Jump to content
Arquitectura.pt


Prozix

Membros
  • Posts

    6
  • Joined

  • Last visited

Prozix's Achievements

Newbie

Newbie (1/14)

0

Reputation

  1. Para quem não tem experiência,, fazer com gaze ou jornal embebidado em cola pode ser mais complicado e demora por causa do tempo de secagem, a modelação é relativamente simples. Cortiça é caro mas é uma boa opção. Cartão é mais dificil de cortar... Depende mesmo do resultado que se quer e já aprendi, maquetes a 1:100 ou 1:200 sempre curvas de nivel no max de 2mm.. mais fica exageradamente mau :foto:
  2. Este mesmo mas vai abaixo com as luzes ligadas! Estão realmente chunning! E quando variava de cores era espectacular! Gerar discussão é bom mas este edifício torna-se demasiado pesado porque não irão ser feitas novas construções que rivalizem com esta. E sim, está muito moderno! Pena que o moderno tenha sido há uns bons anos/décadas atrás! ;)
  3. Eheh... pois acho que há quem ache que tem interesse e por isso me propõe um exercício que é exactamente criar umas alminhas dedicadas a determinado santo. Entretanto já recolhi bastante informação sobre o tema e já foi gerada discussão ampla à volta do mesmo. Existe, então, a hierarquização dos elementos desses pontos de oração dedicada aos mais variados propósitos/evocações. Há, ainda, pormenores que me parecem ter alguma importância como o santo estar mais alto que a nossa cabeça; penso que as interpretações à volta disso possam ser distintas até por a posição/altura que estão colocadas algumas alminhas, talvez algumas sugiram que, para se cumprir esse pressuposto, o orador se tenha que ajoelhar. Não será exactamente arquitectura mas não deixa de o ser ao mesmo tempo, essencialmente num país maioritariamente cristão e onde estes elementos proliferam pelo país e têm um importante valor social na comunidade em que se inserem. Obrigado pela resposta Já agora pergunto se alguém tem conhecimento de algumas alminhas (re)construidas e de alguma forma mais contemporâneas.. penso que exista. Vi algo (talvez reconstruído, não conheço a zona) na zona da Areosa no Porto na direcção de Águas Santas, é recente mas não deixa de ser o "esteriótipo", talvez só em maior escala que a maioria das que cada um conhece.
  4. Boas Estou a trabalhar sobre alminhas e após pesquisa surgiu-me uma dúvida: Existem referências de que algumas alminhas serviam para se parar enquanto se transportava o defunto para o cemitério e assim se rezar um reponso. Encontrei referências de que os locais onde se erguem são caminhos e encruzilhadas, estas últimas devido a ser encontro de bruxas e maus espíritos assim como locais de reunião de entes sobrenaturais daí o motivo da sua colocação nesses locais. Encontrei e ouvi dizer que serviam também de protecção à agricultura em contraste com pontos de oração pelas almas. Monumentos dos finais do século XVI, de origem popular. Encontrei um sítio onde diziam que eram variantes dos antigos altares romanos, uma evolução desses altares um milénio mais tarde. Alguém quer acrescentar algo relevante? Existem alminhas contemporâneas? Onde posso encontrá-las? Obrigado
  5. Eu sou de Viana, estudo arquitectura e nem de propósito tenho um amigo (estudante de arquitectura tb) que mora na torre dos capites de abril (praticamente em frente) de onde se tem uma panoramica distinta do hotel. Já ouvi aqui dizer-se que nao se conhece viana mas tambem ja apreceram fotos do melhor ponto de contemplaçao da cidade, o monte de sta luzia; e já apareceram 2 frentes, a do templo e a vista da torre (de vigilancia). É realmente uma cidade bonita e principalmete interessante pelo que oferece de distinto como mar, monte ou rio. Mas, o hotel, na minha opiniao, para quem passa na rua em frente dele pode (a)parecer com uma escala brusca mas está relativamente intregarado, no que diz respeito à escala, com outros edificios vizinhos, seja o caso da torre dos capitaes de abril ou ate mesmo com a torre do liceu. Naturalmente, inserido numa zona em que lhe precedem escolas de todos os graus de ensino mas de escalas pequenas, residencias tambem com um maximo de 3/4 andares pode parecer exagerado. No alçado sul, virado para o parque da cidade, logo mais a frente temos prediso de apartamentos viraods para o parque da cidade com uma escala semlhante. A rua da bandeira, situada nesse alçado sul, nao ganha um mamarracho (ate ver) pois a diferença de cotas ali sempre existiu qunado aquilo era a central de camionagem e alias parece bem aproveitada, ou pelo menos foi aproveitada. É claro que é um edificio que va marcar, é o tipico edificio que muita gente gosta de dizer ironicamente ou nao: "predio de arquitecto". Bem, mas falando da vista do 8º andar da torre (que tem 10 habitaveis), o hotel não parece tão desapropriado como visto por quem passa na rua mas admito que é discutivel embora a soluçao de n se fazer um bloco compacto e de os desalinhar proporciona uma outra imagem ao local... a cobertura do hotel aparece praticamente em linha com o 8º andar, logo não esta assim tao alto para alem de se situar numa cota superior à torre dos capitaes de abril. Acho que so com tudo acabado se vai poder mesmo perceber a sua ambientaçao com a envolvente, a escala nao parece muito exagerada. Visto do parque da cidade tambem nao se demarca... Acho que uma foto colocada aqui anteriormente é fulcral e demonstrativa: http://www.arquitectura.pt/forum/attachments/f10/1414d1180141509-hotel-viana-do-castelo-foto.jpg Admito que nao se goste, se calhar à 1ª vista devido à altura e a rua ser a descer o que faz com que o hotel se destque mais mas entao deixem de olhar pro lado, olhem pra frente e têm o limitador de escala daquilo, que na minha opiniao é a torre dos capitaes de abril.. Mas cidade como Viana...são poucas! Vivo há muitos anos em viana, praticamente desde sempre e só falta mesmo combater o provincianismo e o conservadorismo à parte da opressao a tudo o que seja novo! lol Muito provavelmente existe em viana muita gente que critica o hotel e critica a decisao de deitar abaixo o mamarracho do coutinho que pra alem disso ja esta quase desabitado...
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.