Jump to content
Arquitectura.pt


Koolhas

Membros
  • Posts

    195
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Koolhas

  1. Olá pessoal, vejo que aqui a conversa das maquetes vs desenhos(esquiços) está mto interessante até um ponto. Reparem que aqui um diz que a maquete é para quem tem dificuldades no desenho e o outro(Mondrian) defende que se deve fazeer maquete. Pois bem também quero dar uma palavra sobre esse tema e quiça deixar o ||arq|| a reflectir um pouco aquilo que esta a dizer. Hoje em dia temos imensas maneiras e processos para a elaboração de um projecto...seja ele de grande ou pequena escala...e nesta odisseia do processo a ser utilizado nunca se dispensa fazer maquetes(fisicas e ate 3D), o que é o simular de uma eventual realidade. Os esquiços tambem ajudam a completar todo o processo, o que torna o produto final interessante. Mas tudo isso funciona muito bem quando estamos a falar de um processo Euclidiano, se partirmos para outro processo Não Euclidiano (Non-forms) aqui o que passa a ser fundamental em todo o processo são as maquetes, a evolução delas e tambem as simulações virtuais 3D, o esquiço fica de uma certa forma num plano secundario mas que também é util. Por isso nao concordo contigo ||Arq||, quando dizes que é preciso ter traço...ajuda alguma coisa sim mas nao é o fundamental para se ser arquitecto. e as maquetes sao sim fundamental. Fazendo uma conotação com um mecanico de carro : ele precisa de tirar as velas do motor e tem imensas chaves que o possam ajudar mas, ele tem de escolher so uma ou duas para fazer o trabalho, entao ele vai escolher a chave que lhe dá mais facilidade em trabalhar naquele momento e de certeza que se fosse outro motor com outras configurações ele ia novamente a procura da melhor ferramenta para o facilitar no trabalho...Moral de tudo...cada um utiliza as ferramentas que acha adequado para um preciso trabalho.
  2. concentratZen.dk , fico entao a espera das bibliografias, e agradeço desde já a tua ajuda. Abraços...Ja agora disseram-me que estas no atelier dos PLOT...a tua formação academica foi feita aqui em portugal? Parabens e sucesso.
  3. ja agora se tiveres mais alguns elementos que possam ajudar a perceber melhor a proposta, tipo um corte(perfil) a escala 1/1000 ou 1/500 que mostre a relação do todo com a proposta da escola erá fixe que podesses mostrar aqui.
  4. Sim, mas repara uma coisa porque nao levar o conceito geral até a proposta do objecto? teria uma melhor leitura o resultado final com a proposta geral do que a proposta que apresentas. e mais, a relação do objecto( a escola) teria mais consistência e estaria muito melhor relacionada com o lugar se a mesma sequencia que deste ao Masterplan( se é assim que posso chamar)(proposta geral), darias tb ao volume de intervenção. O erro aqui é que tu estas a propor uma coisa para o masterplan(geral) e outra coisa completamente diferente que é a forma da escola. Repara que "organismo vivo", pressupõe algo em movimento, algo que está em constante metamorfose, e no teu projecto nao reflecte nada disso...apenas na proposta geral podemos perceber de algo que sugere movimento, mas que na proposta final apresentas algo estatico. Reflicta um pouco nisso e olha outra vez po teu trabalho pra veres essas coisas que nao estão lá, e que deviam de la estar para assim teres uma proposta com alguma consistencia. Abraços
  5. Bem confesso que a ideia inicial que utilizas como conceito "organismo vivo" é muito interessante e fascina-me muito esse tipo de ideia na elaboração da arquitectura enquanto conceito e também formal, mas, pelo que vejo aqui apresentado nos teus paineis o resultado final está muito aquem do conceito...ou seja tens o conceito e depois tens um projecto que nao reflete esse mesmo conceito, acho que o projecto perde muito por isso, repara na imagen que tens da sequencias da abertura das mãos e repara no edificio que tens no painel final...nao tem nada haver...na minha opinião devias te libertar mais e nao te prenderes mto nas plantas...devias explorar muito mais o conceito em termos de maquetes e muito mais...aconselho-te ver projectos dos NOX, FOA, ate algumas coisas do Greg lynn entre outros para poderes perceber um pouco dessas questões...nao sei se me fiz perceber mas tens um bom conceito pena o resultado final nao reflectir o conceito mas na mesma parabens.
