Jump to content
Arquitectura.pt


galfarro

Membros
  • Content Count

    85
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by galfarro

  1. Tu referes então que a estética desse edifício é uma consequência da função de ser uma imagem de marca da cidade. Queres assim dizer que essa estética é assim porque a função o exige e que não poderia ser de outra maneira? Mas poderíamos ter um edifício feito de papel ou de qq outra coisa q o tornasse especial e seria igualmente consequência dessa função, ou seja: essa estética é mais fruto do acaso do que da função! Seria CONSEQUENTE da função se tivesse de ser EXACTAMENTE assim. A função para mim apenas legitima a estética.
  2. Tirando o primeiro parágrafo, o que escrevi não era direccionado a ti mas a quem iniciou o tópico! Peço desculpa pelo equivoco! Continuando a nossa construtiva discussão, afirmas que a estética para além de ser do domínio da função, é consequência desta. humm.. eu diria mais: a função justifica/legitima a estética. Não necessita de ser consequência desta. Ex: Guggenheim de Bilbao (não sei se está bem escrito mas não interessa agora ir confirmar) a estética advém do desenvolver da função??? A função deveria quanto muito legitimar a função (que na minha opinião nem sequer o faz acabando por
  3. Não concordo. É um processo que se vai melhorando com a teoria! Tens aqueles arquitectos pato bravos com "carradas"de prática mas nem por isso esse processo se vai aperfeiçoando.. precisas de bases teóricas fortes para esse processo evoluir. Lê livros e pensa sobre o assunto ao longo dos anos, verás que resulta. ok, levantando um pouco a ponta do véu: exterior para o interior - predominio da estética interior para o exterior - predominio da função arquitectura é composta (pelo menos) destas duas vertentes logo deverás tentar ter as duas abordagens ao memso tempo para não desvirtuar a
  4. FINALMENTE !!! Só os arquitectos passam a poder assinar projectos http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1380514
  5. é mais um esquema para ter um bom projecto à borla . Escolhem o melhor projecto de entre 8 (acreditando na boa fé do entrevistador) e o dinheiro que recebem por esse projecto chega e sobra para pagar 6 meses de contrato (acreditando na boa fé do entrevistador e realmente contratem alguém...). Acreditando que um mês será passado a concretizar esse projecto, os restantes 5 meses são a custo 0 para o atelier. com estes numeros cada um faz o que quer 1989- 4000 arquitectos 1999- 8000 arquitectos 2009- 16000 (ate mais axo eu) arquitectos 2014- 16000+50%=24000 (este numero vai ser real. ja e imp
  6. eu ja sai dai.. mal pude fugi.. e sinceramente aconselho todos a fazerem o mesmo. -concordo com o gibag. se nao fugires ate uma certa idade depois a coisa complica-se.. -concordo com o argos qd fala da escola inglesa, mas nao esquecas q a escola portuguesa nao e melhor queres escolas tens de vir para o leste. Faculdades axo que serao melhores em Portugal mas escola ate ao 12ano estamos a milhas deles. O nosso nono ano esta ao nivel do sexto deles..
  7. porque nao sabiamos. simples. nem toda a gente tem alguem que lhe "abra os olhos" em tempos de cegueira durante a juventude. depois fazem-se burrices
  8. sintetizando se percebi bem: 1989- 4000 arquitectos 1999- 8000 arquitectos 2009- 16000 (ate mais axo eu) arquitectos 2014- 16000+50%=24000 (este numero vai ser real. ja e impossivel de travar, quem ja iniciou o curso nao vai desistir concerteza) 2019- 32000 !? se nada for feito acredito que cheguemos la.. o numero tem dobrado a cada 10 anos.. 24000 / 10.000.000= 1 arquitecto por cada 416 habitantes por senso comum eu diria que o ideal seria 1 arquitecto por 1000 hab, ou seja 10000 arquitectos em Portugal (com o 73/73 revogado..)
  9. so te faço uma pergunta: se em vez de 17 mil arquitectos houvesse só 10 mil, os problemas não desapareceriam (ou pelo menos diminuiriam), mesmo sem entidades regionais e mil e uma parcerias e fiscalizações?
  10. Argos, concordo contigo e a propria ordem dos medicos apoia a actual situacao de enorme escassez de medicos. Ao contrario da populacao em geral, a formacao de mais medicos iria prejudica-los. Acabavam-se as consultas de 10-15 minutos por 100euros.. acabavam-se as viagens oferecidas pela industria farmaceutica de 15 em 15 dias.. (passavam a ser so de 2 em 2 meses.. ) E bom as ordens estabelecerem algum proteccionismo (a bem de alguma justica social), mas nao concordo com extremismos como na ordem dos medicos que criam injustica social. Segundo a sabedoria popular a virtude esta no centro,
  11. leiam neste link o porque de nao haver cursos de medicina privados! http://www.ensino.eu/2005/set2005/geral.html "Assim se fosse pedido a cada aluno que pagasse 16,8% dos custos do curso que frequenta, caberia ao aluno de Medicina uma propina de 1758 Euros, Enfermagem 1051 Euros, Arquitectura 819 Euros, Engenharia Alimentar 788 Euros, Educaçăo de Infância 670 Euros, Gestăo 436 Euros e Direito 377 Euros." fazendo umas contas macacas: se a propina duma privada de arquitectura (para ter lucro) deve ser a volta de 400euros/mes. (nao sei os numeros ao certo.. se for impreciso que me corrijam)
