Jump to content
Arquitectura.pt


Os nossos professores são forretas ?


Recommended Posts

A proposito de um topic por aqui .. acerca de alguem do brasil ter 9 em nota, de 10 possível. Os meus colegas de erasmus tem com bastante frequencia 17, 18, 19 ... (penso que a escala deles é deferente, mas comprando a nossa) Então, falando concretamente as cadeiras de projecto, é muito difícil ver mais de 16 .... este ano vi um 17, normalmente 10, 12, 13 ... e la para o final la sai um 14 ou 15, mas são raros. Será da lusofona ou das privadas, ou isto os professores portugueses são forretas por natureza, digam la ai as notas nas vossas faculdades. Secalhar é so na minha :nervos: Ou então os alunos sao maus mesmo ....

Link to post
Share on other sites
  • Replies 64
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Questão... e na verdade os trabalhos e o percurso do aluno, valem mesmo mais que isso? que esses 12, 13, 14... Olha, já agora, cá fora no mundo do trabalho... as médias acabam por não contar muito... PS: pelo q tenho visto, comparando com 10 anos atrás... os alunos estão mesmo maus... De turmas de 30, talvez se safem como BONS profissionais, 3/ 4 alunos...

Quem cria renasce todos os dias...
Agua-Mestra, Lda
Não sou perfeito, mas sou muito critico...

Link to post
Share on other sites

Esses 3/4 alunos são os que obtém boas notas ? Bem tenho um primo (que trabalha numa área completamente diferente de arq, ) mas que tem uma politica interessante para a aquisição de pessoal para trabalhar É algo como isto: Medias de 10 a 13 - > maus alunos que se safaram por baixo na universidade, com probabilidade de ter uma boa vida social, mas com possibilidade de haver dificuldades na qualidade do trabalho Medias de 13 a 17 -> alunos regulares na universidade, com possibilidade de boa vida social, com conhecimento na media ideais para trabalhar Medias 17 a 20 -> alunos marrões que não tem vida social e que podem criar mau ambiente na empresa. pessoa acanhada pouco sociável. Trabalho pode ser optimo mas de resto nao.

Link to post
Share on other sites

Esses 3/4 alunos são os que obtém boas notas ?

Bem tenho um primo (que trabalha numa área completamente diferente de arq, ) mas que tem uma politica interessante para a aquisição de pessoal para trabalhar

É algo como isto:


Medias de 10 a 13 - > maus alunos que se safaram por baixo na universidade, com probabilidade de ter uma boa vida social, mas com possibilidade de haver dificuldades na qualidade do trabalho

Medias de 13 a 17 -> alunos regulares na universidade, com possibilidade de boa vida social, com conhecimento na media ideais para trabalhar

Medias 17 a 20 -> alunos marrões que não tem vida social e que podem criar mau ambiente na empresa. pessoa acanhada pouco sociável. Trabalho pode ser optimo mas de resto nao.


É bem verdade... Normalmente a entidade empregadora (empresas privadas) escolhe pelos do meio... a experiência (se houver alguma) e a entrevista é fundamental.

Quem cria renasce todos os dias...
Agua-Mestra, Lda
Não sou perfeito, mas sou muito critico...

Link to post
Share on other sites

Na faculdade vêem-se muitos alunos que desprezam os prazos... Não se cumprem datas de entrega nem calendários ... Nem comento o que acontece a quem não cumpre prazos na faculdade ... Pelo que vou observando, no ISCTE é complicado ter uma média superior a 17...

Link to post
Share on other sites

quem não cumpre os prazos... desconta-se valores... acho justo, quando estudava sempre cumpri os prazos... Os trabalhos (tenham o resultado que tiverem) são para ser entrgues dentro do prazo... prepara-se assim o aluno para a vida real... Agora Outra coisa é a gestão do tempo por parte do aluno...

Quem cria renasce todos os dias...
Agua-Mestra, Lda
Não sou perfeito, mas sou muito critico...

