Jump to content
Arquitectura.pt


Recommended Posts

Poderá uma obra arquitectónica constituir uma discussão frutífera da sua indefinição enquanto obra de arte ou objecto cientifico e neste sentido funcional? Na sua índole, o conceito funcional interage com a definição de habitação, e neste sentido poderá coexistir enquanto conceito artístico?, ou uma complementa a outra e vice-versa?

Link to post
Share on other sites

...bom, não sei se percebi bem as questões, mas cá vai a minha opinião. primeiro ponto: A arquitectura não é uma ciência exacta, pois caso o fosse só haveria uma arquitectura possivel e não várias como se constata. Na verdade diferentes arquitectos provenientes de diferentes backgrounds e com conhecimentos e sensibilidades diferentes quando confrontados com o mesmo problema (por exemplo um dado concurso) apresentam sempre soluções (projectos arquitectonicos) também elas diferenciadas. segundo ponto: Segundo uma definição amplamente divulgada, e não sei se hoje ainda aceite, sobre a total inutilidade/funcionalidade dos objectos que se qualificam como arte, então a arquitectura devido à sua função programática fica automáticamente dela excluida. Pessoalmente não concordo com esta definição de arte e de qualquer forma acho que a arte, mesmo a dita inútil, é-nos necessária. Somos humanos e a nossa inteligência já suplantou os nossos instintos primários há muitos séculos. Eu, pelo menos, preciso de arte. Talvez não para sobreviver, mas para viver! Também acho que o rigor aplicado tanto no desenho como nas soluções construtivas da arquitectura é o resultado/fruto do nosso conhecimento cientifico. A arquitectura a meu ver tem tanto de cientifico como de artistico... umas são mais racionais, outras mais intuitivas ou emocionais

Link to post
Share on other sites

Sim, de facto a arquitectura não é uma ciência exacta, e deste modo assume-se como uma disciplina aberta a novas ideologias, vivendo da sua própria indefinição formal, e do seu compromisso com a função. Desta forma, poderemos considerar que a arquitectura e, por imposição de uma função bem desempenhada se torne num objecto de design construído para aquele efeito, arrasando toda a concepção artística?

Link to post
Share on other sites

Pois há essa questão das peças de design, o que são? O design veio optimizar a relação entre o utilizador e a função do objecto. parece-me que o design é uma arte aplicada. Se se considerar Arte como dominio da matéria para solucionar uma função então acho que a arquitectura têm ai uma grande proximidade com o design. acho que um problema de design é um problema de arquitectura, mas no entanto o design devido à sua escala interage sobretudo com o ser humano e não tanto com o meio ambiente onde se insere. Assim o design torna-se muito mais passivel de se tornar global, susceptivel de standartização e produção/venda em série com sucesso. No design há menos condicionantes e portanto é mais fácil de generalizar soluções, enquanto que na arquitectura devido à multiplicidade de elementos variáveis com que opera, é muito mais provável de se tornar peça única. O design é feito com base numa população alvo generalista que ronda os 95%, enquanto que a arquitectura é feita para um cliente e um lugar. No meu entender há semelhanças entre design e arquitectura, e ambas as disciplinas nascem de uma concepção artistica, agora aonde começa a arte e aonde ela acaba isso já vai depender daquilo que se tome como definição de arte.

Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.