Jump to content
Arquitectura.pt


bitaites

Membros
  • Posts

    40
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by bitaites

  1. naquele cunhal só não vê uma imagem chapada da casa da música quem tem palinhas nos olhos... para além da cópia andar a milhas do original. Nem diria fraco. Digo antes foleiro.
  2. Para além de aquitectura parece-me essencial que as pessoas se preocupem com a escrita. É essencial ter cuidado a escrever...
  3. Com muita pena minha, padres a fazerem de júri já não é a primeira nem será a última vez. O que me parece escandaloso é que o júri seja na sua totalidade composto por elementos da Igreja. No escritório onde trabalho ficamos em segundo lugar num concurso para a concepção de uma igreja nos Açores onde o projecto que ganhou é deprimente. Nos fim foi-nos dito 'off the record' por um dos elementos do júri que até é arquitecto que o Padre não admitia um 'projecto moderno'... E assim foi.
  4. Mas há. N existe muita mas há dois ou três livros que têm... Monografia só há uma mas tenho quase a certeza que existem mais dois livros de arq. portuguesa onde se pode encontrar algumas obras dele, grande parte em parceria com o Alves Costa... Podem sempre ir à FAUP e falar directamente com ele pq é uma pessoa muito acessível e solicita.
  5. na biblioteca da faup há uma monografia do Sergio Fernandez que tem essa casa. Já lá estive e é realmente uma excelente obra...
  6. é engraçado como os convites caiem sempre mais para o Sul... A mesma palhaçada de sempre.
  7. pois. É o problema. As formações da Ordem são sempre muito específicas e curtas. Procurava algo mais como uma especialização... Não é fácil msm.
  8. Boas. Venha aqui pedir ajuda para encontrar um local que dê formação na área do Porto relacionada com recuperação de edifícios e/ ou sistemas e materiais de construção. Há algum tempo que ando à procura mas não se encontra nada mesmo. Há uma empresa em Lisboa, a 'TUV', que me parece ser alemã, que dá formação específica nestas áreas mas não tem no Porto. O Isep e Feup parece-me não terem nada previsto tal como a 'arqcoop' também não. Qualquer ajuda é bem vinda. Obrigado
  9. porque a conjugação de cores é tenebrosa... ou não se for para se parecer a um circo:)
  10. por alguma razão que tenhas neste último post não deixo de ficar preocupado por achar que, tanto pela tua posição como a do JVS, ambos fossem capazes de fazer o mesmo que o Vargas. E é nestes casos que a liberdade criativa me preocupa por achar que nem toda a gente tem a inteligência suficiente para perceber que nem sempre é levando as coisas ao limite que nos tornamos 'grandes artistas', os grandes defensores da total liberdade criativa. ISSO É TUDO UMA TRETA que tenta justificar devaneios absurdos. Se a humildade e seriedade estivessem mais presentes e retirássemos 10% da necessidade de protagonismo...
  11. este estádio comprova (mais uma vez) que ele é daltónico...
  12. Ele até podia dizer que o cão era a reincarnação da avó que o maltratou que nao me interessa... Cada macaco no seu galho e se há um maluco que afirma que isto é arte ele deve ser simplesmente internado. Conheço alguns que já o foram por menos. Dentro das nossas pretensões para a infindável liberdade criativa, acho que racionalmente devemos entender que quase tudo tem um limite. mesmo a arte. E a arte pela arte nem sempre é uma justificação plausível para os nossos devaneios...
  13. muito provavelmente essa condição foi imposta pelo departamento de urbanismo da câmara. De qq modo não acho ridiculo nem deixo de achar até porque o resultado final é bom não só pelo que é novo mas pela relação dos dois tempos históricos. Ganhava honestidade? honestidade é assumir a materialidade das diferentes construções... Se te estás a referir aos 'historicistas' que apregoam que o antigo é que é bom e deve sempre ser conservado, sublinharei o que dizes...
  14. a parte em que SM fala da sustentabilidade está brilhante... este princípio devia ser natural ao projecto e não uma moda como a querem tornar.
  15. pq ainda não me ocorreu nenhum... mas tenho estado a pensar;)
  16. estou desolado... Não fui nenhum. 'margarida', fico à espera de novos alunos-tipo... ponto positivo: haver muitos sonhadores é optimo para quem tem os pés na terra:)
  17. impossível escolher um só... Niemeyer, Zumthor, Siza, Asplund, Aalto, Breuer, Corbu, Utzon
  18. o Mota Galiza, a parte nova do Hospital e a fac de ciências da UP no campo alegre não foram projectadas por ele mas pelo filho tal como a galeria comercial que se encontra ao lado do Hospital. São projectos assustadores. O legado não foi seguido em qualidade...
  19. continuo sem perceber como é que isto aconteceu... isto não é arte, não é provocação, não é originalidade. É APENAS um distúrbio mental de um gajo que devia estar internado. Mais culpado do que ele é quem permitiu que ele expusesse esta..... (leia-se no lugar das reticências um palavrão) p.s. não percebo como falam em conceitos ou ideias. JAG, sinceramente acho que devias reler várias vezes o que escreveste. Conceitos??? o que é que isto tem de conceptual? o animal já devia estar em estado lastimoso??? quem é o artista para decidir isso? Por muito 'open minded' que possamos ser isto não tem defesa possível. ponto final parágrafo.
  20. concordo. até pq os interiores parecem muito banais...
  21. É de mim ou estou a entender mal o que ele disse? só pode estar a brincar... Não me parece que infiltrações sejam uma 'qualquer falha' mas........
  22. Não fazia ideia que as capelinhas fossem dele. Da sua autoria também admiro as torres do 'Lima 5'. O parnaso é uma obra incrível...
  23. Não funciona. ponto. As sombras escuras ocupam parcialmente os espaços interiores passando estes a lerem-se entre os planos e a linha de sombra que nem sequer existe realmente. Gostos discutem-se e, para além de achar este modo de representação excessivamente gráfico, não funciona. ponto.
  24. Dreamer:clap: Deliciei-me com esta conversa.. independentemente dos pontos de vista, admiro quem sabe argumentar validamente o que apregoa, porque não é so no desenho que nos devemos especializar mas tb no modo como explicitamos as nossas convicções... isto enquanto o tom não baixar de nível e não formos mesquinhos entrando no campo do ataque sem fronteiras. Porque todos somos falíveis. Porque, independentemente do esforço, por vezes nem sempre conseguimos fazer o melhor que podemos. Farei a vénia aos que a uma crítica bem fundamentada assumam a debilidade de um projecto/ um texto/ uma ideia e ignorarei, como já fiz, aos que a esta respondem dum modo infantil passando de imediato para o contra-ataque sem antes sequer terem a inteligência de pensar na sua validade. Do mesmo modo que os nossos projectos, por muito amor que lhes tenhamos, não são sempre os melhores, também não é só com os 'mestres' que temos a aprender... Os que agora o são, já foram jovens como nós... Cada um que enfie o respectivo carapuço. Para inspiração futura deixo esta frase, da qual não conheço a autoria: "Nunca discutas com um idiota. Ele arrasta-te até ao nível dele e depois ganha-te porque tem mais experiência."
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.