Jump to content
Arquitectura.pt


Recommended Posts

Caros amigos recorro à vossa sabedoria afim de me poderem dar umas luzes no software 3DS Max 2009. Até agora tenho-me orientado como posso com programas como AutoCAD, SketchUp e Cinema 4D mas até agora posso dizer que sei apenas o indispensável e o que os programas que deixam fazer mas eu acabar com isto, não quero fazer apenas o que o programa me deixa fazer mas sim fazer o que eu quero que o programa faça, realmente o que eu quero. Assim sendo venho pedir a quem se disponibilize afim de me poder dar umas dicas a nivel e conhecimentos (quer sejam tutoriais quer sejam ebooks) acerca de AutoCAD 3D e 3Ds Max 2009, conhecimentos estes a nivel de aperfeiçoamento para autocad, isto porque sei pouco mas sei algumas coisas de cad 3D e sei rigorosamente nada de Max. Já fui descobrindo alguns tópicos relacionados com Max mas ainda não encontrei tópicos que fizessem referência a principiantes em Max. Desde já peço imensas desculpas se estou pedindo demais. Os meus melhores cumprimentos.

Link to post
Share on other sites

Tenho conhecimento que Cinema é paralelo a Max mas eu pretendo, agora, envergar e aprofundar 3DS Max. Continuo a realção a razão deste meu tópico, gostaria que alguem me podesse dar boas dicas de como começar a manipular ainda melhor autocad 3D e 3DS Max. Sem mais.

Link to post
Share on other sites
Caro Kyos,

Como o 3ds pertence ao bom grupo autodesk tens que fazer como eles querem e não como tudo gostarias.... Ou seja contacta um representante e vai fazer formação..... PAGA!!!
Simples como beber um copo de água.

3DS não é para autodidactas, pelo menos não é para todos.

De qq forma Boa Sorte e coragem
Link to post
Share on other sites

Aqui tenho de dar razão ao Zorbatan... Eu fui auto-didacta de 3ds MAX e agora migrei para o Cinema 4d, porque é mais barato, mais simples, e porque faz o que eu quero, ou melhor que eu preciso. É verdade que existe muito mais material de suporte para MAX do que para Cinema 4D, sem sombra de dúvidas, mas também não percebo a razão de tamanha fixação pelo MAX. Mas como cada user sabe de si, há que respeitar a decisão de cada um. Na minha opinião, se estás decidido a aprender o MAX tens duas soluções: ou pagas para ter formação - se moras em Lisboa tens muito por onde escolher para ter formação -, ou te dedicas a sério à leitura dos manuais que acompanham o programa, que são do melhor que há: aqui tens dois tipos de manuais - o manual de utilizador e os tutoriais. Recomendo que comeces pelos tutoriais e depois te dediques ao manual, já que este último aprofunda os conhecimentos adquiridos no primeiro...

Link to post
Share on other sites

meus senhores, o Kyos pode estar a procura nao so de um programa mais capaz, mas tambem de mais um fostware no CV, porque o 3D max ainda e usado por muitas empresas por esse mundo fora, nao so para Arquitectura mas tambem para outro tipo de trabalho 3D, animacao, jogos..... se calahar se o Kyos trabalha-se num pequeno atelier ou para ele mesmo, ista questao nao se punha...

Link to post
Share on other sites

Oi KyoS
Se fizeres uma pesquisa no arquitectura.pt, vais encontrar muitos links relacionados com o que pretendes, mas deixo aqui alguns tutoriais básicos para o MAx


1- http://www.tresd1.com.br/portal.php
2- http://www.3dbuzz.com/vbforum/sv_home.php (vê a secção 3dstudio max interface e 2d vs 3d, noções básicas)
3- http://area.autodesk.com/
4- http://www.immi.hu/training_videos.php?lng=en

Alguns tutoriais são um pouco mais complexos, mas na minha modesta opinião, é sempre bom ficar com as noções mesmo que sendo muito básicas sobre qualquer software, depois poderá ser mais fácil optar e aprofundar o software que se ajusta mais ao objectivo traçado.

O Max não é um bicho de 7 cabeças, quando bem orientado torna-se bastante simples... nem todos necessitam de renders "bonitinhos".

Deixo um bom Livro que poderá ser muito útil...

Imagem colocada
3ds Max 9 Curso Completo João Barata e João Santos, por "apenas" 38,05 Euros, fica-se bem documentado, desde que haja vontade e paciência não necessita de um curso pro (claro que fica bem mais fácil)

Cumprimentos
RS

Link to post
Share on other sites
  • 3 weeks later...
  • 2 months later...

