Jump to content
Arquitectura.pt


Vampir0

Moderadores
  • Posts

    410
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Vampir0

  1. Excelente contribuição para o arquitectura.pt ... obrigado.
  2. :p bem visto onil. Pedro "Maverick", não me recordo de nenhum livro dedicado específicamente a universidades mas, experimenta dar uma vista de olhos no trabalho do Siza. Encontras info aqui -> http://www.cidadevirtual.pt/blau/setubal.html e aqui -> http://www.cidadevirtual.pt/blau/facarch.html. Já é um começo. cya l8r
  3. Caro Clone, seria preferível que se mantivesse, aqui no fórum, o registo do problema que foi levantado e, consequentemente, como foi resolvido. Esclareceria outros que tenham, ou possam vir a ter, o mesmo problema.
  4. Sei que já vai um pouco em cima da hora, mas pode ser que ainda seja útil. Hoje, Sábado, 17 de Outubro, será exibido na RTP2, pelas 21h00, um documentário de Joana Cunha Ferreira sobre o arquitecto Nuno Teotónio Pereira. Este documentário, com o título «NUNO TEOTÓNIO PEREIRA – UM HOMEM NA CIDADE» é o quarto filme da série de documentários da "MIDAS FILMES" para a RTP2 sobre Figuras Relevantes da Cultura Portuguesa. cya l8r
  5. CBS - Cork Block Shelter Designed by David Mares From: Setúbal, Portugal Shelter location: Portugal Date accepted: August 18, 2009 CBS is located at Vale dos Barris. It was designed to be an ecological and living block. In a microclimate that ranges from the dry heat to damp cold, the application of cork is a good way of thermally isolating the shelter and also providing acoustic insulation for study/sleep. The dynamic facade gives visual interaction when in living-studying mode; in rest-sleep mode it closes to provide privacy for its occupant. [ame="http://www.youtube.com/watch?v=er-J9TtW1VY"]www.youtube.com/watch?v=er-J9TtW1VY[/ame] fonte: http://www.guggenheim.org/new-york/education/sackler-center/design-it-shelter/view-shelters/project/517 assunto já referido aqui -> http://www.arquitectura.pt/forum/f62/design-it-shelter-competition-finalista-peoples-prize-13733.html <- Não se esqueçam de votar no David ;)
  6. Olá Fábio, essa questão já foi colocada aqui neste fórum por outros utilizadores, procura por esses tópicos para veres as reacções que obtiveram. Pessoalmente, não considero imprescindível o facto de se ter que ter jeito para desenhar à mão. Muitos professores, provavelmente a grande maioria, considera isso obrigatório mas, na Arquitectura, o desenho serve para comunicar e não para deslumbrar os outros com uma exímia habilidade para o desenho. cya l8r
  7. Calma Soundtracker... não há necessidade de mensagens inconvenientes. DreamSpaces Girl, tal como o Mark disse, o concurso é para arquitectos com idade até 35 anos. cya l8r
  8. Muitos parabéns ao Arquitectura.pt e à sua comunidade. Já temos quase tantos membros como a Ordem dos Arquitectos... hehehe :foto:
  9. " Rojkind Arquitectos and Copenhagen architects BIG have won a competition to design a museum overlooking Mexico City. The cross-shaped museum will occupy a hillside above the city and incorporate a large viewing platform on the roof. Cantilevered exhibition spaces provide shade for the social spaces beneath. Packaging, restoration and storage areas will also be open to visitors. The information below is from 
Michel Rojkind of Rojkind Arquitectos: – New Tamayo Museum overlooking Mexico City Michel Rojkind and BIG win competition for cultural museum in Mexico. Set upon a steep hillside in Atizapan on the outskirts of Mexico’s largest metropolis will soon sit the New Tamayo Museum. The building will serve as a nucleus of education and culture - locally, regionally, and internationally – and continue to carry the name of the Oaxacan born artist Rufino Tamayo (1899-1991). The very strong and symbolic shape of the cross is a direct interpretation of the client’s preliminary program studies, defining an optimized organizational scheme for the Tamayo’s visitors and administrators. The main concept of MUSEO TAMAYO EX-TENSION ATIZAPAN is an “Opened Box” that unfolds, opens and invites the visitors inside. Packaging, restoration and storage will serve as additional cultural spaces for visitors to understand and experience the stages that an art piece goes through before it is exhibited. The “open box” exhibits both the art work and the varied processes of a museum. This is a very direct, strong and symbolic project, where the shape works effectively for both internal spaces and external. The cantilevered form enhances the best views above the interior art spaces, while shading the more social type spaces below. Exterior and interior spaces overlap to provide the best environment possible for each function, and optimal climatic performance. Michel Rojkind, Rojkind Arquitectos: 
