Jump to content
Arquitectura.pt


Diana Novo

Membros
  • Posts

    43
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Diana Novo

  1. No Archicad, para quem quiser trabalhar em 2D, utiliza a ferramenta "Pormenor" e o modelo 3D passa todo para 2D e é completamente editável. É bastante mais rápido e eficaz que no Autocad.
  2. Para mim, actualmente o melhor sítio para fazer impressões é: CCI- Centro de Cópias e Impressão Avenida Fernão Magalhães, 2986, Porto, Porto 4350 Telefone: 220930783 cci.porto@gmail.com São bastantes profissionais, rápidos e até dá para enviar os ficheiros por mail e ir lá levantá-los depois.
  3. - Desenho Técnico - Archicad (2D e 3D) - Autocad (2D e 3D) - Artlantis Para mais informações, por favor entrar em contacto para: Diana Novo (Certificado de Formadora n.º 499257/2009 DC) 914580789 / 967239711 / arqt.diananovo@gmail.com
  4. Alguém faz ideia que tipo de software o gabinete da Zaha Hadid usa?
  5. EXPOSIÇÃO Espaço A - Casa Municipal da Cultura Fernando Távora Praça Município Aveiro 3.ª Feira a Domingo 14h às 19h
  6. PRÉMIO OUTROS MERCADUS - ARQUITECTURA / ESPAÇOS EFÉMEROS 21.30h CONFERÊNCIA THE FLEXIBLE OFFICE Luís Aguiar | OutrosMercadus Espaço A - Casa Municipal da Cultura Fernando Távora Praça Município Aveiro
  7. PRÉMIO OUTROS MERCADUS - ARQUITECTURA / ESPAÇOS EFÉMEROS 21.30h CONFERÊNCIA ATELIER DO CORVO - PROJECTOS E OBRAS Carlos Antunes + Désirée Pedro Espaço A - Casa Municipal da Cultura Fernando Távora Praça Município Aveiro
  8. Olá, já frequentei vários hotéis de 5 estrelas e um deles ainda era superior a 5 estrelas, tinha o título "CORONA". É a rede ANFI, que tanto tem Hotel como Apart-Hotel. Existe espalhada em vários países, basta ires ao Google e encontras informação. Dá para perceber todo o tipo de equipamentos que tem uma infraestrutura desta natureza. Convém ver a legislação, mas as imagens também ajudam a perceber o que um turista que procura sítios desses pretende. Espero ter ajudado. :*
  9. Boas! Já por várias vezes fui abordada por amigos ou outras pessoas para fazer projectos ou parte de projectos... Muitas vezes tenho recusado por não poder assinar ainda. Mas como já puseram a hipótese de eu fazer e outra pessoa assinar, quanto é que uma pessoa na minha situação deve cobrar? É que eu não faço a mínima ideia... Não vou estar a perder horas sem cobrar o serviço prestado né? E provavelmente há muito ppl com a mesma dúvida... :nerd:
  10. A partir da versão 10 do archicad isso já não é difícil de manipular. Eu uso o archicad 11 e consigo fazer tudo em 3d, até mesmo operações com sólidos de subtracção e adição.
  11. Eu sei que devia fazer a maqueta, o problema é que o dia é composto por 24 horas e eu além de estudar também trabalho. Não vou ter tempo para o prazo que eles pedem. Além disso eu ia demorar uma eternidade a fazê-la... Sou demasiado perfeccionista :/
  12. Não é 1.200 mas sim 1.2000 e os profs da faculdade ficaram loucos e mandaram fazer maquetas individuais. Como eu odeio fazer maquetas e quero investir no 3d e no resto dos desenhos inclusive na intervenção, procuro alguém que não tenha muito que fazer e que esteja disposto a fazer a maqueta a um preço minimamente acessível obviamente.
  13. Oi, eu preciso de arranjar alguém que me faça uma maqueta à escala 1.2000 que vai desde a ponte da Arrábida até ao nó de Francos no Porto. Gostaria de saber se alguém está disponível e qual o preço para estudantes. O meu contacto é 967239711 ou 914580789. Diana Novo.
  14. Toll Free/Livre Circulação: arquitectos Europeus em trânsito Exposição | 14 Julho a 30 Setembro 2007 | Fábrica da Cerveja, Faro "Toll Free/Livre Circulação: arquitectos Europeus em trânsito" reune um conjunto de 36 projectos em que alguns dos mais importantes arquitectos europeus expôem a sua capacidade de intervenção no contexto alargado da Europa, fora do seu país de origem. Em Junho de 1987 foi lançado o programa Erasmus promovendo a mobilidade de estudantes e professores, e projectos de cooperação transnacional entre universidades através da Europa. Desde 1 de Janeiro de 1992 que os cidadãos de todos os países da União Europeia podem trabalhar em qualquer Estado-Membro. Em 1995 entra em vigor o Acordo de Schengen abolindo