Jump to content
Arquitectura.pt


Pinto Coelho

Membros
  • Content Count

    4
  • Joined

  • Last visited

About Pinto Coelho

  • Rank
    Turista

Meio Profissional

  • Instituição/empresa onde trabalha
    Pinto Coelho & Real, Lda
  1. Curiosamente andava toda a gente contente, pois haveria a partir daqui uma clara distinção: arquitectura para arquitectos e engenharia para engenheiros. A mensagem apregoada seria muito trabalho para os arquitectos e os engenheiros que ficassem lá com a engenharia. A realidade é que nem os arquitectos ganharam trabalho nem os engenheiros. Parece que ambos o perderam, pois entretanto o mercado foi-se. Sem discutir a justeza dos argumentos de uns e de outros, a verdade é que estes profissionais têm de conviver cordialmente e cada um na sua área e, aí os engenheiros estão claramente em van
  2. Não chega a ser nem bomba nem bombinha, pois vivemos numa total apatia.....a dos lesados..... e a de quem devia observar a justeza das leis...... ninguém se queixando……. as coisas lá continuam calmas como sempre.....! Quando divulguei o Acórdão não tinha a pretensão que a OA caísse, mas sim que reflectisse sobre os inúmeros atentados aos direitos dos candidatos a Membros e nada mais, já lhes bastava o mercado....! Que está contra os jovens Arquitectos que chegue....! Se alguém tem curiosidade em saber também sou licenciado em Arquitectura entre outras e se a AO pudesse bem me mandava pendura
  3. E agora será tudo em função da forma como cada um lida com as afrontas que lhe fazem. Se se sentirem lesados poderão mover sempre uma acção judicial a invocar os prejuízos que teve com a actuação da OA. Para os candidatos a novos Membros poderão sempre pedir a inscrição sem estágio e caso não seja concedido propor a acção judicial. Embora eu não acredite que alguèm se meta nisso, como já aconteceu no passado. O pessoal é sempre de bom "comer".... Pinto Coelho
  4. O tribunal Central Administrativo do Porto acabou de proferir um Acórdão que declara a inconstitucional o Artº 6º do Estatuto e por consequência da exigência de estágio para a inscrição como Membro Efectivo da OA. Esta decisão decorre de um dos processos judiciais em curso intentados contra a OA pela recusa da inscrição dos licenciados da UFP na Ordem dos Arquitectos ao abrigo do anterior RIA. A importância do Acórdão, que declarou inconstitucional a exigência do estágio, veio demonstrar que foram submetidos a procedimentos ilegais graves milhares de alunos de todas as Universidades do país,
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.