Jump to content
Arquitectura.pt


pauloss

Membros
  • Content Count

    167
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1

pauloss last won the day on October 19 2009

pauloss had the most liked content!

About pauloss

  • Rank
    Expert

Redes Sociais

  • Website
    http://www.pss-arquitectura.pt

Meio Profissional

  • Instituição/empresa onde trabalha
    Pss-Arquitectura Lda
  1. A Gaiurb está a obrigar para levantamento de Licença de Construção que: O Director de Fiscalização não tenha sido interveniente em qualquer projecto (arquitectura ou especialidades) O Director de Obra faça parte dos quadros da empresa que apresenta alvará, para isso apresente declaração da empresa ou recibo de ordenado do último mês Dizem ser esse o entendimento da lei 31/2009
  2. 1- Posso ser Director Técnico de Obra? Não, tem que ser Técnico da Empresa que vai construir 2- Posso ser responsável pela fiscalização da Obra (nova figura)? Pode, mas não deve por recomendação da OA 3- Posso fazer o plano de segurança e saúde? Posso assiná-lo como técnico responsável Pode, mas não deve se não tiver conhecimentos para isso 4- Não tenho o curso de técnico e segurança no trabalho, posso ser coordenador de segurança?, ou seja coordenador do plano de segurança, acima mencionado? Pode, mas não deve se não tiver conhecimentos para isso
  3. http://www.peticao.com.pt/parque-escolar caríssimos(as) "no seguimento do que já vem sendo habitual - a pugna pela credibilização do nosso ofício, a defesa do interesse público e a necessária tomada de posição sobre um dos casos mais paradigmáticos da péssima prática de encomenda pública - deixo-vos o endereço duma petição online que foi criada sobre a parque escolar e.p.e. - http://www.peticao.com.pt/parque-escolar leiam, reflictam, assinem e divulguem…"
  4. Vê tambem a portaria_216B_2008 e restante legislação no Site da OA http://www.oasrn.org/apo_tema.php
  5. Já agora deixo a questão. Num terreno onde já existe uma habitação e se pretende fazer uma operação de destaque para construir um novo fogo. Fazem o pedido de destaque em primeiro lugar, como processo autonomo e posteriormente o pedido de licenciamento para o terreno da parcela sobrante ou fazem o pedido de licenciamento com a operação de destaque em simultaneo. num só processo?
  6. Enviei email para a Irlanda e para Santo Tirso, imaginem quem respondeu primeiro? "Thank you for the enquiry. We are pleased to quote your for the HARO Fitness Floor delivered Portugal. We carry this product ex stock in Oak so it is available within 1-2 weeks. HARO Fitness Floor Oak - €57.00 per m2 delivered to Portugal. Pack size is 3.17m2. Beech and African Oak are available to special order. I have attached some product information for your perusal. In general, we recommend the Fitness Floor for aerobic / fitness areas less than 300m2. The product comes with a heavy underlay and the
  7. Boas Alguém sabe se existe em Portugal distribuidor deste material. (Pavimento para Ginásios) www.haro-sports.com Obrigado:margarida_beer:
  8. No http://www.forumdacasa.com/ existe uma área só com preços
  9. Peço desculpa. Bem me parecia que já existia um tópico, mas não o encontrei.
  10. Arquitecto português ganha Prémio do Público em concurso do Museu Guggenheim O arquitecto português David Mares, de 26 anos, venceu hoje o Prémio do Público num concurso internacional de design de abrigos, promovido pelo Museu Guggenheim de Nova Iorque, com um modelo que conjuga aço, madeira e cortiça. O abrigo, que está instalado em Vale de Barris, perto de Setúbal, conquistou 64.875 votos dos cibernautas, de acorco com a última contagem disponível na página de Internet do Guggenheim de Nova Iorque. O trabalho, que David Mares fez "numa semana de férias", segundo revelou à Agência Lusa
  11. O destacamento de parcelas de terreno, encontra-se legalmente previsto entre nós no Regime Geral de Edificação Urbana (vulgo, RGEU), introduzido entre nós com o Decreto-Lei n.º 208/82 de 26 de Maio de 1982, e que sofreu a sua mais profunda alteração com o Decreto-Lei Nº 555/1999, de 16 de Dezembro. Este último introduziu uma alteração substancial no regime jurídico do licenciamento municipal das operações de loteamento, das obras de urbanização e das obras particulares, reunindo num só diploma o regime jurídico destas operações urbanísticas. Será sobre uma operação em especial: a operação
  12. Infelizmente há inumeros casos por esse pais fora! Durante o meu percurso profissional já perdi muitos trabalhos para esses "concorrentes". Antigamente eram só projectos de grande dimensão agora é tudo. Tive um caso, no gabinete onde trabalhava, onde foi dado um preço para um projecto, claro que o cliente solicitou outros orçamentos inclusivé a um arquitecto que era funcionário da Câmara. Por azar o projecto foi feito por nós e analisado pelo colega que tinha perdido o trabalho. Estão a imaginar o que custou esse licenciamento.
  13. "Campanha anti-marquises arranca em Setembro Vai arrancar em Setembro uma campanha para sensibilizar a população para as consequências estéticas das marquises nas fachadas dos prédios, escreve o Público. Também os estendais e as caixas dos ares condicionados serão alvo desta iniciativa que partiu de um gestor privado Com o apoio do Ministério do Ambiente, a iniciativa de sensibilizar para os efeitos de marquises nas fachadas partiu de um gestor privado. Como explica o Público, Luís Mesquita Dias, presidente do conselho de administração da Unilever-Jerónimo Martins, decidiu chamar a atenção d
  14. Como não encontrou? No http://abarrigadeumarquitecto.blogspot.com/ na zona lateral direita tem uma longa lista de arquitectos. No Arquitectura.pt também encontra basta saber procurar. http://www.arquitectura.pt/forum/f13/ateliers-nacionais-links-1487.html
  15. RGEU - Art. 84.º "Em cada habitação haverá instalações sanitárias privativas, em número proporcionado ao dos ocupantes, com o mínimo de uma retrete, um lavatório e uma instalação de banho, incluindo tina ou cuba de chuveiro.Em cada cozinha instalar-se-ão, sempre que possível, um lava-louças e um dispositivo para a recepção e evacuação de despejos. § 1.° Nas habitações com mais de quatro quartos de dormir que apenas possuam uma retrete e uma instalação de banho—não contando com as dependências desta natureza para serviçais—tais instalações deverão ter acessos independentes. § 2.° Nas habitações
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.