  6. Mudei para a Lusofona era mais perto de casa nao tinha que estar 40 minutos a andar de metro pa chegar a UAL.
  7. Por acaso conheço-o de vista ele nao foi meu colega de sala eu quando estava no 1º ele tava no 2º ano...uma coisa fixe que a Autonoma tem é que as salas estao todas juntas e tu podes ver os trabalhos dos outros anos e isso é mto bom para um estudante...afinal aprendemos em comunidade e nao isolados....
  8. Ôlá Mario Serrano, eu andei lá no meu primeiro ano, foi um ano muito bom e muito cansativo, pois quando lá estive o curso so tinha na altura ate ao 4º ano ainda nao havia o 5º pois estava no inicio...há em todos os anos do curso um a dois prof "intitulados como estrelas da arquitectura portuguesa" no meu primeiro ano tive como profs de projecto Graça dias, Flavio Barbini, Margarida Nunes, em tecnologias tive o João Santa Rita entre outros...realmente aprende-se qq coisa...o curso ocupa-te o dia todo ou seja entras de dia e so sais de la a noite. Ficas de certa parte sem vida social apenas vives aquele ambiente(Saudavel???é descutivel)...e na altura o meu conhecimento em arquitectura era nulo ou quase nulo...ainda tenho alguns colegas lá na Autonoma tambem estao a acabar o curso este ano...bem se fosse hoje com os conhecimentos que tenho nao teria saido da autonoma teria ficado lá mas tb acho positivo a minha mudança pois hoje aprendi muito arquitectura por iniciativa propria...quanto em teres profs com nomes sonantes nao sei se isso é bom ou mau...mas uma coisa eu acho ficas preso nas formas arquitectonicas desse prof. pois sei que eles nas aulas gostam muito de dizer" vejam as minhas obras sao um bom exemplo de arquitectura" será isso positivo??????Até que ponto sera bom para um estudante de arquitectura?mas por outro lado deve ser bom pois estas a aprender com alguem que ja deu provas e isso ajuda ...bem nao vou falar mais vai ao site da Autonoma e vê la a descrição do curso...é muito interessante e esta bem estruturado...abraços
  9. Gostaria de participar na visita a obra...pena que sou de lisboa mas que acho muito interessante esta obra...de certeza que irei fazer um tour pelo norte e irei passar por ela...parabens claudiovilarinho tens alguns projectos mto interessantes...
  10. ja estou a finalizar o curso ...acabo este ano...pa começar outra etapa...
  11. Olá Guilherme percebo bem o teu caso...olha ja agora vou te contar o que aconteceu comigo...quando estive a fazer o 12º ano queria entrar pa Eng. Aeronautica na Covilhã mas nao consegui entrar e então nao ia ficar um ano a espera novamente dos exames para fazer outra vez...resolvi entrar pa uma privada em Arquitectura e foi uma escolha espontânea. Lembro-me que estava na cozinha a falar com a minha namorada e de lhe dizer "bem agora vou ter que fazer um outro curso pa nao perder mais tempo" e ela perguntou-me que curso queres? e eu disse "nao sei" e depois de alguns segundos disse "olha vou pa arquitectura" entao foi quando tudo se mudou e transformou em mim ...entrei po curso de arquitectura da Universidade Autónoma de Lisboa...foi entao que comecei esta odisseia que é Arquitectura...nao foi facil pa mim "Lembro-me o Graça dias a perguntar-me (pergunta da praxe) "Porque Arquitectura" e eu respondi pq foi a 2º opcção...depois disso foi um ano a estudar arduamente arquitectura(reconheço que aprendi mto nesse ano)...so que depois ficava farto de ir todos os dias pa fac de metro...entao no 2º ano mudei de fac pa mais perto de casa(Lusofona) e quando dei por mim ja todo embebido no saber ver arquitectura...nao me via mais a fazer outra coisa na vida se nao arquitectura...adoro o que faço e faço com prazer e satisfação...mas tb sempre fui autodidata em arquitectura...sempre fui curioso e isto talves é que me ajudou muito perceber e entrar neste mundo maravilhoso que é arquitectura....muitas vezes pergunto-me "será que arquitectura ja era uma coisa que estava pré-definida no meu inconsciente?" nao sei so sei que hoje nao vejo outra coisa se nao arquitectura...acho que os meus pensamentos identificam-se com a arquitectura e a Arquitectura identifica-se com eles....mas ainda me vejo a tirar um curso de piloto privado (de ultra-leve pa diversão e lazer) afinal tb é um sonho que esta intrinseco a mim pois venho de uma familia ligada a Aviação e nao a Arquitectura ...Bem o que te posso dizer é Boa sorte e ama aquilo que fazes pois so assim serás bom e terás bons resultados...Benvindo a este mundo.