Pois é... Acho realmente dificil de se ser autodidata neste tipo de programas. Existem muitas ideias erradas inclusivé sobre a forma de se trabalhar em 3D (não vou agora falar sobre isso). A questão é a seguinte... se estás a fazer arquitectura e queres apresentar uns 3D's "engraçados" como apoio ao projecto e como apresentação, é como disse o Bruno; REVIT... mesmo assim com alguns senãos... Para se tirar partido como deve ser de um programa como o Max "sorry" mas normalmente tem que ser quase unicamente a "fulltime". Dou formação nesse programa e faço trabalhos em 3D. Penso que não devemos ter ilusões quanto a isso. O melhor mesmo é formação como disseram... se estiveres em lisboa posso por unicamente aconselhar a Qualicad e a The-Edge.. tudo o resto, bom.... no comments. Se quiseres tb dou formação.... hehehehehe

Link to post
Share on other sites

Eu acho que não devemos ter ilusões, qualquer pessoa curiosa e que saiba ler, aprende 3DS Max através de tutorials ou de uns meros livros...


Aprende o quê???? Os básicos??? A fazer uma caixa e clicar no botão render sem perceber as suas configurações???

Nem mesmo o autocad se aprende a ler livros e a fazer tutoriais... Ou melhor, aprender aprende-se, mas apenas e só meia dúzia de comandos, os necessários para ter o trabalho feito.

Eu acho que ou se tem muita força de vontade e muita dedicação para passar muitas horas a explorar um software e a testar ou então só com formação se chega a um nivel acessivel de dominio de um software técnico. E é tão mais difícil quanto mais técnico for o software e mais antigo for o seu desenvolvimento... POrquê??? Um software técnico usa linguagem técnica e conceitos de trabalho diferentes ao que estamos habituados, logo exigem habituação e dominio destas matérias...

Em segundo, um software com muito tempo de desenvolvimento e muitas versões só dificulta, porque foi criado em alturas em que as premissas não assentavam no conceito "user-friendly" e porque notasse claramente que existe uma sucessão de ferramentas claramente adicionadas à posteriori, dificultando a interacção com o software.

Não é por acaso que softwares mais recentes (ex: Cinema 4D, MODO, entre outros) que assentam nesta última premissa e são criados já com objectivos claros de desenvolvimento, têm tido forte adesão. Primeiro porque têm um tempo de aprendizagem mais curto e simples, e depois porque têm uma abordagem diferente que os torna mais simples de usar.

Não é também por acaso que grandes empresas de animação comecem a adoptar outras tecnologias mais recentes porque estão mais optimizadas, porque são mais simples, mais baratas também e mais objectivas. Veja-se o caso da PIXAR, que entre outros gigantes desta indústria está a migrar para o MODO 302, ou outras empresas que estão a abandonar outros produtos como o 3ds max ou o maya, para avançar para um Cinema 4D ou um XSI.

Como tenho dito, neste e em outros locais, o verdadeiro artista é o utilizador e não a ferramenta que usa, pois qualquer ferramenta permite que se chegue ao resultado que se deseja, com mais ou menos trabalho, com mais ou menos facilidade ou simplicidade.

Não estou com isto a dizer que não se aprende um software a ler os tutoriais e os manuais. Nem estou a dizer que o 3ds max não se aprende desta forma. Nem estou a dizer que se deve, só porque sim, pensar em usar outros softwares que não os gigantes. O que eu estou a dizer é que há muito mais do que o 3ds MAX e o MAYA nesta indústria... Existem muitas mais marcas e empresas do que a Autodesk...

Por isso uma pessoa que vá iniciar agora não deve fazer a escolha de animo leve. Deve sim fazer o download de trials e testar uma primeira abordagem para ver com qual ou quais se identifica melhor e qual se sente mais confortável. E depois sim, deve atacar o ou os que melhor respondem às suas necessidades. Para uns será um software mais simples de usar, para outros será um mais completo e mais robusto. No limite tudo se resume ao tipo de coisas que é para fazer com o software...

Esta é apenas a opinião de um auto-didacta de vários software (Autodesk e não só), mas que gosta de estar atento aos outros mais pequeninos que por vezes surpreendem e muito quando surgem no mercado....
Link to post
Share on other sites
lllARKlll concordo contigo... mas ruivenda, Epah entao sou 1 num milhão lol... porque creio ter adquirido um bom nível aprendendo apenas com tutoriais e bastante tempo... até posso mostrar algumas imagens dos meus trabalhos...

Imagem colocadaImagem colocada

Bem só tenho isto aqui no portátil.. mas creio que não estão maus.. e foi tudo sem cursos caros lol...

Melhores Cumprimentos :)
Link to post
Share on other sites

Eu também atingi um bom nivel de produção 3d e render em max sozinho, sendo auto-didacta... Mas se dominar 10% do software é muito... Daí eu dizer que ou se tem um bom professor que domine a coisa a 100% ou perto, ou dificilmente se chegará a esse nivel...

