Jump to content
Arquitectura.pt


ruben alexandre

Membros
  • Posts

    1
  • Joined

  • Last visited

ruben alexandre's Achievements

Newbie

Newbie (1/14)

1

Reputation

  1. Bom dia, Pretendo colocar cortinas de vidro (por exemplo, link: http://www.cubritek.com/cortinas.php) na minha varanda. Na cortina os vidros desdobram-se, como se fosse uma cortina, e uma vez abertos ocupam um espaço mínimo o que faz com que a varanda assuma a sua forma original. Por outro lado pode-se dizer que não há perfis verticais, é constituído apenas por painéis de vidro deslizantes que formam uma superfície completamente transparente. Mesmo com a varanda completamente fechada, não existem quaisquer obstáculos visuais que impeçam a vista. Dado o exposto, e uma vez que, no meu ponto de vista não há alteração significativa da fachada, terei eu mesmo neste caso que solicitar uma licença à câmara municipal? Gostava ainda de comentar que a alteração visual de uma fachada é algo muito subjectivo. Passo a explicar, nos vários casos em que os proprietários colocam uma mesa e cadeiras, gaiolas, toldos ou até mesmo um estendal, etc., será também nesses casos necessário solicitar licenciamento camarário? Creio que não, todavia, trata-se clara e inequivocamente de uma alteração significativa da fachada (pelo menos enquanto tais objectos se encontrarem na varanda). Ressalvo que na minha opinião as varandas não deveriam ser espaços residuais, mas sim, extensões da habitação, onde possam ser criados pequenos espaços de lazer. A questão central é: Onde se encontra o limite entre o que se pode ter numa varanda e o que não se pode ter sem o seu devido licenciamento? Obrigado pela atenção. Ruben Guimarães
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.