Jump to content
Arquitectura.pt


arqrosadasilva

Membros
  • Content Count

    52
  • Joined

  • Last visited

About arqrosadasilva

  • Rank
    Frequentador

Redes Sociais

  • Website
    http://www.arqrosadasilva.com
  1. Existe a opção de... não fazer nada. Eventualmente será indeferido e arquivado por falta de resposta
  2. Existe uma boa lista de revistas de arquitectura na Wikipédia e respectiva descrição de conteúdo, penso que a escolha está nos interesses de cada um, no meu caso pessoal sou assinante da revista "Mark" e consumo ocasionalmente a "Detail" e outras...
  3. Realmente depois de ler os argumentos, alguns muito mal estruturados ao nivel do raciocinio ainda não entendi como é que esse decreto que está em vigor faz algum tempo pode matar a prática da arquitectura (se não estava já morta e enterrada pelo pato-bravismo dos anos 90 e pela construção turistica desenfreada junto ás zonas maritimas) esse decreto pura e simplesmente têm um efeito zero.
  4. Obrigado pela proposta. Todos os orçamentos que fazemos são gratuitos, excepto se envolverem calculo de taxas da administração pública. Dada a natureza do trabalho (legalização) o que lhe sugiro é que contacte um arquitecto da zona, porque apesar da minha empresa realizar trabalhos em todo o espaço geográfico de Portugal, o tipo de trabalho não envolvendo concepção será sempre um orçamento, a meu ver, mais reduzido. Situação que seria completamente diferente para construção nova. Um arquitecto da sua zona dar-lhe-á certamente um orçamento mais competitivo, uma vez que o meu teria de incluir um
  5. Terá de legalizar a casa na Câmara Municipal, o processo é igual como se fosse para uma casa que fosse fazer agora, ou seja terá de apresentar um projecto de alterações e de seguida especialidades, pagar as taxas municipais e de seguida averbar na certidão predial. Já tenho feito algumas legalizações em vários sitios do pais e as Câmaras têm se sempre mostrado dispostas a dialogar no sentido de resolver esse tipo de sutuações.
  6. Sim, o Turismo de Portugal é o sitio onde começar, a Ordem dos Arquitectos têm feito formações sobre a temática dos projectos de turismo no espaço rural, penso que no programa dessas formações terá a lista de diplomas que orientam a questão, nomeadamente no regime juridico dos empreendimentos turisticos
  7. Boas, poderia ser mais especifico?
  8. Continuo a acreditar nos ensinamentos da arquitectura tradicional, aquilo que digo é que já não existe, muito do conhecimento transmitido de geração em geração acabou, os canones modernos como todos sabemos fizeram tabua rasa do vernaculo e anunciaram a novidade. Sinceramente, muito se escreveu sobre o habitante e o habitar... e a sua poética, teses de doutoramento, ensaios, será mesmo que existe arquitectura sem habitantes? chame-se o que se quiser, escultura, instalação, o que se quiser, não se pode é dissociar arquitectura do habitar (habitar tambem no sentido figurado do usar, interagir c
  9. Identifica o decreto que pretendes e faz uma busca no google, encontras de certeza, boa sorte.
  10. Eu perguntava... "Desculpe Sr. Engenheiro, em que século é que vive". Conheço um caso desses, em Faro, aparentemente o Sr. Engenheiro queria uns trocos para deixar passar o projecto... foi saneado.
  11. Alguém têm de explicar o que é isso da arquitectura tradicional, não é com certeza as casas de telhadinhos que se fazem por ai, que essas, são tudo menos arquitectura tradicional. Grande equivoco, será que não aprendemos nada com o inquérito.?? A arquitectura tradicional não é eterna, nunca foi, acabou, não existe mais, como acabaram as cidades e os centros, isso é coisa do passado já não se fazem mais.
  12. Como... será? o problema é complexo... estamos a esquecer algo é que: - nem tudo o que é construção mesmo que habitada é arquitectura... esta é a minha opnião. Existem coisas que não merecem o titulo.
  13. Basta procurar numa câmara Municipal... As minhas desculpas, sei que o tema é sério, faz-me de algum modo lembrar as teorias quinestésicas e os ensaios de Edward Hall...
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.