Jump to content
Arquitectura.pt


gibag

Membros
  • Content Count

    255
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    2

Reputation Activity

  1. Like
    gibag got a reaction from RicardoMonteiro in Tendências da Arquitectura   
    No presente é sempre difícil definir quais as principais tendências da arquitectura. Geralmente é mais fácil olhar para tráz, percebendo-se melhor qual o rumo que a arquitectura tomou. Por exemplo, Durante grande parte do sec. XX, Le Corbusier e Frank Lloyd Wright eram vistos como totalmente dissonantes e opostos, nos meios académicos da altura. Actualmente, a apesar de terem seguido tendências distintas, são vistos como 2 vultos do modernismo internacional. O tempo acabou por mostrar que tinham mais afinidades que discrepâncias. Em relação à sustentabilidade, não me parece que seja uma tendência da arquitectura. É um conceito que se pode aplicar a quase tudo: Construção, economia, industria, gestão, ambiente, política, .......
  2. Downvote
    gibag reacted to fadadolar in Quem aprecia os projectos de Arquitectura em Espanha?   
    Passando a ironia, o que diz só demonstra uma enorme ignorância sobre a relação entre arquitectos camarários e arquitectos projectistas. Já conheci técnicos camarários extremamente competentes que tudo tentam para resolver os problemas levantados pelos processos que analisam e outros que nem deviam ser autorizados a chegar-se ao pé de um processo. Também já conheci arquitectos projectistas que nem deviam estar inscritos na Ordem, tal é o grau de irresponsabilidade e incúria e que, sim, tentam enganar as Câmaras informando mal processos ou arranjando expedientes manhosos para não se detectarem os incumprimentos à lei, e outros que em cada projecto tentam respeitar as regras com bons projectos e um cuidado extremo em tudo o que apresentam.
    E digo isto sendo eu projectista.
    Cuidado com as generalizações....
    Quanto ao termo de responsabilidade, deixe-me só dar-lhe um exemplo: um arquitecto entrega com uma comunicação prévia para umas obras simples num apartamento os termos de responsabilidade de autor e coordenador . Em fase de obra decide o arquitecto fazer alterações que deviam estar sujeitas a licenciamento, como alterações na estrutura, só que estas não estão bem acondicionadas e levam a que haja problemas nos pisos adjacentes.
    O que acontece? Obra embargada e processo de contra-ordenação (ou queixa-crime, dependendo da gravidade do problema), com possibilidade de processo na Ordem.
    É precisamente para estas situações que existem termos de responsabilidade, para responsabilizar o arquitecto perante a entidade licenciadora que se compromete a fazer o projecto entregue.
  3. Downvote
    gibag reacted to BrunoCS in Alma verde   
    oi marco, usei o autocad 2009 , 3d studio max 2009, vray 1.5 sp2 e um photoshop CS4.
  4. Downvote
    gibag reacted to FDionisio in Campanha anti-marquises   
    Olá Bruta Ponto por ponto "Eu gosto da roupa estendida nas ruas, gosto do cheiro, das cores, da dinâmica. Prefiro que me pingue água proveniente de roupa lavada do que de ares condicionados ou limpezas de varandas." - O aparelhos de ar condicionado é como as marquises, mais um atentado á qualidade de espaço que é de todos. - Não podes justificar um erro com outro. - A água da varanda a escorrer para a rua, na origem, em geral, está uma omissão de projecto. "Não gosto de ares condicionados, acho inadmissível que ainda hajam prédios novos que não têm espaço previsto para estes e estes nasçam na fachada e nas traseiras." - Na origem, em geral, está uma omissão de projecto. "Não gosto de marquises, mas compreendo. A casa onde vive a minha mãe tinha varandas para norte, nascente e poente, não tinha quase nenhuma arrumação e as caixilharias eram simples. Quando se mudou para lá, a minha mãe fechou duas das varandas, para arrumação e para melhorar o isolamento da casa. Graças a essa obra a casa foi avaliada energéticamente com um C, o que seria se não tivesse marquise com vidros duplos?" - Nada do que aqui dizes justifica a marquise: O isolamento podia ser feito nas janelas e paredes. A tua mãe não comprou a área das varandas como habitável ou arrumos. Alterou a Propriedade Horizontal etc, etc, "Eu mudei-me recentemente para a baixa, não tenho varanda, n tenho marquise, não tenho onde estender a roupa." - Quando foste para baixa já sabias como era a casa! Então qual é o drama? - Se a casa não cumpre as funções básicas, não dá o direito a um atentado do espaço de todos nós. Lembra-te vives numa sociedade urbana com espaços e regras (direitos e deveres).
  5. Downvote
    gibag reacted to X-acto in Diferenças entre faculdades + saídas profissionais   
    mmm...então MikeMoldao se nunca tiveste geometria descritiva isso muda de figura. aconselho-te a estudar qq coisa antes do ano começar: pegar nuns livros ou pedir a algum amigo q te dê umas explicações. Mais uma vez n te digo isto p puderes fazer a cadeira, mas porque e tal como o gibag disse estas cadeiras são no seu conteúdo essenciais p 1 arquitecto
  6. Downvote
    gibag got a reaction from galfarro in Assinatura de alvara   
    Se não pagam há 8 meses já devias ter rescindido há muito tempo. não tenhas ilusões. Estas empresas tem autorizações anuais que são dadas em Janeiro ou Fevereiro. Ou seja, eles já a tem pra todo o ano de 2009 mesmo que rescindas agora. Só no final do ano se voltam preocupar com isto, contigo ou com outro que vier.

    Este vínculo é apenas burocrático, não implica tarefa nenhuma em especial, é apenas uma obrigação da empresa em ter alguém (eng. ou arq.) assossiado a responsabilidade da sua actividade.

    Conheco muita gente que tem este vínculo, eu também já tive, e nenhum prestou qualquer tarefa prática para as respectivas empresas. Estas geralmente também nunca pedem nada.
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.