Link to post
Share on other sites

tenho uma duvida quendo fiz meu registro aqui no forum, não entedi o que é "Erasmus"


No âmbito de Programa ERASMUS, as Universidades europeias são convidadas a organizar a mobilidade dos seus estudantes. Esta iniciativa deve ser entendida como uma forma de cooperação entre Universidades, geradora de condições óptimas para que os estudantes efectuem períodos de estudo, reconhecidos pela sua Universidade de origem, em estabelecimentos de outros países.
Os principais objectivos do Programa Erasmus são:

* Promover nos Estados-membros uma ampla e intensa cooperação entre estabelecimentos de ensino de nível superior, acentuando o seu potencial intelectual e pedagógico;
* Fomentar a mobilidade dos estudantes universitários, permitindo-lhes efectuar parte dos seus estudos noutro Estado-membro, de forma a consolidar a dimensão europeia da educação;
* Fomentar as relações entre estudantes ao nível da União Europeia, promovendo simultaneamente a dimensão europeia da sua educação;
* Fomentar o reconhecimento académico dos diplomas, dos períodos de estudo e de outras qualificações, por forma a facilitar o desenvolvimento de um espaço aberto europeu de cooperação na área da educação.

Fonte: www.universia.pt

:)
Link to post
Share on other sites

É preciso entender que União Europeia não é um pais, e que Portugal é um país soberano.... O equivalente ao ERASMUS ai para o Brasil seria ires estudar para a Bolívia, ou Peru, ou Chile, comparando a UE com a MERCOSUL (se bem que nem sei se esses países ai fazem parte, o Brasil e a Argentina sei que sim.) Mas compreendo que a dimensão do Brasil presoponha uma inter-actividade a nível estatual, um pais tão grande ...

Link to post
Share on other sites

Ola. Estou no 12 ano e tenho media de 16. Por experiencia propria, acho que os prefessores ate sao justos nas notas. Ate agora, so fiquei aborrecida com uma professora que me deu 17 quando, feito as contas, a media dava 19. Mas pronto, de certeza que houve algum motivo para este acontecimento...

Link to post
Share on other sites

eu tive 80% a projecto no erasmus e aqui a minha média é de 13.5 a projecto... Todas as notas que tive em erasmus foram significativamente maiores do que aqui, mas também em comparação com os alunos da faculdade de acolhimento trabalhava muito mais e posso dizer que os meus trabalhos tinham mais qualidade (modéstia à parte). Mas o sistema aqui é dar notas até 15. Só te dão mais de 15 se nao fizeres mais nada na vida. Já nem falo das teoricas que aqui só tenho 10 e 12 e na belgica (em frances) consegui ter um 83% e 70%, etc.

Link to post
Share on other sites

Estou na Lusíada de Lisboa e é exactamente o mesmo. Diz-se que um 15 na Lusíada é um notão, isto porque... são raras as pessoas que os tiram, e ainda mais raras aquelas que conseguem mais que isso. Há excepções, mas MUITO poucas. Acho que o facto da faculdade oferecer bolsa a alunos com média de 16 influencia um bocado essas notas. Enfim. Já discuti este assunto das notas com muita gente, alunos de arquitectura, professores, e já arquitectos, e mantenho a minha posição, a experiência profissional (curriculo), o dominio de certos programas e os projectos (portfolio) se forem bons, valerão por si só. Conheço muito boa gente com médias altas que nunca conseguiram entrar em sítio algum. Por outro lado muitas vezes trata-se tudo de uma questão de sorte (ou cunhas :)).

Link to post
Share on other sites

Ou então arranja-se coragem para criar o proprio negócio... Tb andei na Ullusiada Lx (acabei em 1999)... é verdade, a projecto é dificil ter acima de 15... excepto no ultimo ano... Modéstia à parte sempre tive 15 a Projecto, excepto no último ano, 18... posso afiançar que do 1º ao 4º, foram 1 ou dois casos de notas iguais ou acima de 15. No 5º, já era diferente, era bastante provável a maioria ter mais de 14... 16 era comum, 18 e mais já era outra conversa...

Quem cria renasce todos os dias...
Agua-Mestra, Lda
Não sou perfeito, mas sou muito critico...

