Jump to content
Arquitectura.pt


C. Curty Jr.

Membros
  • Content Count

    9
  • Joined

  • Last visited

  1. Há de considerar que Brasília foi projetada e construída durante um período de grande euforia econômica no Brasil, quando a indústria automobilística crescia em velocidade nunca vista, o preço dos automóveis despencava, a gasolina era barata e se acreditava que em poucos anos cada brasileiro seria dono de um automóvel (o que seria uma tragédia mas, avaliando as condições anteriores no Brasil, é compreensível o deslumbramento que caiu sobre todos naquela época frente a esta possibilidade). Por isso Brasília foi projetada (novamente reforço: Por Lúcio Costa, não por Niemeyer!) considerando que os principais deslocamentos seriam feitos via automóvel, porém reservando grandes áreas verdes, assim como pequenos setores de comércio local entre as superquadras residenciais, onde o deslocamento seria feito a pé. O que agravou muito a situação foi crescimento da população brasiliense muito acima do esperado, junto com a falta de investimento público em sistemas de transporte coletivo. Analisando rapidamente o plano piloto de Brasília nota-se que a estruturação de um sistema de transporte coletivo é simples. A estrutura viária o facilita. O sistema de metrô resolveria boa parte dos problemas, mas está com as obras quase concluídas, porém paradas, há anos. A instalação de um uma linha de VLT na via W3 também é uma promessa antiga. Uma outra providência seria o fortalecimento das cidades satélite afim de que diminua a sua dependência do Plano Piloto, para que os seus moradores fiquem em seus territórios e não sobrecarreguem tanto Brasília. Enfim, falta vontade política.
  2. Não sei em Portugal, mas no Brasil isso se chama "apartamento de cobertura".
  3. Uma rampa muito bela é a do Museu Nacional, em Brasília, projetado por Niemeyer.
  4. "João, essa história que relatas fala um pouco disso, do mundo onde tudo tem um preço... será que vocês querem viver num mundo assim?..." Não é questão de tudo ter um preço, é questão de valorização da própria profissão.
  5. Pelo que sei é exatamente a aplicação da proporção áurea na construção da arquitetura.
  6. "é logico não vou pagar a um tecnico pa fazer cada estudo" E achas que depois dessa algum arquiteto decente irá se manifestar? Arquitetos não dão idéias, vivem delas!
  7. A velha resposta continua sendo a mais adequada: O melhor é consultar um profissional local.
  8. O Niemeyer completará 100 anos em dezembro. Acham mesmo que ele teria condições de se debruçar sobre um projeto desse porte, fazer várias viagens à Angola, discutir projeto com um monte de políticos e representantes da sociedade, etc.? No máximo ele fará um belo croqui e defenderá alguns conceitos. O projeto em si, não será feito por ele. Eu morei por mais de 1 ano em Brasília (que foi projetada por Lúcio Costa, e não por Niemeyer) e a tenho como uma excelente cidade para se viver. Extremamente organizada, verde, agradável e bela. Tem seus problemas, claro, como a dependência do automóvel, mas isso se torna pequeno frente às qualidades de Brasília. Brasília é belíssima, única e um grande orgulho para o Brasil.
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.