os controlos nas fronteiras dos Estados signatários. Este conjunto de medidas provocou um impacto revolucionário a todos os níveis. O espaço digital e das telecomunicações amplifica este efeito e possibilita um território comum no universo da informação. O território que os arquitectos Europeus partilham não é apenas o solo dos seus países, mas um espaço comum em que as especificidades locais se cruzam com múltiplas referências, fruto das possibilidades criadas por esta rede aberta e sem fronteiras. Nessa medida aquilo que marca este projecto é o entender o âmbito da experiência de trabalho 'fora', para além da estreita contraposição de arquitectos portugueses no estrangeiro, e arquitectos estrangeiros em Portugal, procurando enquadrar esta questão no novo território comum da Europa alargada, e da intensificação de relações e cruzamentos no interior do seu espaço motivado quer por alterações institucionais profundas, quer por desenvolvimentos que facilitaram a comunicação entre os Europeus, desde a Internet – sem a qual esta exposição não teria sido possível – ao fenómeno das companhias aéreas 'low-cost'. É esta realidade, de que os portugueses e o território português constituem parte integrante, que se pretende dar a conhecer nesta exposição." Luis Tavares Pereira, comissário da exposição, Julho 2007.
  15. Vai para a Universidade que estiver mais perto de ti. Ao fim dos 5 anos tens o ARQT. atrás do teu nome, de resto, só depende da tua dedicação. E é no mundo do trabalho e com experiência que realmente se aprende. O meu pai sempre me ensinou que se realmente uma pessoa tem valor pelo que faz é automaticamente reconhecida, não é pelo facto de ter tirado o curso num sítio ou noutro que vai ter valor. Aliás, se fores para os Estados Unidos (só para dar um exemplo), eles não te perguntam quem foram os teus professores ou em que escola andaste. Só querem ver o teu portfolio e algumas recomendações. :icon_blink:
  16. Opah, mas eu considero isto um abuso da parte dos donos dos gabinetes. Isto trata-se de escravatura contemporânea. :p
  17. AHAHAHAHAH!!! Aquela maqueta a arder aiiieeeee!!! :nervos: Quase que me ia acontecendo uma cena parecida, mas com sangue! Ia ficando sem dedo a cortar cortiça com bisturi lololol... :bash3:
  18. 43. Oceanário, Lisboa ?!?!?!?! Estão loucos??? :wall:
  19. Não caias nessa asneira de comprar o software. Aconteceu-me precisamente a mesma coisa. Fui estagiar para um gabinete e já não tinham computador para mim. Mandaram a boca para comprar um portátil e eu comprei, por acaso já estava com idéias de o fazer... Mas quando me disseram que tinha que comprar o software, alto e pára o baile. Um estágio que ainda por cima não era remunerado e ainda tinha que estar a meter dinheiro do meu bolso?! No way... Resultado... Andava com versão pirata e caso aparecesse uma fiscalização só dizia que estava lá de passagem nem sequer era funcionária do gabinete. Passado umas semanas saíram do gabinete duas arquitectas e depois até sobraram computadores com licenças legais do software! eheheh... Falo apenas por experiência própria, no teu caso eu não comprava o programa, quanto muito, o gabinete que te arranje uma licença, pois vais estar a trabalhar para eles! :p
  20. Comprei este modelo http://pt.computers.toshiba-europe.com/cgi-bin/ToshibaCSG/jsp/productPage.do?service=PT&PRODUCT_ID=122826&toshibaShop=false e estou satisfeita. Na altura vi todos os modelos e mais alguns e a relação preço/qualidade levou-me a fazer esta escolha. :smoker:
  21. A minha última aquisição foi um disco externo de 320GB. Ando com ele para todo o lado e dá um jeitão! :icon_peace: Mas confesso que tenho uma pen de 1GB que me custou quase tanto como o disco externo lol... Ainda a uso para transferir algumas coisas de uns computadores para outros... :nerd:
  22. Pois, mas infelizmente conheço casos em que os arquitectos têm que obedecer a ordens superiores e não podem por a sua criatividade a funcionar... :p
  23. Nem me lembres... Que trauma! Coitadinhas das minhas costas e dos meus olhinhos colados ao estirador! :nervos: Mas acho que actualmente já nem no primeiro ano utilizam a tinta da china... :jump:
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.