Jump to content
Arquitectura.pt


gibag

Membros
  • Posts

    255
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    2

Everything posted by gibag

  1. A origem da minha fonte são colegas meus arquitectos que trabalham no sector de licenciamento de uma câmara municipal na área metropolitana de Lisboa. Acredito que a média que apontei deve variar regionalmente. No algarve, por exemplo, a predominancia dos edifícios de carís turística e de grande dimensão obriga a um projecto subscrito por arquitecto, e será provavelmente a região onde a média é mais razoável. E também no Norte, onde a cultura de contratar o arquitecto está mais enraizada. Mas todos sabemos que nos concelhos mais rurais e nas periferias das grandes cidades a realidade é outra. Quem conhece ou trabalha nestes sectores dos municípios sabe que, lamentavelmente, a realidade é esta. Temos também que ter em conta que a maior parte dos projectos são de pequena dimensão (remodelações, ampliações ou alterações). Para estes casos os requerentes preferem falar com o desenhador que até faz um bom preço e conhece lá a malta da câmara para ser mais rápido....
  2. Actualmente a média de arquitectos em portugal é excessiva face a nossa situação. Como já foi referido pelo Ricardo, a realidade é que o mercado dos projectos não está nas mãos dos arquitectos. Cerca de 80% dos projectos que dão entrada nas câmaras são assinados por eng. e elaborados por desenhadores, e isso não acontece nos restantes paises europeus. Os desenhadores conseguem ter acesso a maior parte dos projectos e como presisam do eng. para assinar as especialidades, aproveitam e assina também a arquitectura. pois o eng. em princípio não irá levantar muitas questões sobre o projecto. Resumindo, estes indicadores têm de ser vistos no contexto da cada país, e no nosso o elevado índice, infelizmente não se reflecte na produção de "arquitectura".
  3. Quem faz projectos e já teve vários clientes particulares sabe que gostam sempre de fazer umas "plantas", e os arquitectos tem de se adaptar a esta situação e saber demonstrar quais as melhores soluções. Caso contrario, ficam a ganhar os desenhadores ou os engenheiros...
  4. De facto esta solução é interessante e é verdade que as garrafas multiplicam a luz. A luz é sugada um pouco à semelhança da fibra optica. Seria mais eficiente se o sistema fosse integrado com as chapas de cobertura porque furar uma cobertura acabará sempre por dar problemas e a água das garrafas acabará por ficar "verde".
  5. Esses 1300€ brutos + subsídios - descontos(IRS,CGA,ADSE) acaba por dar os tais 1000 e tal € limpos
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.