Jump to content
Arquitectura.pt


faamo

Membros
  • Posts

    6
  • Joined

  • Last visited

faamo's Achievements

Newbie

Newbie (1/14)

0

Reputation

  1. Escadas em Caracol, numa tentativa de reabilitação de uma habitação unifamiliar muito exígua com rés-do-chão, 1º e 2º andares. É LEGAL? Onde está escrito que sim ou que não? Como se calculam as dimensões mínimas da escadaem caracol? Obrigado por qualquer esclarecimento!
  2. Mais um: João Paciência - www.joaopaciencia.com Abraço e parabéns pela actualização constante e preciosa para quem procura ateliers para trabalhar!
  3. Muito obrigado em meu nome e do meu colega co-autor da proposta. Também tive pena que não tivesse nem sequer tido uma menção honrosa, pois tinha esperanças depositadas no valor da proposta, mas os vossos comentários valem como um primeiro prémio! Muito obrigado asimplemind e AnaS! Caso saibam de alguém que queira realmente construir o Pallet Shelter para os fins que são propostos, façam o favor de avisar! E já agora caso saibam de alguém que esteja à procura de um arquitecto para trabalhar, avisem! Estou à procura de emprego, especialmente em Lisboa. Obrigado e abraço!
  4. Oi! Aqui ficam mais três novos sites de ateliers de arquitectura: CPU Consultores - www.cpu.pt Pardal Monteiro Arquitectos - www.pardalmonteiro.com Victor Mestre | Sofia Aleixo, Arquitectos - www.vmsa-arquitectos.com Que a lista cresça mais um pouco!!! Abraço
  5. Pallet Shelter Filipe Melo e Oliveira | Arno Geesink Memória Descritiva Quando se pensa em cidades há a tentação de reflectir-se sobre cidades europeias, desenvolvidas, industriais, mas muitas das cidades mundiais são aglomerados populacionais caóticos, perigosos e, acima de tudo, sem condições de habitabilidade, muito menos de um modo temporário. A nossa reflexão sobre um espaço temporariamente habitável dirige-se para cidades em que os conflitos sociais são mais profundos, em que o desespero pela sobrevivência é mais patente. Propomos, por isso, um abrigo temporário – cerca de dois a três dias –, com 19,44 m3 úteis habitáveis, para comerciantes ambulantes, mercadores e agricultores, que constantemente se deslocam entre cidades, em mercados semanais locais ou regionais, em cidades africanas em desenvolvimento, como o Zimbabué, Moçambique, Quénia e Tanzânia. O abrigo foi pensado para ser montado em praças públicas onde normalmente já ocorram mercados, podendo agrupar-se em bandas, traseiras com traseiras, com um espaçamento de cerca de dois metros entre bandas, para que essa pequena “rua” seja apenas de acesso e de serviço aos abrigos. O abrigo é de fácil construção, reciclando paletes de carga em madeira (modelo Euro Palete 1,2m x 1m), muito utilizadas no transporte de ajuda humanitária, e aproveitando folhas de árvore como a borracheira, a bananeira ou a palmeira para cobertura. Cada espaço pode ser ocupado até 2 pessoas e inclui uma banca de exposição de produtos amovível – cujo vão que ocupa é fechado à noite e quando o abrigo é desocupado – e duas camas em beliche que servem também como elementos de travamento estrutural. As paletes de madeira que definem o espaço permitem a criação de jogos de luz e sombra, com a entrada de luz natural pelas paredes, e a ventilação e salubridade do interior do abrigo, nos climas quentes africanos. A ideia subjacente ao uso é a de que o abrigo não é de ninguém, é de todos. Cada indivíduo abre, entra, fecha, usa, abre e deixa. Só há forma de trancar o abrigo pelo interior – exclusivamente por razões de segurança e de protecção dos bens –, na porta e na bancada que se transforma em parede, com trincos simples de deslizar. Não é por isso possível exercer posse sobre o espaço. O espaço é de todos os que o usem! Deste modo, os mercadores ambulantes poderão ter um sítio mais digno para pernoitarem temporariamente, para salvaguardarem os seus bens e exercerem a sua actividade mercantil ambulante mais facilmente, em cidades em vias de desenvolvimento, em África.
  6. Olá! Vou articipar no concurso de ideias Espaços Habitáveis, mas tenho uma dúvida. No ponto 3.3 do regulamento está escrito "3.3. Os participantes devem submeter no mínimo de 5 imagens", mas num tópico de Ajuda por Kandinsky está escrito "Podem ser anexados num máximo de 5 ficheiros por post e um total de 3 MB por utilizador." E estou certo de que também já li que era um máximo de 5 imagens noutro tópico. Afinal é um mínimo ou um máximo de 5 imagens? Será que os organizadores do concurso me podem esclarecer? Obrigado! Abraço, faamo
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.