ainda é pouco. Olhem ao redor que é para amanhã não se encontrarem desiludidos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Digo-vos pq é que não percebo a pergunta e sobretudo a Poll. Porque raio haveria de estar os valores de honorários em dinheiro e não em percentagens? Lá pq não existem tabelas não é assim tão difícil fazer matemáticas fáceis. Vou-vos dar uma bitola. Na Suíça, onde trabalho, um arquitecto não aceita fazer um projecto de habitação por menos de 15% / 20%, e a maioria não quer fazer pq isto traz prejuízo pois por incrível que pareça os processos são morosos e de facto o lucro é pouco. Ora eu acho que arquitectos que falam em valores sem porem em conta o custo da obra estão claramente a rebaixar a nossa profissão. Tenho um potencial cliente (que pelo pedido já deixou de ser potencial) para uma moradia em Portugal com cerca de 180m2, que acha que vai conseguir construir tudo por 72'000 (ou seja 400euros/m2). é a risada total de tanta que é a irrealidade da coisa, mas vamos fazer o exercício dos honorários: Se aqui eu aplicar uns modestos 10% saio a 7'200. Fazendo assim um cálculo muito optimista, desde o primeiro esquisso até à chave na mão vá... 11 meses. Ora 7'200/11 = 654euros. Se a estes 654 tirar seguranças sociais, custos de estrutura, deslocações etc etc etc etc... vou dormir debaixo da ponte, comer ar, e beber água da chuva, e ainda vou pagar ao meu cliente para lhe fazer a casa. Eu duvido que mesmo em Portugal, se consiga construir bem e sem luxos por pelo menos 1000euros/m2 o que neste caso faria cerca de 180'000euros a casa deste cliente. Sem voltar a mostrar o detalhe das contas estou nuns mais optimistas 1626 euros/mês. Ainda assim continuo a achar que não é um valor justo para um trabalho que requer uma especialização de 6 anos de faculdade+estágio, softwares cujos valores de licença são caros, e a lenga lenga toda que nós profissionais conhecemos. Por favor tenham noção e parem de rebaixar a nossa profissão num Forum cujo nome é Arquitectura.pt e usem este espaço para alertar o nosso país para esta situação grave de depreciação da nossa profissão.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não quero ser agressivo mas não vejo a relevância da tua questão e sinto alguma ironia na mesma, mesmo assim vou tentar responder Talvez não necessite de passar 8 horas por dia durante 11 meses a fazer isso, mas pela minha experiência quando se quer alguma coisa bem feita seja em que país for tem de se estar em cima dos acontecimentos e se na fase de estudo prévio efectivamente 8 horas seja demasiado, nas fases seguintes pode-se e chega-se a passar muito mais. Estou a gerir uma equipa de projecto (eu +3 pessoas), e a fazer direcção da obra para um polidesportivo de cerca de 7500m3 e durante mais de 6 meses fiz entre 10 a 12 horas por dia, o que seria mais se não tivesse dois desenhadores e 1 arquitecto para trabalhar nos desenhos/detalhes. Ora embora uma moradia de 180m2 tenha paí 1/13 do volume, também por minha experiência não é por aí que as reuniões são menos demoradas, sobretudo quando tens clientes a querer "ajudar-te" em todas as decisões. Supondo que por falta de lucro, e consequente impossibilidade de por mais do que uma pessoa a trabalhar num projecto de moradia, teria de ser essa pessoa a fazer tudo: projecto, desenhos, licenciamento (que em Portugal é o pincel que se conhece) detalhes, reuniões, orçamentos, medições, planeamento, cadernos de encargos, acompanhamento de obra, telas finais, gostava de perceber se achas exagerado ter uma pessoa durante 11 meses a trabalhar a tempo inteiro no projecto? Eu não acho, e de todos os ateliers que eu conheço na Suíça têm 1 pessoa a tempo inteiro a trabalhar no projecto de 1 moradia, isto é, se queres as coisas bem feitas. Espero ter respondido à tua pergunta. Queria apenas acrescentar que já decidi que não baixarei de 15% os meus honorários sobre moradias, para a totalidade das fases de uma obra, e sugeria a todos os arquitectos que queiram ser respeitados a fazerem o mesmo, pois a qualidade não tem preço e se não se começa a educar a população para este tipo de espírito vamos ser sempre um país de patos bravos e pessoas que acham que sabem, a sobreporem-se às pessoas que realmente sabem.

Share this post


Link to post
Share on other sites

joaocapote.. e essa casa na suiça, concerteza não são com valores de obra (para os 180m2) de 150.000€ ?! pois não .. talvez andem a partir dos 350.000€ ou mais. Esse tipo de actuação, é a desejável, mas não a REALIDADE, de 99% dos projectos em Portugal... Seja realista e diga qual o cliente que pode pagar, em Portugal um arquiteto a tempo inteiro durante 10 ou 12 meses... ;) a pelo menos 1200€/mês. Está a aplicar conceitos para realidades muito distintas. Caro joão, não baixe preço.. não faz mal. Mas diga-me com sinceridade, se um cliente particular pretende construir uma habitação de 200.000,00€ vai dispender apenas para o projecto de arquitectura e seu acompanhamento em obra, 30.000€ + IVA.... como dizem os Brasileiros.. caia na real!!!


