Jump to content
Arquitectura.pt


Housing on the Edge


Recommended Posts

Este foi o meu ultimo projecto na Boston Architectural College.
Deixem uns comentarios!
Obrigado

Texto do projecto:

HOUSING ON THE EDGE
The project is located along Border st., East Boston. The site’s history reveals that it used to be the location of a large shipyard. In earlier years wood clipper ships were build here and then substituted by steel haul ships.
East Boston depended largely on its maritime industry, its residents worked in many of the shipyards located along its water front or in industries that supported the ship construction. Today the industry has died out and the city began to lose its connection to the harbor.
The site itself is abandoned and only the remains of its past inhabit it. The presence of the old wooden piers and the rails that used to lead into the dry docks are the only connections to the site’s history.
This project is based on the idea of these loss connections. How to create new connections to bring East Boston’s residents back to the waterfront while maintaining the connections to the past? This became the main problem the project attempts to solve.
The given program was maintained with the introduction of a ferry terminal. This seemed appropriate to reestablish the maritime activity the site once had. All of the commercial portion of the program was located on the first two levels of the building in order to create more public areas for the use of the city’s residents. The residential units, more private, form the residential tower, the vertical element of the project which establishes a dialogue with the horizontal element that contains the commercial area.
On the site edge were built new piers for access to the ferries and for leisure of the inhabitants. At the end of the site a steel landscape structure evokes the old wooden piers which eventually will disappear due to the action of the water, but whose memory will be preserved in this steel structure transforming it into a memorial of the sites history.
This project began to be formed by the reactions to its context, by its response to the site history but also projects these aspects into the future, and by doing so preserves them as a implicit memory of the place. The final product is a modern structure whose foundations are set deep into the site reestablishing lost connection and creating new ones into the future.

Link to post
Share on other sites
  • 1 month later...

Mark, pessoalmente tenho andado com pouco tempo para dar uma vista de olhos mais aprofundada sobre os trabalhos apresentados, nomeadamente o teu, mas pelo que pude ver do teu, e já lá vai um mês, no geral parece-me intetressante. Reservo uma opnião mais formada para mais tarde :)

Não é incrível tudo o que pode caber dentro de um lápis?...

Link to post
Share on other sites

Mark: Formalmente o conjunto parece-me bastante interessante. Gosto da forma contida como trabalhaste os diferentes edifícios dando-lhes uma única identidade. No entanto aquilo que expressas no texto, na vontade de criar novas relações com o rio, não consigo entender como é que essas novas relações se processam. Creio que nos paineis não está bem explicito (ou então fui eu que não entendi bem). Depois, tendo em conta esse teu objectivo, parece-me bem a forma como abordas a margem do rio, mas como é óbvio falta aí muito desenho do espaço público para que esse local tenha realmente interesse como zona de lazer. Finalmente algo que me faz alguma confusão (não conhecendo o local mas analisando-o a partir da planta) é a forma como o teu conjunto edificado se relacionará com o território pois segundo parece, ele quase que devia era estar do outro lado do rio e no lugar deste fazeres algo com uma escala mais proporcional ao que se passa ao lado (posso estar enganado). Isto tem também a ver com as opções de implantação e materialização do edifício. Onde utilizas uma fachada em vidro tanto na vertente noroeste como na vertente sudeste que são realidades completamente distintas. Não sei se pensaste em como resolver esse problema... Mas como já disse acima, no conjunto projectado agrada-me bastante a abordagem formal que também se traduz pelas imagens boas que aí tens. Mas parece-me que tens aí algumas questões que poderiam ser trabalhadas de forma a valorizar mais o projecto

Link to post
Share on other sites

obrigado pelas opinioes, sao sempre muito bem vindas. tens razao no que disseste sobre a implementacao do edificio no territorio eu tinha outros desenhos e diagramas sobre isso mas so inclui os paineis finais, isto foi para um concurso patrocinado por uma associacao de enginheiria em aco, entao os paineis dao muito enfase a maneira como a estrutura funciona e sobre os diferentes metodos construtivos. Em relacao a escala do edificio ele e realmente maior do que a maioria dos edificio na envolvente e a primeira vista de facto faria mais sentido do outro lado do rio, mas a pesquisa que fiz sobre esta localidade revelou um desejo da cidade em desenvolver este local, os novos edificios a serem construidos terao de ser no minimo 5 andares. East Boston e uma localidade tipicamente pos-industrial e esteve muito degradada so recentemente comecou a ser reabilitada. entao decidi que este projecto para alem de responder a algumas ideias inerentes ao local tb teria de comecar a definir o que este local querera ser no futuro, isto sem nunca esquecer a historia do local. Mas como tudo ha sempre lugar para melhorias e ha sempre coisas a trabalhar, os resultados devem de sair amanha e no entanto continuo a trabalhar nalguns detalhes so pro portfolio. obrigado pelas dicas, fiquem bem.

Link to post
Share on other sites
  • 1 year later...
  • 1 year later...

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.