Understanding that contemporary art spaces pretend to be more important than the art they contain, our proposal arises from the scheme of requirements previously studied by our clients, assuring maximum functionality in each area while focusing on the development of art projects. By enhancing the program and understanding the topography, a balance between form, function and visual impact for this important space was created. Once the functional part was improved, we could give attention to details that make the space not only a culture enclosure, but also a building that understands its surroundings to distinguish itself and transform from a simple form to a powerful symbol, controversial, but ideal to lodge this new space. MUSEO TAMAYO EX-TENSION ATIZAPAN makes the best of the steep terrain allowing the galleries to shade the more social programs below, exterior and interior spaces overlap to provide the best environment possible for each function, and optimal climatic performance. The permeable brick shading façade eliminates or reduces the need for AC and combines good daylight with no sunshine and plenty of natural ventilation. Although it will be the museums symbolic provocation of its form and content that will attract its visitors, once there they will discover that its design, though modest, is intelligently and sustainably planned. Bjarke Ingels, BIG Partner-in-Charge
: When you ask contemporary artists what kind of space they would prefer to exhibit their work in – they almost always describe old industrial warehouses or loft spaces. It is the kind of space where they have their studios, but most importantly the rough structures, with large spans and generous ceiling heights provides them with the maximum freedom of expression. On the other hand the museum director or the mayor might want an icon that to attract visitors. So museum design is often caught in a dilemma between the artists demand for functional simplicity and the museum’s (and architect’s) desire to create a landmark. The cantilevering cross is the literal materialization of the cruciform functional diagram – devoid of any artistic interpretation. MUSEO TAMAYO EX-TENSION ATIZAPAN becomes the embodiment of pure function and pure symbol at the same time. ARCHITECT ROJKIND ARQUITECTOS+ BIG CLIENT PATRONATO TAMAYO SIZE 3.500 M2 LOCATION MEXICO STATUS 1. PRIZE BIG Architects Partners-in-Charge: Bjarke Ingels & Andreas Klok Pedersen Team: Pauline Lavie, Maxime Enrico, Pål Arnulf Trodahl
 Rojkind Arquitectos Partner-in-Charge: Michel Rojkind Team: Agustín Pereyra, Monica Orozco, Ma. Fernanda Gómez, Tere Levy, Isaac Smeke, Juan José Barrios, Roberto Gil Will, Beatriz Díaz, Joe Tarr 
 Structural Engineer: 
Romo y asociados Landscape Design: 
Entorno taller de paisaje Graphic Design: 
Ernesto Moncada Visualization:
 Glessner Group - GermánGlessner " ____________________________________ fonte: aqui Estranha inspiração, não? .... e para mais espaços cruciformes, vejam também aqui. cya l8r
  10. Será que resulta mesmo? ... Há outro vídeo no youtube onde alguém demonstra que isso não resulta. Óbviamente, parto do princípio que este último tenha feito as coisas como deve ser. Se alguém já tiver experimentado, acuse-se. cya l8r
  11. arqueon, sugiro este tópico -> http://www.arquitectura.pt/forum/f29/viseu-pousada-de-viseu-gon-alo-byrne-12589.html <- para colocar as fotografias.
  12. LOL... o tema era o tempo... hmm.. então, pelo menos o início da exposição, não foi nada de inovador A conferência do senhor Zumthor, na minha opinião, foi inspiradora. As imagens, que estão disponíveis aqui no fórum graças ao nunomiguelneto, falam por si. Muitas das palavras do arquitecto descreviam o óbvio que se interpretava das imagens, não deixando isso de ser algo completamente fantástico. Pelo menos para mim, o discurso do arquitecto, relativamente ao seu processo de intervenção, foi extremamente inspirador. Boas interpretações do local, resultando em boas intenções de intervenção. Talvez um pouco "follower" à luz das palavras de Bjarke Ingels (que por sua vez segue os ensinamentos do "Kem Rolhas", será um paradoxo na ideologia dos BIG?!?), mas o resultado nos projectos que apresentou demonstrou grande sensibilidade em todo o processo arquitectónico, hmm... ou seja, pareceu-me que a percepção e, porque não, a apropriação do espaço pelo homem foi a preocupação principal ( e não é assim que deve ser?) ao contrário de uma procura por um conceito iconográfico, como está na moda. Aquilo que eu conhecia melhor da sua obra eram as termas na suíça. Confesso que fiquei contente por ver que o tipo não é arquitecto famoso devido a uma obra só.