Quem cria renasce todos os dias...
Agua-Mestra, Lda
Não sou perfeito, mas sou muito critico...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tens toda a razão João, o pior é convencer o cliente e por sua vez o resto dos arquitectos, pois se tu não aceitas e outro arquitecto aceita bebes água.. o mercado, quer queiras quer não dita as leis, infelizmente não há volta a dar. Na Suiça (por acaso ando a pensar dar aí uma volta ;) talvez seja diferente porque possivelmente há outra mentalidade e capacidade económica. Em portugal esquece.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Voltando ao assunto... Não é uma questão de "convencer".. é apenas uma ideia que é SURREAL, UTÓPICA. A Arquitectura é para ser acessivel a todos... não é apenas para os RICOS. Existem nichos de mercado... Nesse nicho, se lá conseguirem entrar.. podem praticar esses valores (30.000€)... mas estamos a falar de construções que regra geral custam dos 500.000€ para cima... PS: Eu é que não percebo a vossa mentalidade.... ( joaocapote e archiimodels)


Quem cria renasce todos os dias...
Agua-Mestra, Lda
Não sou perfeito, mas sou muito critico...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas Sou estudante de arquitectura (5º ano) e tenho o curso técnico desenhador projectista, e fui abordado recentemente por um amigo para lhe fazer uma habitação para ele e gostaria de saber a vossa opinião em relação ao preço que devo cobrar. Visto que sou estudante sei que não posso praticar os preços "normais" de arquitecto, mas gostaria de ter uma noção do que para vós é justo eu pedir. O projecto de especialidades não fica a meu encargo. Obrigado

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se é Estudante de arquitectura, se tem o curso de tecnico desenhador projectista... não pode subscrever qualquer projecto de Arquitectura. PS: CONSELHO - Aos amigos e familia, não se fazem projectos... é assim que se desfazem muitas amizades.


Quem cria renasce todos os dias...
Agua-Mestra, Lda
Não sou perfeito, mas sou muito critico...

Share this post


Link to post
Share on other sites

A meu ver não podes pedir nada e não devias aceitar o trabalho. És um estudante de arquitectura e não um arquitecto, por isso não faz sentido que aceites um trabalho de arquitecto muito menos que cobres honorários por este.

Visto que estamos no tópico dos honorários e em que se discutiu tb o preço ao m2 de uma moradia deixo aqui um pequeno desafio: recentemente esta notícia saiu no público, como sendo uma casa super barata, por ser pré fabricada - http://p3.publico.pt/cultura/arquitectura/1829/mima-e-pre-fabricada-e-e-uma-casa-portuguesa-com-certeza

Vejam o vídeo e leiam o texto e vejam o website e depois digam qq coisa, pois eu contabilizo 43'700€/36m2 ou seja 1214€/m2 apena em custo de produção e honorários não inclui transporte nem trabalhos de preparação do terreno e pode subir dependendo dos acabamentos.
Ora quando eu falei que em portugal uma casa tinha um custo de construção de no mínimo 1000€/m2 e que os nossos honorários deveriam ser calculados sobre bases reais dessas chamaram-me irrealista. O projecto que vos falei aí está a ter (aparentemente) imenso sucesso e não me admira nada que estes estejam a ganhar 20% de honorários por cima.

O que acham?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Relativamente a essa casa pré-fabricada... as noticias, são o que quiserem fazer delas. O projecto em si tem mérito, mas ess "sucesso" e pelos valores declarados, são uma noticia que de económica, nada tem ;) A Realidade, continua a ser a mesma. Se frequentares outros foruns dedicados à construção, verificas que valores acima de 750€ / m2( já com IVA) é caro. A pré-fabricação não tem o sucesso que poderia ter, porque os valores praticados, são sempre dos 900€ para cima.


Quem cria renasce todos os dias...
Agua-Mestra, Lda
Não sou perfeito, mas sou muito critico...

Share this post


Link to post
Share on other sites

João Capote, mas é que nem que a vaca tossisse eu rejeitava o trabalho! Tenho a certeza que qualquer um de vós (por mais que diga que não) se estivesse na minha situação aceitava o trabalho. Não sejam hipócritas. O próprio Siza projectou enquanto estudante (não me estou a comparar, atenção). É uma excelente oportunidade para mim, e para me pôr à prova, e, sinceramente, não estou a ver nenhum gabinete a rejeitar a minha candidatura de emprego só porque já projectei algo que foi construído...será, quem sabe, uma vantagem? Para além disto, mesmo por ser estudante, os trocos fazem-me jeito...logo, tenho que pedir algo em troca do meu trabalho. É pena a nossa área profissional estar cravejada de inveja e ganância, senão até podíamos lucrar com a troca de informações. Dito isto, é a última vez que escrevo ou faço questões de algum tipo neste fórum. Não vale a pena. Obrigado Marcelo Santos

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hoje entrei no café em frente a uma câmara e tinham lá deixado um molhor de flyers "1750€ por projecto de legalização, com todas as especialidades incluídas".

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa tarde, peço já desculpa por fugir um bocadinho ao tópico mas foi o que achei ter mais a ver com a minha dúvida. No caso de um projecto de remodelação, ou melhor, de junção de 2 apartamentos, como faço o cálculo dos honorários? UsO a mesma tabela descontando uma percentagem do total? Se sim, de quanto seria essa percentagem? Ou se estou completamente errada, como se deve então proceder num caso destes?? Agradeço desde já!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.