Jump to content
Arquitectura.pt


Against

Membros
  • Content Count

    355
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    2

Everything posted by Against

  1. Não tem um ar sóbrio essa ampliação... Não tem nada a ver com Tate... Gosh...
  2. Epa não, escreve-se normalmente! Cada vez que o senhor escreve ata-se um nó na cabeça...:horrible: E como diz a Margarida, torna-se numa conversa para surdos e ninguém percebe nada e deixa-se de falar sobre o tópico!
  3. Aquela zona é um destoar de construções... Podem ser atractivas por si só, mas num conjunto não funcionam muito bem...
  4. Pois mas não acho que a culpa seja dos putos. É claro que eles não têm que se preocupar, mas vai daí que a culpa não é deles...
  5. Mas quem lhes "injecta" essa informação toda não é uma outra geração? Logo de quem é a culpa? Que culpa têm os putos que os pais trabalhem o dia inteiro e que eles morem num apartamento onde estão o dia todo fechados a ver TV e a frente do pc? No fundo são os pais que "deixam" as coisas acontecer. Ou seja outra geração. Não?
  6. Não acho que seja uma geração rasca, o problema é que eles apanharam esta onda e os profs muitos nem a viram passar. Daí que seja muito fácil passar a perna em algumas situações e noutras correm o risco de serem apanhados. É um risco! Mas isso também vai da educação e pelo gosto de aprender de cada um. Vejo pelo meu irmão que está a crescer com as facilidades de aprendizagem (net e por aí fora) que eu não tive, mas não deixa de querer saber ainda mais e fazer as coisas por ele. E vai daí que antes também havia quem fizesse copy/paste, tinham era que ler tudo na mesma!:p
  7. Epa toda a gente tem o seu método de estudo! Há os que vão lá a decorar e os outros que lá chegam a perceber! A verdade é que quem percebe, percebe em qualquer situação. Quem decora corre o risco de se o exercicio for exposto de uma forma diferente, ficar a ver navios! No primeiro ano é a cónica... Não é a matéria do 12º ano (de hoje)...:nerd:
  8. No meu tempo, em que net funcionava a 56k, e quando funcionava, ainda tinhamos que recorrer aos livors e as fotocópias... E aí, mesmo que fosse copy past sempre tinhamos que ler! Mas é muito chato para aqueles que se deram ao trabalho de fazer qualquer coisa "sua" e as tantas não estar tão bom quanto isso, verem os outros que fizeram copy/paste directo (as tantas com palavras e expressões que não fazem ideia o que querem dizer) a ter melhor nota... Fazes uma oral! Com perguntas dos textos deles, logo aí já vês quem fez o trabalho ou quem nem sequer leu!
  9. Isto não é um quarto! É um multiusos! Por isso convinha ter TV também!
  10. Eu bem digo que sou uma pessoa mais infeliz desde que deixei de ver TV... As paredes do quarto parecem mais pequenas... E a culpa é do TiCo!!!
  11. Será que vai chegar a passar na televisão um anuncio destes? Hmmmm....
  12. O que fazer quando o professor de projecto olha para a tua "criação" e diz: "Tens muitas janelas e grandes" (o projecto tinha uma jenela por compartimento e particamente não tinha ombreiras (foi este o argumento que usei para me defender)), e depois envia para o mail dos alunos fotos de uma casa ideal (palavras dele): Desconheço a localização e o arquitecto.
  13. Mas muitas obras de arte (e sublinho que não estou de acordo com o que Vargas fez nem considero arte) usam a vertente psicológica para "chocar". Como alguém já deixou aí umas mensagens atrás, as imagens apresentadas eram consideradas arte, e muitas delas chocaram. São imagens que de certa forma são um atentado a integridade psicológica de pessoas a quem elas "ofendem". Ou não?
  14. Não acho que seja por a carroça a frente dos bois, porque se as pessoas tivessem reagido o "artista" seria o único a ficar mal visto. A sua teoria não tinha sido demonstrada e a sociedade teria ficado "bem vista", não seriam acusados de hipocrisia. Não é? É óbvio que a instalação nem sequer deveria ter sido começada, mas a verdade é que depois de lá estar ninguém fez nada a não ser compactuar com o "artista"! Está sim, errado o que foi feito, mas não vi ninguém correr para lá para salvar o animal, mas sim correrem para lá para ver o "espectáculo". Por isso o “artista” acabou por provar o que tinha como mote da instalação, acabando ele mesmo por se identificar com a sociedade que queria afirmar errada. E é assustador que se ainda se deixem fazer coisas destas, numa sociedade dita civilizada. Comprova-se que o que o povo quer é ver a tenda arder.
