Jump to content
Arquitectura.pt


XXXXX

Membros
  • Posts

    362
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    19

Everything posted by XXXXX

  1. Estou à procura de uma material, para desenhar uma peças sanitárias, já tenho uma opinião formada acerca do qual irei escolher, mas gostava de saber outras opiniões, tendo em conta estes parâmetros: -Resistência à temperatura sem deformação. -Estanque à água. -Boa resitência à roptura, pelo menos o suficiente para suportar o peso de um utilizador, com uma estrutura independente. -Higiénico e sem problemas de emissão de gases e afins. -Reciclável. -Com um baixo custo tendo em conta ciclo de vida, desde a produção do material, custos associados, transporte da matéria prima e durabilidade. -Terá que ser usável tanto num lavatório, como num bidé ou numa banheira. -Se possível (só se possível), ter a capacidade de entre várias cores, poder ser transparente. Excluam já o Corian, das vossa possibilidades, dado que também já o retirei das minhas.
  2. Nos Gabinetes grandes, não há espaço para pensar em ti, eles querem é lucro ao fim do mês com prazos impossíveis de cumprir, pressão constante e mau ambiente e se pensas em desistir, para eles ainda melhor, menos um para fazer concorrência e roda as cadeiras, sai um estagiário e entra outro. Já tive esta experiência, não gostei, não recomendo. Ateliês de média dimensão, com cerca de 10 pessoas são um bom sítio para começar, a experiência é a mesma que num gabinete maior, mas, por existir menos especialização no trabalho, tens hipótese de participar em mais coisas do que simples desenho técnico, ao contrário do que já se disse aqui, eu tenho outra opinião, trabalhar em autocad e cotar uma planta é coisa que qualquer arquiteto tem que saber ao sair da universidade, nem ponho a questão de não saberem, agora 3D Fotorealistas, Software BIM, Photoshop, ou mesmo DESENHAR à mão, é o cerne de questão, para o qual o mercado está-se a marimbar (estúpido não é?), a mioria dos gabinetes não procura talento, procura apenas um gajo que dê lucro à empresa, o sonhador que tem uma boas ideias, com alguma personalidade e que procura a qualidade em detrimento do banal, este tipo, na maioria dos Gabinetes, não tem hipótese nenhuma... mas eu estou a generalizar, e como acredito que cada caso é um caso, podes simplesmente ter sorte no gabinete para onde irás estagiar, mas aconselho cautela, durante os cinco primeiros anos existe muito para apreender, mas o pleno da profissão só se encontra quando começares por conta própria, aí a castração que é trabalhar por conta de outrém, desaparece. Enquanto não fores tu a assinares os projetos dos outros, faz o que te dizem, quando começares a assinar os teus, não te deixes toldar por impressões alheias.
  3. As câmaras de uma forma geral e saudável, já começaram a barra os trabalhos de Arquitetura a Engenheiros e afins, falo por Torres Vedras e arredores, qual tem sido a vossa experiência, os rumores que correm por terras de Portugal?
  4. São várias, é este o trabalho de um Arquitecto, encontrar e estudá-las antes de fazer o projecto.
  5. Cá em Portugal, abunda lei no papel, que nunca é cumprida na prática, principalmente a do Urbanismo. Como podemos ver, o mesmo não acontece com os Impostos em Geral, dado que as sua leis, são taxativamente cumpridas. Tudo o que seja contribuir para o erário público é lei a cumprir, tudo o que não seja, fica-se pelo papel.
  6. O mercado da construção está parado em Portugal, e já somos cerca de 20.000 Arquitetos, a única opção é diversificar a actividade, é muito difícil apontar uma saída.
  7. Pelos vistos os cursos ainda estão suspensos, resposta do ISEL as minhas questões:
  8. Bem... vejo que estão todos tão esclarecidos quanto eu!
  9. Alguém sabe onde está a ser ministrado os cursos de Perito Qualificado RRCTE, que estejam já de acordo com a última legislação, designadamente o Decreto Lei nº 118/2013 de 20 de Agosto? Pelo que tenho visto, só agora a ADENE (Dezembro 2013) começou a ministrar as actualizações aos Peritos Qualificados do DL 80/2006, mas não encontro sítios onde os dois módulos iniciais estejam a ser lecionados de acordo com o novo decreto. Agredecia que colocassem aqui os sítios que estejam a dar este curso, para criar um tópico com esta lista.
  10. Fonte: ultimasreportagens.com
  11. A mim, nunca foi solicitado, um termo de responsabilidade para o PSS (?), o próprio termo é que definitivamente deverá ter toda a legislação referida, dando atenção aos decretos novos que surgiram e aqueles que foram entretanto revogados.
  12. Para as entidades exteriores os 20 dias são equivalentes a 20 meses... é típico na função pública a prática do devagar devagarinho.
  13. Não sais do Brasil, para vir para Portugal, além de não existir trabalho para os 20000 Arquitectos, o que existe é mal pago. Eu tentaria os Países Nórdicos ou mesmo o Canada como opções viáveis.
  14. Fonte: Icon Magazine
  15. Fonte: World Architecture News
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.