Jump to content
Arquitectura.pt


Xana

Arquitectura portuguesa - Cultura portuguesa

Recommended Posts

Bem, não sei se este tópico estará melhor aqui ou na secção "Erasmus", mas aqui vai... Olá! Este ano estou a fazer Erasmus na Finlândia, e para uma das disciplinas o professor porpôs-nos uma aula (facultativa) onde teríamos que fazer uma apresentação do nosso país e da nossa cultura, relacionada com a nossa arquitectura também. O que eu venho pedir ao fórum é uma ajudinha :) Ideias de obras que estejam muito relacionadas com a paisagem portuguesa, ou com os vários tipos de paisagens portuguesas. Obras, de preferência contemporâneas, que mostrem uma correspondência com a nossa cultura. Até certo ponto pensei em relacionar a nossa arquitectura com a nossa gastronomia e os nossos vinhos, mas também não sei como o fazer... Enfim, se possível aguardo sugestões. :) (Para o final da aula vou levar uma garrafinha de Vinho do Porto :O) Alexandra

Share this post


Link to post
Share on other sites

... e relacionar a nossa arquitectura contemporânea com os valores historico-partimoniais, vernaculares, sociais e climáticos... as influências da arquitectura Árabe e Romana ( Sul portugal)... etc... Interrelações interessantes é que não faltam...


Quem cria renasce todos os dias...
Agua-Mestra, Lda
Não sou perfeito, mas sou muito critico...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Penso que se não falares na influência do Alvar Aalto na obra de Siza Vieira, quem tem de ter aulas é a professora. A construção foi um reflexo da cultura há já muito tempo atrás, tal como vemos no inquérito à arquitectura popular. Hoje em dia a contrução não tem necessariamente qualquer relação com a cultura que habita. Faz-se de tudo e em todo o lado. Cada arquitecto vende o seu peixe e tenta ter a sua linguagem individual só sua, na total homogeneidade de ofertas de mercado. Quem andou preocupado com essa de se ser português foi o Távora, com a casa de Ofir. A principal característica da arq. portuguesa é a ruralidade de meios, a simplicidade e o pragmatismo dos construtores portugueses. Hoje em dia sobrevive algum vínculo com o artesanato, o valor do desenho (exclusivamente no Porto), e o sentido artístico dos arquitectos portugueses, e pouco mais. Em breve não haverá distinção qualquer.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Só para não basar sem uma referenciazita, e já que falaste em vinhos e tal, aqui fica: Centro de Visitantes da Gruta das Torres, dos SAMI (Inês Vieira e Miguel Silva). Ilha do Pico. 2003. É arquitectura contemporânea, mas que tem uma extrema atenção à paisagem, à escala de intervenção, aos materiais e às tradições construtivas locais. Outra: o Museu dos Baleeiros, na mesma ilha do Pico, de Paulo Gouveia: situação em que ainda foi possível utilizar mão de obra especializada nas técnicas de construção em madeira (dos emigrantes e da construção naval). Bom proveito

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.