Jump to content
Arquitectura.pt


Against

Membros
  • Content Count

    355
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    2

Posts posted by Against

  1. Estive numa conferência, em que José Mateus expos esse e outros projectos. Gostei particularmente da forma como a envolvente não foi descurada. Desde a fachada antiga que foi aproveitada até á capela que foi reconstruída. Até o "encaixar" do edifício com os outros já existentes. E fazendo isto tudo de uma forma que o tornou agradável e funcional.

  2. Eu também acho que deve haver cedências. Mas não me parece que mudar as coisas dessa forma tão radical, para facilitar a aprendizagem noutros países, seja o melhor remédio. Até porque as palavras não são escritas ao acaso. Há motivos para que exista o "c" em arquitecto.

  3. eu prefiro achar que a língua é o Português, como tal falada por pessoas de 8 países diferentes que como tal têm uma palavra a dizer. esse tipo de afirmação para mim é de puro provincianismo, se quisesse desenvolver um bocadinho ia falar de reminiscentes de espírito colonial, de salazarismos mal resolvidos, etc etc, mas essa discussão não me interessa assim muito.


    Pois, mas é o português de Portugal. E não tem nada a ver com salazarismos nem nada do género, até porque eu aprendi a dizer o alfabeto noutra língua muito antes de o saber dizer em português, e não vejo o que é que isso possa ter a ver com a questão. A questão aqui é que os outros povos que têm a língua portuguesa adaptada ao seu país e á sua cultura devem fazê-lo, mas não de forma é que sejamos agora nós a ter que nos adaptarmos a eles. :tired:
  4. Pois GinSoakedBoy, o problema para quem quiser avançar com um projecto desses é mesmo a escassez de informação. A não ser que se queiram debruçar sobre tudo que já houve de cinema português. Mas sem informações fresquinhas cai em desuso...

  5. Existem inúmeros blogs de gente bastante dedicada ao assunto e que dissertam sobre cinema português. Exclusivamente portugueses também devem existir alguns, mas dificilmente será algum sustentável. Mas no fundo acho que o pessoal se depara com a problemática de não haver muito que se diga. E vais ver se chegares a avançar com essa ideia, vais deparar-te com o mesmo problema. Mas força! :icon_chick:

  6. E porque é que somos nós que temos que passar a escrever sem as letras que não se lêem e não são eles que têm que passar a aprender a escrever? A língua é Portuguesa, não é brasileiro nem outra variante qualquer! Nós desaprendemos e eles continuam na mesma? :tired:

    De qualquer das formas isso não vai acontecer brevemente, segundo a SIC Online:

    Questionada no Parlamento pelo CDS-PP, na apresentação do orçamento da Cultura para 2008, Isabel Pires de Lima disse que os ministérios da Cultura e da Educação vão pedir uma moratória de dez anos para que Portugal tenha tempo de se adaptar ao novo Acordo Ortográfico.

    É que o novo acordo, que unifica a escrita em língua portuguesa nos países da CPLP, obriga a muitas adaptações e alterações, incluindo nos manuais escolares, disse.

    Portugal já ratificou o Acordo Ortográfico, mas tem ainda de ratificar o segundo protocolo modificativo do documento, o que, segundo a ministra, deverá acontecer até ao final do ano.

  7. Pronto, esses estiveram a fazer qualquer coisa de útil. E os profs estiveram envolvidos. Agora quando os outros vêm com a história de "Isto serve de integração" é que tem uma piada do catano... O meu prof de projecto quer acabar com os pinguins, ele diz que isto do degelo é muito perigoso porque eles acham que mandam... E olhem que o homem é grande!:s Cambada de ursos!:tired:

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.