Jump to content
Arquitectura.pt


Against

Londres | Café Carruagem | Myerscough

Recommended Posts

Já dizia Lavoisier, na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma. Assim, e como os três R's é que estão a dar, o designer Morag Myerscough transformou uma comun e antiga carruagem de comboio, num café! O café/Carruagem "pop-up" encontra-se na primeira estação inglesa, que data de 1836 em Deptford, Londres.

"Myerscough was responsible for the creative concept of the train carriage, the graphic, interior and furniture design. The exterior of the 35 tonne carriage is decorated with images inspired by local history – an arm and hammer denote the local ship building industry, rope text recognises Deptford’s long history of marine rope-making and pictures of animals symbolise the livestock originally transported to Smithfield on the railway."

Imagem colocada

Imagem colocada

Share this post


Link to post
Share on other sites

banal, há 2 milhões de anos que existe pelo menos uma em Caxias e outra em Santo Amaro de Oeiras.

mas como esta está pintada de branco se calhar é mais architects fetish, tem estatuto portanto.


Não tem nada a ver com o facto de estar pintada de branco, esta surgiu aqui por eu me ter deparado com ela (poderia ser outra qualquer), podias aproveitar e mostrar aqui esses espaços de que falas! :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

estas sim são kitsch..

a de Caxias
Imagem colocada

uma outra de Cascais, não encontrei a de santo amaro
Imagem colocada

acho que nunca alguém se lembraria de fotografar estas carruagens para as novas revistas inócuas de arquitectura do branco imaculado. descobri estas fotos num fórum português de comboios, num tópico dedicado a carruagens reutilizadas. havia outras. não vi fotos do interior, também não procurei muito, mas penso que sejam todas vagões restaurante, com mesas pequenas à janela. a de cascais é.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Como tu mesmo dizes, já apareceram noutras publicações, se reparares essas foram aproveitadas no seu estado original, e sem fotos interiores não sabemosque outro tipo de intervenção foi feita. Daí que as que eu apresentei sejam interpretadas de outra forma. São mais recentes e têm marcas de arquitectura de hoje. Estas valem pela ideia da reutilização, não deixa de ser interessante! :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

sim, mas cumprem o mesmo propósito. modas.. outra questão é que estas estavam desactivadas perto de linhas de comboio em actividade. a de Santo Amaro (a única que não mostrei, está ao pé da praia) e parece-me que a que tu mostraste também (mas através da janela talvez se veja um carril lá atrás, não sei), estão longe de vias férreas, deslocadas de contexto o que traz um segundo nível de apreciação a essas readaptações. a de santo amaro penso que tenha também uma esplanada. no fundo é como aquelas roulottes de beira de estrada, com o non-sense dos carris.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.