Jump to content
Arquitectura.pt


thunderneo

Membros
  • Content Count

    10
  • Joined

  • Last visited

About thunderneo

  • Rank
    Turista

Meio Académico

  • College (International Users)
    ESAP

Meio Profissional

  • Instituição/empresa onde trabalha
    ESAP
  1. Offtopic: Uma geração de não me toques secalhar é melhor do que uma geração de frustrados... Os 3d's em si não estão maus. Creio que as principais críticas já te foram feitas, continua a melhorar isso. Parabéns.
  2. Porque não estar atento à forma como Frank Gehry abordou o projecto para o Museu de Guggenheim em Bilbao? Com uma arquitectura que procura, derrubar a percepção quotidiana não questionada da arquitetura e, através dessa distanciação, tornar a vivencia da arquitetura em arte.. Uma vez que estás no ambito académico, força aí no projecto e tenta aprender o máximo que podes, mas nunca te esqueças que nas mãos de grandes arquitectos, tais projectos tornam-se jogos refinados, experimentos corajosos, belas obras de arte. Nas piores mãos, são vítimas da moda e maçantes.
  3. ... Claro que a questão dos alçados tambem condicionou um pouco o espaço interior e como é claro poderia ter feito estás aberturas com uma luz controlada de outra forma... Ficaria certamente melhor resolvido com um pouco mais de tempo :icon_pistoles: Obrigadão pelas opiniões. Cumps
  4. Oips asimplemind e viva a esap:P O meu prof é o Semide, dava aulas ao 5º agora passou para o 4º ano. O espaço circular no fundo funciona como um foyer, ou átrio de recepção do equipamento, é um espaço que possui uma certa dimensão, desafogado de modo a que as pessoas que por exemplo acabam de sair do auditório possam viver este espaço sem se "atropelarem umas às outras"... reforçando a ideia de que o Homem, o vazio, a plenitude podem ser expressos através da forma do circulo. O muro que pega na linha do lote serve basicamente como uma continuação volumétrica de modo a tentar reforçar as linh
  5. Aqui vai um trabalho desenvolvido nos dois primeiros meses de aulas, durante o início deste ano. Memória descritiva A partir do estudo de um arquitecto e conhecer minimamente o seu estilo “de assinatura” numa proposta apresentada anteriormente, este trabalho desenvolve-se com o intuito de encontrar uma linguagem arquitectónica baseada num arquitecto que nos despertasse curiosidade e revelasse algumas afinidades com o mesmo. O projecto desenvolve-se claramente com influências no modo como Mário Botta trata as suas obras, seja pela forma, o uso das paredes caracteristicamente monumentais, assi
  6. De facto a casa está muito bem conseguida, neste momento efectuei um estudo sobre a mesma, dai a minha deslocação até ao gabinete do arquitecto para conhecer melhor a obra. A casa surge para um primo do arquitecto, Luis Marilho Leite. Trata-se de uma habitação de férias, com três quartos e uma casa de banho de apoio, sala de estar e refeições, uma pequena cozinha com um lavabo de apoio, despensa e ainda uma pequena piscina exterior. A necessidade de enterrar parcialmente a casa resulta da falta de meios económicos, conseguindo desta forma criar um bom comportamento térmico e segurança, os p
  7. Se tivessem a oportunidade de estar com o arquitecto que resolveu este projecto, quais seriam as perguntas pertinentes que lhe colocariam? Em breve irei estar no gabinete do próprio tendo assim a oportunidade de colocar algumas dúvidas e questões pertinentes... Quem quiser colocar algumas questões sobre a obra, posso tomar nota e depois coloco aqui as respostas no fórum.
  8. Sim, a informação que queria era sobre o filho, mas obrigado na mesma. Sobre o Jr. ainda pouca coisa se encontra. Abraços arquitectónicos!
  9. Boas, bem ao que me parece esta casa já se encontra à venda... Podem verificar em www.casatolo.com sera que já se fartaram da casa? Não sei... Quanto ao projecto em si, achei uma habitação muito interessante, uma vez que a escada é o tema principal desta casa. Alguns podem achar que não é habitável, outros apreciam a conjugação do construído com a envolvente... enfim uma série de opiniões que se foram fazendo... Pessoalmente, o que me agradou nesta habitação é o facto de estar longe de parecer uma casa, seja pela sua forma inexplicável, com escadas, plataformas, ausência de uma frente o
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.