Jump to content
Arquitectura.pt


Space Invaders

Membros
  • Content Count

    30
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Space Invaders

  1. Keep up the good work. Tá muito interessante o edifício, já n era sem tempo que começam a aparecer os primeiros edifícios em aço aparente em portugal, pena que ainda se esteja demasiado ligado a programas menos convencionais, como bares ou indústrias...A ver se quase 30 anos depois do CG Pompidou se aparece noutro tipo de programas mais "tradicionais" e praticado por mais arquitectos que o Regino Cruz que ainda anda um pco dividido, cm no centro congressos de estoril ...
  2. JAG, tava a falar pro João q tb é fotografo, e tem algumas fotos que acho bastante boas...não sei se já foste ver o site dele? E o comentário foi no sentido de que era bom haver fotos de outras pessoas sem que tenham de ser smp do FG... Para que um fazer todo o trabalho e os outros andarem a apanhar beatas do chão...? Mas é ja um costume Portugues, como o Siza fazer a maior parte dos grandes projectos de arquitectura em Portugal na ultima década sem concurso público sem nada...,diria que um reflexo da mentalidade (provinciana)daqui da terra que é de todos nós, de que se não é um nome da "praça
  3. ...ainda que as fotografias estejam bastante boas, o que é habitual do FG
  4. Obrigado pelo bom banco de informação João. Era bom que as fotos fossem tuas, para não ser sempre do mesmo... Abraço!
  5. Dreamer vamos longe com arquitectos cm as filosofias como o Pedro Ribeiro ou o Pintas. Também sou favorável à democratização máxima da arquitectura, indepedentemente de ser um promotor Privado ou Público, e uma pessoa é sempre livre de participar ou não, se achar que não tem nada a acrescentar ao lugar, nem perde tempo a fazer o projecto. Mas aqui a democratização é sempre um pouco assim, demasiado mercantil (não consigo perceber a génese deste problema ) Mas voltando atrás é so lembrar-nos do início da carreira do IM Pei, ou a vitória "heroíca" dos ainda muito jovens Rogers e Piano no Centro
  6. Hehehehe... Leste tudo q eu disse? Viste o que ele disse sobre Viana, se não tem sensibilidade para encontrar beleza em Viana do Castelo, não sei...
  7. "O edificio eh espectacular. Eh demasiado bom para Viana do Castelo."...ajudem o infeliz que disse isto...já não sei quem foi, mas não deve conhecer Viana, diria, sem querer ser directamente "má língua" q deve ser dakele país estrangeiro de Portugal, que começa a sul de Aveiro, pq quem conhece Viana, não consegue dizer uma coisa destas, uma das 5 cidades mais bonitas da península Ibérica, a que se junta o Porto
  8. Simple Mind, estou ctg, ainda mais desfigura toda uma cidade que nasce e se desenvolveu de uma forma tão harmoniosa, tenho de ir lá um dia destes com calma, ver como correu a invasão dos arquitectos a Viana, que em projectos mais conseguidos do que outros, acho que no fundo Viana perdeu..mas tenho d voltar, a última vez que fui ainda estava muita coisa em contrução... Abraço a todos e Salvem Viana do flagelo da arquitectura
  9. Acho que nem precisava de ser génio, mas o projecto vencedor do que vi.. é diferente..mas não sei se muito génio...parece-me que em algum sítio o projecto de perde por uma imagem que não é na verdade nada do outro mundo..mas a ver..
  10. Olá, acho que deves acima de tudo adequar os livros às tuas ambições e preocupações. Os livros aqui falados, já li grande parte deles, e parecem todos entrecruzados nas abordagens aos temas, não fazendo a apologia de qualquer ideologia distinta, bastante cerrados alguns deles a isso, como os do Zumthor.. De história da arquitectura, e porque o movimento moderno já vai e devia ir longe, um livro muito acessível de ler (mas extremamente caro) é o do Montaner, depois do Movimento Moderno. (parece manteiga comparado com Frampton, que tb aconselho). Dos livros mais interessantes que li foi da GG L
  11. Acho que o Pedro Barradas não foi o suficiente esclarecedor.. ainda que importante. Autocad aprende-se facilmente, em 5 mntos aprendes os comandos básicos e com o tempo vais aperfeiçoando, mas "desenrascas-te" muito facilmente. Para além de que em todos os sítios o usam. O mesmo não digo para autocad 3d que não é nada intuitivo. Eu uso sketch UP que nesse campo da intuição,é por enquanto do melhor que há...e em 10 minutos montaste a tua casa...ou o aeroporto. Mas é um programa limitado, e qq coisa mais além ele, enfim. O archicad, acho-o um bocado enfadonho d trabalhar, pouco intutitivo e se q
  12. Ola, DreamSpace, está tudo bem contigo? Obrigado por todos os teus comentários. Só hoje vi que tinha aqui uma mensagem tua, quando vinha aqui agradecer-te os comentários. Eu tou a comentar todos os q comentaste :) mas gosto bastante do teu entusiasmo pela arquitectura e os comentários que fazes não são duma pessoa do primeiro ano.. :P Quem sabe se não estou a falar com a próxima Frank Gehry :) Se quiseres algum dia alguma ajuda info, sugestões é so dizeres. O meu email e msn tá no blog :) . Entretanto espero continuar com todo este feedback que me alegra bastante . Beijinhos