  12. Bem ninguem tem mais sugestões?
  13. Olha so te sei dizer isto "Mais vale lutar por um fracasso fracassado do que ser derrotado pelo mesmo fracasso" pensa nisso e depois resolve as coisas com racionalidade. Ser arquitecto nao é facil muito mais num pais pequeno onde cada vez mais ter uma licenciatura é como ter um 9 ano...
  14. olhe nao hesites em comprar...é uma biblioteca indispensavel...digo isso pq uma coisa quando é mto boa deve se partilhar com os outros por isso força e vai la comprar que nao te vais arrepender...
  15. :p :icon14: ja os tenho na minha biblioteca so nao tenho o ultimo dos algoritmos alias tenho um outro "Tooling" que é a mesma coisa :icon14: obrigado pela ajuda.
  16. Bem comprei hoje este livro, e digo que estou satisfeito com ele ainda nao tive tempo de o ler com olhos de ler....dei uma vista na diagonal e é importantissimo para o inicio da minha tese...o Arq. Victor Consiglieri esteve na minha fac. o ano passado, esteve a falar sobre os dois volumes que ele escreveu nao me lembro agora do nome, pareceu-me um pouco enfadonho o Sr., mas este livro "As metaforas da arquitectura contemporanea" digo que superou mto aquilo que eu pensava....muito bom o livro...para quem quer perceber um pouco do que se trata a geometria nao euclidiana esta mto bem explicado no livro...mais nao digo...aconselho a compra do livro. obrigado pela ajuda Marcio Ferreira
  17. sim claro também os tenho como referencia obrigado pela ajuda.
  18. Bem, obrigado pela tua sugestão, é engraçado que este tema é o 2º tema que tenho pa tese, o primeiro era sobre a Teoria da Complexidade, ja tinha uma enorme bibliografia pronta pa fazer a tese neste tema...mas depois com o exercicio que fiz para a cadeira de desenho urbano (que esta tb publicado aqui no forum), surgiu-me outro tema que é "Novas formas urbanas, como experiencias emergentes nas cidades do sec. XXI", e fiquei por aqui com este tema, porque achei interessante perceber melhor a relação dessas novas formas com as formas ja existentes(consolidadas)e se calhar este ultimo exe. de projecto "Experiencia do Sagrado", pode fazer parte da investigação que eu vou fazer ao longo do trabalho da tese. De certeza que vou ter um capitulo que posso enquadrar este exercicio assim como outros que ja fiz como o trabalho que fiz no 1º semestre para a Trienal de Lisboa. Quanto ao nome do tema, é claro que nao é definitivo, é apenas para começar qualqueer coisa e é claro que no fim do trabalho o tema pode ser outro.
  19. Tracing Eisenman, ja o conheço de traz pa frente e frente pa traz:icon_pistoles: obrigada pela ajuda. mais sugestões!.....:icon14:
  20. Por acaso ja vi o livro mas nao o li...vou dar uma vista de olho nele assim que for a fnac. obrigado
  21. Infelizmente os tecnicos angolanos nao fazem nada...a obra ja está em curso e digo-te Ivan Pinhão, eu estive lá e informei-me sobre a obra acerca dos custos...epha Brutal, nao me lembro mais a quantia mas era uma coisa fenomenal para uma coisa dessas...mas enfim algo tem que ser feito...Concordo plenamente com uma intervenção urbana na baixa de Luanda, para a requalificação dos espaços que cada vez mais morrem, e algo tem que ser feito mas por favor coisas dessas não...parece coisas de um estudante do 1º ano...
  22. Para quem quizer ver melhor e com alguma info, está exposto um painel relativo a obra na Trienal de Lisboa no Pavilhao de portugal.
  23. Tenho algumas referencias tais como Rem Koolhaas, Zaha hadid, FOA, Eisenman, Ferrater, Josep Linas, alguns trabalhos desenvolvidos na Architectural Association e outros. imagens da AA
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.