Os resultados mostrados em cima estão bons sim... Mas consegues fazer muito melhor, mas muito melhor num software como o 3ds max ou qualquer outro ja aqui mencionado...

Deixo aqui um link para alguns dos meus trabalhos 3d de renderização/modelação - os projectos são do arquitecto a que a página faz referência - a modelação/renderização dos projectos é da minha autoria em colaboração com o Ricardo Carvalho.... http://www.mfarquitectos.com/

Os resultados também não são maus e eu dificilmente direi que eu domino o software em todo o seu potencial... Sei os básicos. O minimo indispensável para conseguir os resultados aí mostrados, nada mais do que isso.... Ainda tenho muito para aprender e para explorar....

Link to post
Share on other sites

RUI VENDA trabalhas para alguma software house?

Uma linha no currículo para dizer que tiras-te um curso de Max? Um Arquitecto deve saber fazer frames/renders, não precisa dominar 100% do Max e muito menos será o curso que fará dele um bom profissional, terá que sempre desperdiçar tempo a aprender a coisa e depois provar que sabe fazer. O que de facto importa neste caso é saber fazer.

Gastem dinheiro num Mestrado, num Doutoramento, numa Pós-Graduação ou em qualquer coisa que vos confira um título ou que se configure como difícil.

Aliás, temos que consumir mais... mais ainda!

Link to post
Share on other sites

Não... Não trabalho numa software house... E não também não tirei nenhum curso de MAX pelo que tal não consta no curriculum. Um arquitecto "DEVE" saber fazer frames/renders??? Quantos sabem??? Uma grande minoria dos arquitectos que conheço... E lá por ser verdade que não seja preciso dominar o max a 100%, tal não significa que formação de qualidade não te confira mais capacidades do que a mera exploração sozinho - tal como eu fiz... O que há que tirar desta discussão é a relação custo-benefício... Eu para dominar o max ao nivel que domino (que não é muito) passei meses senão mesmo anos a batalhar a descobrir uma coisa nova a cada evolução. Mas também já vi apresentações (não formações) de formadores credenciados que demonstram a sua qualidade como formadores e em que só de assistir a uma apresentação sua se aprende como se se tivesse um curso. Daí eu dizer que a formação de qualidade acaba por ser um atalho para se atingir uma boa qualidade/produtividade nestes softwares mais especificos e mais técnicos.... Só isso... Agora e para finalizar, há que saber procurar a formação de qualidade e se possivel pedir uma demonstração feita pelo formador.... Geralmente esta é um bom indicador da sua qualidade enquanto formador...

Link to post
Share on other sites
  • 1 month later...

lllARKlll concordo contigo... mas ruivenda, Epah entao sou 1 num milhão lol... porque creio ter adquirido um bom nível aprendendo apenas com tutoriais e bastante tempo... até posso mostrar algumas imagens dos meus trabalhos...

Imagem colocadaImagem colocada

Bem só tenho isto aqui no portátil.. mas creio que não estão maus.. e foi tudo sem cursos caros lol...

Melhores Cumprimentos :)



Excelente!!

Onde posso encontrar tutoriais sobre como passar DWF ( AutoCAD ) e chegar a esse ponto?
Link to post
Share on other sites

nao quero desanimar nem mt menos entrar em guerra com ninguem... nao comparem o max com cinema 4d... o que ai está no max é fazer o 3d em cad exportar para max aplicar os materiais luzes e render sem mexer em definições... pois é facil falar mal do max se nao se conhecer as potencialidades do melhor programa do mercado... quando souberem mexer a fundo naquilo ai sim podem opinar...

Link to post
Share on other sites

Também não estou a ver como podes dizer que o Max é o melhor do mercado, sem conheceres todos os outros. E aqui ninguém diz mal do Max. O que acontece é que, para as necessidades de um arquitecto, há outros produtos capazes de chegar a resultados excelentes por uma fracção do preço. Nós não produzimos jogos, ou longas metragens de animação, e até passamos bem sem inverse kinematics. Precisamos, sobretudo, de uma ferramenta que nos ajude a "vender" o nosso projecto. E, para isso, há coisas no mercado bem mais baratas que o Max...

Link to post
Share on other sites

conheço outros e nao estavam a falar de preços a pergunta colocada tem a ver com o max e com o seu funcionamento.. existe é diferença de limitaçoes de programas e no que a isso diz respeito são todos mais limitados que o max.. no max se sei fazer real faço, se sei mas nao quero nao faço... enquanto nos programas até aqui referidos nao se consegue ter um produto final tao real como no max.. isso é obvio.. e quando disse que o max era o melhor estou m a referir ao cinema 4d e outros tantos que aqui foram falados.. como é sabido existem tantos outros melhores mas que nem se ajustam ao tema arquitectura..

Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.