  13. Olá, axo que já entendeste tudo o que eu queria dizer..:) ,e como já não me lembro do que ia para dizer, acabei sem dizer mais nada, mas vim aki dar-te uma satisfação para não parecer indelicado... Ahh...mas gostei foi do comentário do 40's V.nina "psicotrópicos meio janados em ebulição" Hehehe. Adiante.. Beijinho, que achas do meu blog? conheces-lo? http://experienciazora.blogspot.com/ Sinto que lhe falta qq coisa, mas não há tempo para muito melhor, para arranjar informação mais profunda, genero a sério dreamscapes, que fazem as visitas aos edificios d uma forma entusiasmante e não tão "standard", como se faz geralmente. Se não conheceres a série, procura na internet, se não encontrares eu tenho algures o site, é apresentada pelo david adjaye

  14. Vitor, so hoje vi com um largo sorriso, o teu comentário, e tenho a dizer-te que o mundo faz-lo o próprio indivíduo, se consideras que procurar um sentido artístico na arquitectura é em boa verdade um erro, que no fundo aquilo é 80% normativo, terei d concordar um pouco contigo, ainda que a percentagem um pouco menor, porém isso aplica-se a programas com um grau d complexidade superior a uma casa ou um edifício de habitação ou de escritórios, e esses edifícios fazem 90% duma cidade, programas que são em boa verdade o "grande sumo" da nossa profissão. E nesse programas, o peso normativo em rel
  15. Dream acho q entre o livre e o arbitrário há uma boa distância, e compreendendo a arquitectura como uma arte, devemos por isso procurar ao máximo tornar a liberdade omnipresente num projecto senão somos rapidamente engenheiros... E de todos os factores que falaste parecem-me sempre questionáveis até de um sentido artístico e não seguir os ideais totalmente utrapassados dos falsos filosofos (não tou a dizer q ele é, não sei) em que muitas vezes o q lhes falta é essa mesma criatividade e se refugiam num discurso que já se vai tornando um clássico,ainda que muitos se sintam na vanguarda ao dizê-
  16. Ah... Só para acrescentar, que alma têm aquela cantina? a antiga (antes de ter os computadores) era muito provavelmente a mais bela cantina da Cidade do Porto (o mesmo é dizer do País), envolvida na natureza, acolhedora...esta as janelas quando se tá a comer não se consegue sequer ver sequer o q acontece cá fora, para além d tar virada para aquela pracita (sem) alegria, não seria mais interessante estar virada para o jardim, mantendo todo aquele carácter introspectivo dos seus edifícios? Pq não manter a cantina original, e arranjar um espaço novo para os computadores, o espaço para eles é q qu
  17. Aquelas palinhas, e mesmo quem têm falta de ideias...completamente legítimo para a idade q tem. Agora, não sei pq q não escolheram um arquitecto mais arrojado para fazer o edifício? Afinal são as belas artes. E o concurso?Houve?
  18. Isto do mais é sempre discutível... se formos falar em termos ecológicos (um tema q se considera determinante na arquitectura actual) o Siza têm um conceito muito à portuguesa de sustentabilidade, em que o factor de edifício gerador ou pelo menos rentabilizador ao máximo de energia é sempre deixado um pouco para segundo plano, quando comparamos com outros arquitectos que essa preocupação é uma das permissas da sua arquitectura, e os edifícios são dotados dessa capacidade desde a sua origem. Isso não mostra alguma falta de seriedade nesse campo?? (lá vão todos cair-me em cima) hehe Quanto ao Mo
  19. Parábens pelas tuas fotos. Abraço, um dia temos d combinar e dou te o link do meu flickr pra veres as minhas.

  20. Se podesse votas em mais, votaria no Gottfried Bohm . Kenzo Tange . Gehry . Hadid, sem ser da lista os Lacaton & Vassal, Toyo Ito , David Adjaye, Osamu Tezuka e Peter Cook
  21. Olá. Concordo com alguns que outros arquitectos poderiam ser acrescentados (ainda q entenda a lógica, e tem o seu sentido para filtrar um pco a discussão), mas talvez fosse ainda mais importante poder votar-se em 3 e não apenas 1 que é segregador... Tou no voto solitário ao Richard Rogers, e com mais dois votos, talvez os gastasse nele tb (se pudesse). Não há (para mim) outro igual, com a mesma simplicidade de princípios, o sentido social, económico, e ecológico que ele, e com obras sobrias mas que permitem cor, e aquele ambiente (de excepção) industrial pelo qual tenho tanto apreço. O centro
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.