  15. A verdade é que ninguém foi lá tirar o cão! Nem os defensores dos animais, nem o público, nem ninguém... A verdade é que com a publicidade criada, mais pessoas foram ver a exposição, ainda mais gente que não soltou o cão, ainda mais gente que não lhe deu de comer. A verdade é que o artista foi tão hipócrita como a teoria que estava a tentar fazer ver ao deixar o animal morrer. Sim, o cão estava doente e ia morrer na mesma, mas não impedia que morresse de uma forma minimamente digna, que morresse da doença e não á fome. Ou o animal serve para fazer "arte" mas já não serve quando dá trabalho? Enfim... Venha quem vier ninguém teve razão nesta história toda. Daí que a petição só sirva para mostrar ainda mais como as pessoas são hipócritas! Uma petição assina-se com o rabo sentadinho a frente do PC sem muito mais trabalho que meia dúzia de cliques no rato. Agora agir mesmo nem os defensores dos animais o fizeram!
  16. As imagens fazem-me lembrar os programas do Discovery Channel sobre construções monstruosas! Lembro-me de ver uns descomunais, aquilo mais parecia uma cidade, onde as pessoas que lá iriam habitar não precisavam de ter qualquer contacto com o exterior, ali tinham tudo. Lembro-me que a circulação pelo edifício era feita com aquelas rampas deslizantes (não sei o nome técnico delas), e até tinham uma rede de transportes interno (eléctrico). O que não me lembro de ter sido falado no programa foi dos custos ambientais que construções daqueles tinham, o único ar que ali entrava era o produzido pelos AC. :icon_no: Sputnik viver num sítio destes torna-se necessário em países asiáticos, e provavelmente os mais eficazes, visto que se torna mais fácil crescer para "cima" do que para os lados. Assim, abrigam o maior número de pessoas em menos área “horizontal”.
  17. Hoje em dia o "inspirado em" e o plágio andam de mão dada! Uma pessoa que tenha os olhos viciadados com determinado tipo de arquitectura cai em fazer o mesmo! E depois surge sempre a parte do "epa aquilo era mesmo o que eu precisava para o meu projecto" e o que fazes? Eu cá olho para o lado, assobio e pode ser que ninguém tenha visto a minha "inspiração", não é fácil não "copiar" mas também nada de copy paste! Se a Torre de Barcelona serve o mesmo efeito, então é natural que se tenha tentado o mesmo, é sinal que em Portugal ainda se vão fazendo coisas dignas de repetir! :)
  18. Pois, a regra do rectângulo de ouro e as proporções douradas eu sei, mas pelos vistos não é a isso que se querem referir. Os profs de projecto quando acordam do lado errado da cama todos os dias é complicado...:)
  19. Dúvida (quase) existêncial: qual é a regra de Ouro da Arquitectura? Eu tenho ideia que não existe Uma regra de Ouro. Help...:)
  20. Gostava imenso de ajudar, mas já me vejo a nora de manter o meu estaminé a funcionar...:)
  21. Nunca é boa ideia rir e dizer que está ridículo, pelo menos não á frente da pessoa. O tramado é quando o rídiculo do outro acaba por ser melhor que o nosso ponderado... :tired: Daí que a melhor ideia seja ser-se franco, e se se for "criticar" arranjar forma que a crítica seja pelo menos construtiva. Na maioria das vez as tantas mais vale nem dizer nada!
  22. No caminho para a Universidade, passando muitas ruelas, tive a destreza para espreitar para dentro de um jardim, e qual não foi o meu espanto quando vi as louças de antigos WC's a serem reutilizadas como vasos para as plantas! Sejam elas rosas ou sardinheiras, todas elas repousam num autoclismo ou noutra louça qualquer de uma forma bastante cuidada! Só visto mesmo...x(
  23. O aroma sim, vale a pena ir a um café logo pela manhã para sentir aquele aroma no ar. Beber é que não... Só se fosse com quilos de açúcar, ou na pior das hipóteses sem açúcar e de rajada que é para manter os olhos abertos! Agora a dependência que o café cria é que é estúpido, é pior que o tabaco (as duas coisas conjugadas...ui...). Ah, sobremesas de café são muito bem-vindas! :)
  24. Como é que isto se converteu numa comparação de Siza/Calatrava? LoL Eu gosto das obras de Calatrava porque as acho mais interessantes, então a nível de desenho nem se fala! A componente de engenharia que ele é capaz de aplicar às suas obras fazem com que o final resulte de uma forma bastante distinta. Os desenhos de Siza valem pelo que valem, mas não me agradam tanto (sem cair no ponto de dizer "este ou aquele é mais giro"). Não me parece correcto fazer este tipo de comparação porque claramente a obra de um e de outro são bastante distintas. E pelo que conheço de um e outro, Calatrava agrada-me mais! Não quer isto tudo dizer que não goste das obras de Siza, será sempre um arquitecto que devemos ter como referência. Epa, não posso gostar só por gostar? Raios... :)
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.