Jump to content
Arquitectura.pt


Natalia Bencheci

Membros
  • Posts

    32
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Natalia Bencheci

  1. ja tenho mais informaçoes(fotos de interior e outros angulos visuais, plantas, cortes,etc) mas o problema é que nao consigo po-las ca no link...alguem me explica em privado como isso se faz? obrigada. p.s.: sorry pela ignorancia:)
  2. http://tinypic.com/view.php?pic=mtnfd5&s=4http://tinypic.com/view.php?pic=zw0nkp&s=4
  3. sim, conheço o dono da casa e ele ja me mostrou uma pequena apresentaçao e tinha ate bastante material, vou falar com ele para me arranjar tal material para por aqui
  4. estive a ver uma reportagem sobre esta casa na qual o arquitecto falava do projecto e realmente a casa apesar de acupar uma área enorme, esta bem rezolvida e bem integrada na paisagem da Serra da Cabreira.
  5. lindas paisagens alentejanas... o branco que se solta marca uma subtil presença - bem conseguido. relativamente ao interior, adoro a incidencia de luz directa pelos lanternis a escorrer pela parede abaixo.
  6. boa relaçao com a envolvente, acho particularmente engraçado como uma simples árvore influencia todo um projecto, sendo evidente neste projecto mas nao só...
  7. luis barragan tem projectos de diversas escalas e diversos programas, como por exemplo, satelite towers, igreja amatitan, etc. e pelo contrário, acho que ele faz GRANDES GESTOS, e baseia-se em conceitos simples como sintetizar a arquitectura chama moderna com a arquitectura vernacular mexicana. e, talves, é essa a principal característica do que ele projecta. mas acrescentando um mini comentario ao que realmente este debate nos traz como assunto - conceito no processo projectual - acho que os estudantes tornam uma coisa tao simples e essencial para um projecto um bicho de 7 cabeças, ou seja, o conceito arquitectonico é aquele que deve ter capacidade de ser espacialmente construido e deve, por sua vez, constituir e organizar a lógica de um todo e complexo processo projectual. essa ideia é o principal fio condutor de todo o projecto e nao compliquemos com muita filosofia pelo meio quem nao a entende ou nao a quer entender, para isso chamo a conversa o nosso amigo Siza Vieira com aquilo que ele chama "IMAGINAR A EVIDENCIA", isto é, nao tenhamos medo de assumir o evidente / o óbvio, no entanto devemos dar lugar a dúvida para que o proprio projecto tenha a sua evolução. enfim, acho que este assunto ainda tem muito que se lhe diga, mas nunca inexplicavel ou incompreensivel.
  8. engraçada abordagem em relação as duas fachadas completamente opostas em termos volumétricos. a simplicidade confere coerência ao edifício, voltando ao que se dizia no século passado "o menos é mais".
  9. Não pude ver o ultimo Arquitecto a falar, mas pareceu-me que o espanhol até começou bem, mas os restantes vieram a degradar a conferencia, pobresinhos na maneira de abordar os seus projectos. Enfim, foi o que achei.
  10. obrigada Mark! ja mandei email a pedir isso e mais informaçoes, vamos ver se eles me respondem:) se entretanto alguem souber mais sobre este tema anunciem aqui, vai me ser muito util, acreditem.
  11. Mark, Onde se pode arranjar amostras deste betão? è que estou a desenvolver um trabalho na universidade sobre este tema e gostava de arranjar uma amostra para mostrar aos colegas. obrigada
  12. que interessante, nem fazia ideia que isto já existia. já agora, alguém conhece sites ou algumas referências bibliográficas que explore mais este tema?
  13. Luis Lopes, limitaste-te apenas a completar a minha opiniao, e eu quando escrevi aquilo tinha implicito todas essas necessidades arquitectónicas
  14. pois, eu também acho que tinha estas fantasias quando era miudinha talvez seja por me lembrar disso que agora detesto tanto este tipo de construções...
  15. Apoio o Dubai como local de experiências completamente inovadoras, não concordo é que estas experiências se façam sem planeamento a nível urbanístico mais aprofundado... pois chegará a uma altura de CAOS absoluto
  16. ... mas porque há quem insista em fazer estas coisas sem graça nenhuma, devem se ter inspirado em pão de ló e queijos de certeza... ...horrivelmente mal inserido no local e uma pobreza enorme a todos os níveis estéticos, tanto interior, como exterior...
  17. Olhando para as ultimas imagens relativamente à maqueta pergunto-me: Será que o arquitecto concebeu o edifício para ser contemplado de um helicóptero para que se observe o símbolo "sacro" que é a cruz? Já que pelas fotografias de interior e exterior o jogo das formas é engraçado, mas duvido que a intenção da cruz seja compatível com o resto... Posso estar enganada, pois a presença em qualquer obra arquitectónica pode revelar imensas surpresas...
  18. Penso que cada arquitecto quando se confronta com um conceito deste tipo, o do retiro espiritual, o desafio na construção e constituição de um espaço desta "dimensão" (espiritual) dificulta-se na medida em que a solução apresentada não é mais do que uma interpretação do autor relativamente a esta temática e que dificilmente alcançará o objectivo e a autonomia da obra já que se trata de algo imaterial e se a obra se destina a algum grupo de pessoas ou até mesmo a alguma pessoa em particular, o objectivo torna-se ainda mais longínquo pois se o estado de espírito de uma pessoa varia de momento para momento... de um grupo nem se fala.
  19. todos falam em "copiar"... mas nao será uma INTERPRETAÇAO que cada arquitecto faz em relaçao ao que ja foi feito até agora por outros???
  20. todos falam em "copiar"... mas nao será uma INTERPRETAÇAO que cada arquitecto faz em relaçao ao que ja foi feito até agora por outros???
  21. Já assisti a uma conferência deste arquitecto a falar de alguns dos seus trabalhos e, precisamente, desta casa. E que nesta conferencia o arquitecto mostrou a casa em contruçao, deu muita importancia à forma da casa como objecto e nao propriamente como acontecimentos espacial significativos, referindo-se pouquissimo às estratégias conceptuais e às qualidades do espaço criado, que é uma pena... Esperemos que chegue a publicar algo que se debruce mais sobre estas questoes que interessam à arquitectura propriamente dita.
  22. Já assisti a uma conferência deste arquitecto a falar de alguns dos seus trabalhos e, precisamente, desta casa. E que nesta conferencia o arquitecto mostrou a casa em contruçao, deu muita importancia à forma da casa como objecto e nao propriamente como acontecimentos espacial significativos, referindo-se pouquissimo às estratégias conceptuais e às qualidades do espaço criado, que é uma pena... Esperemos que chegue a publicar algo que se debruce mais sobre estas questoes que interessam à arquitectura propriamente dita.
  23. Já assisti a uma conferência deste arquitecto a falar de alguns dos seus trabalhos e, precisamente, desta casa. E que nesta conferencia o arquitecto mostrou a casa em contruçao, deu muita importancia à forma da casa como objecto e nao propriamente como acontecimentos espacial significativos, referindo-se pouquissimo às estratégias conceptuais e às qualidades do espaço criado, que é uma pena... Esperemos que chegue a publicar algo que se debruce mais sobre estas questoes que interessam à arquitectura propriamente dita.
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.