Jump to content
Arquitectura.pt


Zemaria

Membros
  • Content Count

    66
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1

Zemaria last won the day on August 28 2008

Zemaria had the most liked content!

About Zemaria

  • Rank
    Frequentador
  • Birthday 11/01/1965

Redes Sociais

  • Website
    http://arrumario.blogspot.com
  1. Eu conheço bem o sistema DryVit (www.esferovite.com) e recomendo. Tenho uma casa com mais de 10 anos, revestida com DryVit e não tenho a menor razão de queixa.
  2. Referes-te a esferovite? Se sim, experimenta começar por contactar a empresa que inventou o nome e que já vende revestimentos para edifícios há muitos anos: http://www.esferovite.pt/ Eu tenho uma casa revestida com dryvit, em Sintra, construida ainda antes de 2000. Até agora, não notámos qualquer degradação do revestimento. Lá perto tens um condomínio (Jade) que deverá ter mais de 20 anos de construido e, que eu saiba, ainda não mostra sinais de degradação.
  3. Se a cabana está isolada, é possivel que o preço de lá levar a rede eléctrica seja tão elevado que compensa colocar sistemas renováveis, no entanto vai-te sair muito mais caro do que se tivesses lá electricidade da rede. Se não tens rede, terás que ter formas de armazenamento da energia, designadamente baterias, o que encarece ainda mais. Podes instalar placas solares térmicas para a água quente, placas fotovoltaicas para a electricidade e baterias para armazenar a energia. Dependendo da zona, podes optar por utilizar eólica em vez de fotovoltaica. No teu caso, finalmente, eu arranjaria um ger
  4. Se implementares sistemas de auto-suficiência total de energia numa moradia de 5 pessoas, a preços de hoje não pagas esse investimento nunca. No caso do fotovoltaico, pagas entre 6 e 10 anos, dependendo do local e do preço que consigas para a instalação, mas apenas para o equipamento que podes instalar com "feed in tarif". A preços correntes de electricidade, não pagas o equipamento no seu tempo de vida. Só se justifica essa solução se construíres uma casa muito longe da rede eléctrica.
  5. Podes sacar agora, usar e guardar os ficheiros. Quando esta versão expirar, podes comprar uma licença (ou utilizar uma outra versão por mais um mês), e utilizas os mesmos ficheiros. É tudo compatível.
  6. Já testei vários, mas o que mais gostei foi o Design Builder. É um interface "user friendly" com o motor do Energy Plus (que é um filme se utilizado directamente). Podes encontrar mais informação em www.natural-works.com, uma empresa do Guilherme Carrilho da Graça, filho do João Luís. Podes fazer download gratuito e usar durante 1 mês, acho eu. Se quiseres comprar, também tens umas licenças de estudante. É excelente, mas complicado de utilizar em profundidade.
  7. Experimenta contactar o Pedro Macieira, do blog Rio das Maçãs: http://riodasmacas.blogspot.com/ É provável que ele te consiga ajudar. Boa sorte. ZM
  8. Eu não encaixo a da falta de profissionalismo porque não sou arquitecto. Sou apenas um "consumidor" apaixonado de arquitectura que participa num fórum público sobre a matéria. Estou desconfiado que a Liliana não se ofendeu com o que eu disse. Agumas notas: A casa apresentada na foto, seguramente não é do Thiago Bradell. Do que não gosto no modelo apresentado: 1 - Vidros aos quadradinhos, a imitar uma coisa que não é e que quando era era porque não se faziam vidros grandes ou era muito caro. Mesmo na origem, a opção não era estética era resultado do que se conseguia fazer. Hoje é um dispar
  9. Valha-me Deus! Tens a certeza que é aqui que pretendias ter feito esta pergunta? Desculpa-me a franqueza, eu posso ser desbocado nesta matéria porque não sou arquitecto, mas para fazeres uma casa do tipo da que se vê na imagem, provavelmente não precisas de um arquitecto. Talvez um engenheiro da Universidade Independente :-) Nunca hei-de compreender o que leva alguém a dividir um vidro aos quadradinhos com um quadriculado de plástico quando podia ter colocado o vidro inteiro. Pessoalmente, acho este desenho de casa um verdadeiro desperdício no contexto actual. Será que não estás a identif
  10. Tenho para mim que a maldição deste arquitecto é justamente o facto de carregar às costas o nome Siza. No lugar dele, eu teria assinado com um pseudónimo. Tenho pena que isso não tenha acontecido, para que a apreciação do projecto não fosse tão envenenada pela habitual maledicência lusa.
  11. Luis, Como já tive oportunidade de dizer, se esta casa fosse minha eu só estaria descontente com a falta de isolamento térmico contínuo pelo exterior. Podendo resolver esse aspecto, que para mim é fundamental em qualquer casa que habite, tudo o mais seriam "amendoins". Acho mesmo esta casa fantástica e teria todo o gosto em lá morar. Não tenho medo de escadas. Isto é verdadeiramente o que sinto relativamente a este projecto. Acho que o arquitecto fez uma obra fabulosa, seguramente a melhor que poderia ter sido erguida neste terreno. ZM
  12. Não percebo o teu comentário. Tens mais informação ou fotos para partilhar? Podes ser mais específica?
  13. Define excêntricas Perto de onde moro há um palácio de um apresentador de TV que é imperdível, mas imagino que ele tenha vergonha daquilo e te solte os cães se tentares "reportar" o que quer que seja.
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.