  13. Clive, concordo com os 3 primeiros pontos... ainda por cima cheguei atrasado, não consegui apanhar um bom lugar.. não gravei nem fotografei nada :\ mas acho que o nunomiguelneto tem uma catrefada de fotos para a malta Fui o único que levou a t-shirt do fórum vestida ... fracotes .. tou a brincar. Para a próxima a ver se vai mais malta! cya l8r
  14. Omisso em referências? ... não concordo... acho que existe sempre um mínimo de referências, mais que não seja... nós próprios, o Homem. Parece-me algo forçado em termos de conceito e "poucochinho" o trabalho exterior.... Como o Peter escreveu, deixa lá ver como é o "miolo", pode ser que surpreenda. Contudo, é uma opinião. Vale o que vale cya l8r
  15. Só agora é que vi este tópico. Eu sou de Setúbal mas... não sei onde fica essa rua. Se tiveres mais alguma informação diz. Entretanto, quando a conseguir localizar posto aqui.
  16. epá... não me digas isso margarida. Eu ainda não comprei bilhete :\ mas acho que ainda há na ticketline. Bolas, tantos bilhetes que disseram aqui que havia e esgotarem logo, é muito estranho.
  17. nst nst :icon_no: ... é só velhos do restelo aqui... estou a brincar :)
  18. Sendo assim, talvez nunca se devesse ter perdido tempo com bunkers de prevenção para um desastre nuclear. Achei o projecto bastante estimulador. A questão elitista parece-me secundária quando o Callebaut oferece um input que pode ser desenvolvido por outrem e, quem sabe, permitir responder a problemas ambientais. Eu pelo menos penso assim, não me parece nada mal alguém desenvolver uma ideia que muitos poderão considerar futurista, mas que possa estimular a imaginação de outros como estas imagens o fazem em vários aspectos, tanto sob ponto de vista de design arquitectónico como no desenho urbano. Faz-me lembrar a secção "Novas Expressões" do Carlos Santana na revista Arquitectura e Vida, que, para mim, pretende ser isso mesmo, estimular novas ideias e raciocínios.
  19. Até porque dá para enviar uma mensagem privada e se o destinatário estiver online, responde imediatamente (em princípio). Já me aconteceu, portanto isso até funciona como um chat. cya l8r
  20. No site ticketline estão a 15 euros.... bastante aceitável Edit: chiça Dreamer, foi ao mesmo tempo ....
  21. Grande exposição e conferência do arquitecto Peter Zumthor em Lisboa em Setembro 2008 A grande exposição Peter Zumthor: Edifícios e Projectos 1986/2007 é apresentada em Lisboa, de 7 de Setembro a 2 de Novembro (12h - 20h), no espaço LX Factory. Esta exposição é o principal evento do Warm-Up Experimentadesign Lisboa 2009, uma novidade programática que inclui o Lançamento Oficial da edição de 2009. Trata-se da maior e mais completa mostra de sempre dedicada à obra do emblemático arquitecto suiço. Compreende 29 projectos e edifícios, 2 instalações vídeo à escala real, 6 maquetas de grande escala e um impressionante acervo documental: desenhos, esquiços, plantas e maquetas. Para além de sistematizar a sua produção mais recente, a exposição oferece um olhar único e revelador sobre o processo criativo, lógica programática e metodologia de trabalho de Peter Zumthor. A apresentação em Lisboa é sublinhada por uma conferência de Peter Zumthor que se realiza no dia 6 de Setembro, às 17h, na Aula Magna, numa rara oportunidade de conhecer em directo e ao vivo o processo projectual deste arquitecto. Bilhetes à venda em tickets@experimentadesign.pt in http://www.experimentadesign.pt/ P.S.: complemento sobre a venda de bilhetes. Também estão à venda na Worten, Fnac, Bliss, Lojas Viagens Abreu, Livraria Bulhosa, Pontos Megarede e www.ticketline.sapo.pt ... reservas +351 707 234 234, isto quanto à conferência... no que diz respeito à exposição, os bilhetes estão à venda no local.
  22. marco1, peço-te alguma contenção nos comentários desnecessários. O fórum tem regras. Respeitem para serem respeitados.
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.