Jump to content
Arquitectura.pt


andre_arq26

Membros
  • Content Count

    15
  • Joined

  • Last visited

About andre_arq26

  • Rank
    Frequentador
  • Birthday 12/10/1984
  1. saudações a todos os utilizadores do fórum:zangado: eu espero que todos nós aprendamos algo com tudo o que sucedeu neste tópico, seja pela maneira como criticamos e aceitamos a critica, seja pela qualidade dos projectos apresentados, boa ou má. há que saber ver, ler e interpretar, de maneira, a perceber as razões do seu resultado, e de que maneira no futuro não haja nenhum de nós a projectar algo do género, porque, sinceramente o que aqui está em causa, é a zona histórica de uma bela cidade que é torres vedras, que se não resultou bem, talvez a discusão sobre este resultado ajude a melhor
  2. Percebo o que quer dizer, porém, no que à localização do aeroporto diz respeito, é fundamental para a "sobrevivência" do Turismo de Lisboa, e até para a própria cidade enquanto espaço público urbano, que necessita de pessoas, e principalmente de turistas, que são os que mais investem, que este esteja localizado numa zona que leve estas pessoas a continuar a circularem por esta. Neste aspecto julgo que a localização a sul da cidade, seja ela alcochete, ou não, é-me indiferente, será muito importante, não só como um dos passos que se tem que dar para a requalificação urbana da grande lisboa, m
  3. peço desculpa, foi um erro de sintaxe...caso não tenhas percebido, a minha intenção era aconselhar visitar o Centro de Espiritualidade e não o Concelho de Torres Vedras...já agora, não te esqueças que a importância da localização é muito mais importante para Lisboa do que para a zona do Oeste, nomeadamente Torres Vedras!! e para não suscitar dúvidas, a minha posição referente a esse assunto sempre foi de defender o aeroporto a sul do Tejo, no suposto "deserto"!!:icon_pistoles:
  4. Aqui ficam mais algumas fotos do Centro de Espiritualidade dos RRJ... Espero que gostem... e um conselho, visitem, porque as pessoas que lá estão são bastante acessíveis e vale a pena.:icon14:
  5. compreendo o ponto de vista apresentado pelo ARK, mas tal como também já foi dito, vai depender muito do tipo de material, da textura e do acabamento, que for utilizado, podendo mesmo limitar, se não mesmo eliminar quase por completo essa questão. mas tal como eu disse, essas técnicas construtivas ao nível dos vãos em vidro com água no interior ajudam também a eliminar esses aspectos, filtrando os raios solares e os u.v. agora, a meu ver, uma questão fundamental para esta zona do globo, que apresenta amplitudes térmicas brutais, em que aquece tanto durante o dia, como arrefece durante a noit
  6. por mim pode ser muito bem francesinha!! venha ela!!!
  7. este tipo de coisas são sem dúvida de lamentar, mas infelizmente tem tendência a aumentar, e a alastrar a outros países...cada vez o fosso entre a sociedade económica e endinheirada, e a sociedade trabalhadora está maior...basta olharmos em redor da nossa capital...não quero ofender ninguém, mas é preciso cada vez mais combater o aumento descontrolado da zona urbana, seja ela para a periferia, ou para "atafular" o centro. x(
  8. acho muito interessante o dinamismo criado nesta fachada supostamente plana. este projecto acaba por vir no seguimento da conversa que teve lugar no forum sobre o edificío da vodafone. de maneiras diferentes, claro, mas ambas bem conseguidas... gostava de pedir que mostrassem uma planta de implantação e outros registos para aí sim uma verdadeira leitura do projecto.:D
  9. a meu ver, esse problema da fachada não se mete neste local,até porque em termos geográficos, o Cairo fica bem mais abaixo que Portugal, tornando-o mais perto do Equador, reduzindo automaticamente a amplitude dos raios solares... aliás, ainda assim já existem métodos bastante simples, que com vidro permite combater esses casos, como é o caso daquele sistema de vidro duplo com água no seu interior, e também de vidros com uns acabamentos que são menos susceptíveis de serem ultrapassados pelos raios solares!! É caro, mas é verdade, e dúvido que quem quer que tenha construído ali se preocupe com i
  10. Um bom exemplo de arquitectura portátil, em que poderias optar por almoçar no fundo do mar, ou no alto de um penhasco, ou quem sabe suspenso no Cristo Rei com uma bela vista sobre a cidade de Lisboa...parece-me bastante interessante!!:D
  11. Saudações pessoal!! Eu não quero estragar os diálogos que tenho vindo a ler em relação a este história do "merchandising da igreja", mas penso que os mesmos começam a cair no ridículo. Se formos falar nessas bugigangas que se vendem no exterior do recinto, temos que comentar o enorme número de famílias que vivem à custa desse comércio, não tendo, sequer algo a ver com a igreja instituição. Concordo quando afirmam que existe cada vez mais idosos, não esquecendo que é essa geração, e a dos nossos pais, que vão, maioritariamente habitar esse espaço. Além disso, o conhecido Santuário de Fátima nã
  12. A meu ver não podemos ser tão, (desculpem a expressão), "mesquinhos" quando observamos uma obra, a ponto de dizer que copiou isto e aquilo... todos nós temos o nosso processo de aprendizagem e cada um de nós vai construindo a sua própria mentalidade e cultura arquitectónica. Consciente, ou inconscientemente, cada vez se vai tornando mais difícil de executar um edifício / uma obra arquitectónica em que não se possa apontar semelhanças com outros projecto já existentes. Desde os grandes mestres, que só se constrói algo de novo e revolucionário, se houver algo previamente construído. construído
  13. Bem tal como já foi referido, se tudo correr dentro dos previstos, podem contar com mais uma pessoa, ou seja.....comigo!! Se concordarem, serei mais um!!:nervos:
  14. Penso que o próprio Byrne diz tudo, quando afirma que o antigo edificio fazia uma "barreira" ao Parque de Palmela....pois, e o novo projecto, não?! Faz uma excelente união e transmite muita harmonia... Já agora, é impressão minha ou a escala do edifício é grande demais para aquilo a que se propõe construir?! A arquitectura não tem que ser só integração, mas numa sociedade em que a classe rica se vai, cada vez mais, distanciando da mais pobre...não sei, penso que a integração começa cada vez mais a ser a resposta!! Bem haja a todos!! P.S.: não fosse uma obra de arquitectura diria que andavam a
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.