Jump to content
Arquitectura.pt


Penafiel | Casa 1 | Cláudio Vilarinho


Peter

Recommended Posts

boas. de passagem por Penafiel, um amigo meu levou-me a ver esta moradia. apenas a conhecia de passagem mas nesse dia fomos lá ver de perto. estava um trabalhador na obra e lá fomos nós de maquina na mão pedir gentilmente para ver a obra, claro à espera de um resposta negativa... mas não! lá nos deixou ver a obra sem problemas... não sei quem é o arquitecto e pouco sei acerca do projecto, apenas sei o que pode ver no local. numa primeira análise a moradia desenvolve-se num só piso, sendo de tipologia T2. em termos estruturais e como se pode ver nas imagens, é feita numa estrutura metálica assente numa laje de betão armado... mais informações que encontrem... disponham :)

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 75
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

peter: podes ter contribuído para o despedimento do trolha!! :) seguramente se ele contou ou ao proprietario ou ao mestre de obra levou um grande sermão. Não tens fotos da totalidade da volumetria da casa? Achei interessante esse tipo de construção, não é mesmo nada comum em portugal!

Link to comment
Share on other sites

peter: podes ter contribuído para o despedimento do trolha!! :p seguramente se ele contou ou ao proprietario ou ao mestre de obra levou um grande sermão.

Não tens fotos da totalidade da volumetria da casa? Achei interessante esse tipo de construção, não é mesmo nada comum em portugal!


espero que não tenha sido despedido o pobre do homem... :)

infelizmente não tenho mais fotos! noentando já pedi ao meu colega para passar por lá e tirar mais umas fotos! assim que as tenha coloco aqui!
Link to comment
Share on other sites

O sistema usado na moradia é o sistema LSF, em que toda a estrutura é feita em aço galvanizado leve, as paredes exteriores são em OSB e as interiores em Gesso Cartonado com lã de rocha entre as placas. posteriormente levam um revestimento.

Link to comment
Share on other sites

Para informação de todos os visitantes, esta obra está a ser executada segundo o sistema Light Steel Framing. O gabinete de engenharia que efectuou os projectos de execução desta obra, a empresa FUTURENG (www.futureng.com) dedica-se em exclusivo a este sistema construtivo, sendo que no seu site estão contidas extensas informações sobre as técnicas, materiais e vantagens. Lembro ainda que a empresa construtora, a OBJECTO, já executou diversas obras em LSF podendo várias delas ser visionadas nas páginas daquele gabinete de engenharia neste endereço: http://www.futureng.com/parceiros/construtores/objecto.htm

Já agora, como responsável pela promoção do Light Steel Framing, pergunto se poderei incluir no site da Futureng uma referência a este portal de arquitectura...

Cumprimentos,

Carlos Pereira
FUTURENG

Link to comment
Share on other sites


Já agora, como responsável pela promoção do Light Steel Framing, pergunto se poderei incluir no site da Futureng uma referência a este portal de arquitectura...



bem-vindo Steelman,

já enviei uma MP a um dos administradores do Arquitectura.pt sobre a sugestão! em breve ele decidirá!

cump.
Link to comment
Share on other sites

Já agora, como responsável pela promoção do Light Steel Framing, pergunto se poderei incluir no site da Futureng uma referência a este portal de arquitectura...


Seria um previlégio poder constar no site da Futureng.
A principal meta do Arquitectura.pt é a divulgação e promoção da Arquitectura.

Brevemente iremos dispor de bases de dados de empresas e materiais e, nessa altura, entraremos em contacto com a Futureng para fazer parte dessa mesma base de dados.

Abraços e parabéns pelo excelente trabalho e divulgação do LSF
Link to comment
Share on other sites

Uma pergunta. O gabinete de engenharia fez o projecto de execução relativo ao projecto de estabilidade, não ao de Arquitectura, certo?


Exacto. A Futureng executa os projectos de estabilidade, incluindo o betão armado para fundações, caves e muros bem como toda a estrutura metálica em aço galvanizado enformado a frio para a execução de paredes exteriores e interiores, lajes e coberturas. A Futureng fornece ainda a pormenorização para a execução da estrutura metálica.

A arquitectura não é da nossa responsabilidade. Apenas realizamos a engenharia de todo o tipo de moradias unifamiliares ou de reabilitação de edifícios antigos que os construtores ou proprietários nos apresentam. Já agora referimos que, quase sem excepções, a arquitectura que nos chega não foi pensada para tirar proveito das enormes vantagens que o Light Steel Framing (LSF) apresenta ao arquitecto, das quais apenas refiro a menor espessura das paredes, com o consequente ganho em espaço interior mas com incomparável melhoria das condições térmicas, acústicas e da qualidade do ar interior. O baixo peso dos materiais, apesar da sua grande resistência, é outra vantagem que poderia ser aproveitada por quem projecta um edifício.

Cumprimentos,

Carlos Pereira
www.futureng.com
Link to comment
Share on other sites

e os custos?


A pergunta referente aos preços, como pode calcular, é sempre de difícil resposta. Como sabe, existem muitos automóveis nas estradas e a maioria possui as mesmas características básicas. No entanto, os preços variam imenso consoante as marcas e os níveis de equipamento de cada um. O mesmo se aplica a uma casa. Usualmente, são os níveis de acabamento e do equipamento que fazem a diferença nos valores. O que lhe podemos dizer é que uma habitação com estrutura em aço é comercializada sensivelmente pelo mesmo preço de uma casa vulgar. A vantagem do sistema LSF não reside no preço mas sim no que o cliente obtém pelo mesmo valor. Ou seja, pelo mesmo preço de uma casa em alvenaria, o proprietário obtém mais conforto térmico e acústico, menor risco de vida em caso de sismo, menor manutenção e terá a sua casa pronta mais cedo.

Os preços actualmente praticados para a venda de moradias unifamiliares com acabamentos médios rondam os 650 a 700 euros por metro quadrado, na área suburbana de Lisboa. Conforme dissemos acima, os preços da construção LSF são similares. Podem, no entanto, existir certas circunstâncias que permitam uma redução substancial dos valores. Por exemplo, para quem pretende construir diversas moradias, geminadas ou de plantas similares numa urbanização, será possível diminuir grandemente os custos de transporte e deslocação de materiais e pessoal. Além disso, é possível montar certos elementos da estrutura em armazém e posteriormente transportá-los para o local da obra, coisa que é impossível fazer nos processos convencionais de construir. Isto poderá também reduzir os preços finais da construção.

Carlos Pereira
www.futureng.com
Link to comment
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.