  12. Se o pais ja tinha arquitectos que sobravam para que deixaram abrir mais universidades. Das duas uma: Ou somos governados por burros ou alguem encheu os bolsos para aprovar novos cursos. nao ha outra explicacao. depois queixamo-nos da situacao como se ela tivesse sido criada por magia. e tao facil de identificar a fonte dos nossos problemas. havia cerca de 300 vagas para arquitectos em PT. Chegavam e sobravam. Quem realmente tem esse sonho que se esforce, a vida nao e facil. O pais nao consegue absorver mais arquitectos. Que raio de estrategia existe ao formar pessoas para irem trabalhar p
  13. "não mintas a ti próprio para te sentires melhor, alias não tens de te sentir inferiorizado por teres tirado o curso numa privada. Eu não estou contra quem estuda/estudou em privadas, Apenas acho uma falta de visão permitirem abrir cursos em áreas em que o pais não tem qualquer necessidade. É apenas um desperdício de recursos e de energias para TODOS" Acorda Gupyna..
  14. não mintas a ti própria para te sentires melhor, alias não tens de te sentir inferiorizada por teres tirado o curso numa privada. Eu não estou contra quem estuda/estudou em privadas, Apenas acho uma falta de visão permitirem abrir cursos em áreas em que o pais não tem qualquer necessidade. É apenas um desperdício de recursos e de energias para TODOS. Ok, abram faculdades privadas de medicina! mas porque será que ainda não abriram digam lá! .. Porque é um mau negócio! E lá está para meia duzia de senhores encherem os bolsos, meio mundo anda enganado (lutando pelos seus sonhos - em cima referi
  15. fechar uma grande parte das privadas. óbvio! Não há justificação nenhuma para interesses privados interferirem com o interesse do país.
  16. 28.02.2009 - 09h18 - Arquitecto , no Estrangeiro Com 26 escolas de arquitectura algum resultado tem de dar. Um deles e a emigracao de arquitectos porque e verdade nao ha trabalho para todos. Os estagios em Portugal sao pateticos: ou nao sao pagos ou sao simbolicamente pagos 100 euros/mes. Vamos ultrapassar qualquer pais europeu em numero de arquitectos por 1000 habitantes inevitavelmente e so resta uma solucao para isto: fechar cursos de arquitectura ou entao aceitar que se faz um curso de arquitectura para nao ter trabalho nessa area. 28.02.2009 - 10h04 - Benjamim Soares Brito, Leiria Ar
  17. eu percebi o que querias dizer mas interpretei de outra forma: um agricultor que herdou muitas enxadas (fruto das circunstancias) merece o que conseguiu
  18. pelo menos era bom chegar a barreira dos 25 votos (na outra votacao ja ha 29 votos). Acredito que e possivel. Esta votacao e' para os menos experientes tambem!
  19. Sim - 45% !! O debate esta a surtir efeito e comeca a haver uma conscencializacao do problema. O nosso colega Gupyna queria fechar o topico porque era absurdo mas pelo menos 45% do nosso forum pensa que nao e assim tao absurdo..
  20. contradicao.. se as pessoas sao um produto das circuntancias, nao merecem aquilo que conseguem.. a definicao de merecer esta ligada a um premio pelo esforco desenvolvido.. mas prontos eu percebi o que querias dizer
  21. Em jeito de conclusão: Um jovem arquitecto em Portugal oriundo de famílias sem recursos se quiser ganhar algum dinheiro só emigrando. Portugal é um pais em que os empregados ganham m****, ou se é patrão ou mais vale emigrar. É o país que temos. Eu sei que não é só na arquitectura, mas talvez entre os arquitectos a situação esteja ainda mais agravada. Acho que somos 16500 arquitectos em Portugal. Acredito que 4000-5000 trabalham fora de Portugal. isto é assim: -quem é bom e está numa boa posição na vida não tem medo -quem é mau e está numa boa posição na vida borra-se de medo e faz tudo o
  22. a malta da direita é conservadora não dos métodos.. mas da posição que ocupa na sociedade. Para manter essa posição fazem o que for preciso. Ontem num filme que vi ouvi a melhor definição de business man de sempre: alguém que é tudo o que é preciso ser naquele preciso momento
  23. 40 dias de trabalhox8horas para um projecto até à fase de execução (que não seja tipificado) acho bastante pouco. Mapas de vãos, cortes construtivos, essa lengalenga toda, dá muito trabalhinho. Eu também penso que muita gente está a votar pensando só no licenciamento. Eu votei na faixa 3501-5000 porque não tenho uma estrutura a manter. Caso contrário esse valor é irrealista. Eu não sei quanto custa manter um atelier, e falo só de despesas básicas, não falo de despesas com pessoal. 500 euros mes? isto vai depender muito se há rendas a pagar ou não. Quem souber esclarecer melhor este ponto agr
  24. Ganhar isto axo dificil, há muita gente que não admite o óbvio ou que se sente ameaçado.. mas de qualquer forma lançou-se o debate
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.