Link to post
Share on other sites

Eu com as notas aqui nem me surpreendo muito pois acho que realmente nós não estamos aptos (normalmente) a tirar 20s apesar de estes existirem teoricamente. Tenho um amigo que tirava 16 a projecto e para além de ter projectos bastante cativantes, só trabalhava, nao fazia mais nada na vida, mas como é claro, o projecto nunca era perfeito para ter uma nota de 18 ou mais. O que se passa lá fora (pelo menos na belgica) é que os profs encaram a escala de 0 a 20 (neste caso de 0 a 100) como uma escala de notas possíveis, por isso se tiveres um projecto muito bom podes tirar 20, mesmo que não desenhes bem e que haja coisas por resolver. O que se passava la na faculdade é que só pela ideia inicial se podia tirar um 80% se fosse realmente uma interessante. Por isso mesmo é que nos projectos finais eu destaquei-me porque tinha uma ideia interessante e trabalhei-a de forma intensiva ao contrário do resto dos alunos belgas que simplesmente tinham uma ideia, mas que a nível formal se socorriam das imagens das revistas. Aqui a coisa é diferente, as escolas são muito mais exigentes e acho muito bem que assim seja. Arquitectura não é fácil e é preciso ser-se muito bom para se ser arquitecto.

Link to post
Share on other sites
  • 3 weeks later...

desculpem la mas a mnha opinião sobre estas materias as medias é´diferentes pois há e tudo.....há os" bons" dos 17 18 mas que depois na vida real são maus ....pois beijularam o suficiente para nota, depois há os que realmente são bons e ate so tem 14 15 16 porque enfim nem sempre gostam de engraxar o suficente e então la se desce uns valores :) e depois claro há os que realmente são maus , mas nos bons também há os que nem s~~ao eles que fazem o trbs, por isso penso que na verdade estas coisas das medias da fac. é uma treta porque o mercado e a vida real é que ditam se se é bom ou não ...claro vamos ser francos quando se vai a entrevistas obviamente se se tiver uma nota mais alta impressionamos mais, mas talves porque os arquitectos que nos fazem as entrevistas , sabem disto acabam por escolher os de media com valores pelo medio...... há e ainda convem lembrar ....um dos nossos considerados grandes arquitectos portugueses acabou o curso com uma media bem baixa e hoje é bem conceituado e respeitado na area, por isso o que eu acho é que o importante é acabar dentro da media e começar a trabalhar na area a serio o mais cedo possivel ...

Link to post
Share on other sites

desculpem la mas a mnha opinião sobre estas materias as medias é´diferentes pois há e tudo.....há os" bons" dos 17 18 mas que depois na vida real são maus ....pois beijularam o suficiente para nota, depois há os que realmente são bons e ate so tem 14 15 16 porque enfim nem sempre gostam de engraxar o suficente e então la se desce uns valores :) e depois claro há os que realmente são maus , mas nos bons também há os que nem s~~ao eles que fazem o trbs, por isso penso que na verdade estas coisas das medias da fac. é uma treta porque o mercado e a vida real é que ditam se se é bom ou não ...claro vamos ser francos quando se vai a entrevistas obviamente se se tiver uma nota mais alta impressionamos mais, mas talves porque os arquitectos que nos fazem as entrevistas , sabem disto acabam por escolher os de media com valores pelo medio......
há e ainda convem lembrar ....um dos nossos considerados grandes arquitectos portugueses acabou o curso com uma media bem baixa e hoje é bem conceituado e respeitado na area, por isso o que eu acho é que o importante é acabar dentro da media e começar a trabalhar na area a serio o mais cedo possivel ...


Essa história de que os alunos de 18 depois na vida real são maus, poderá confundir-se com um certo ciúme e creio que não foi essa ideia que quiseste transmitir. Repara que por vezes há trabalhos bastante interessantes e que não significam de todo que o aluno tenha andado a "lamber as botas". O acompanhamento nas aulas, o empenho do aluno, o desenvolvimento gradual do projecto, os avanços e recuos, bem como tantas outras coisas, têm um peso considerável no resultado final.

Verdade seja dita que a médias de nada servem...
A meu ver, as notas são uma ferramenta meramente informativa do ponto de vista dos docentes.

Depois há aqueles que se servem da bengala durante todo o curso, afirmando: "Ah, o Gaudi também só tirava 10..." :):DB) B)

Abraços
B)
Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.