Jump to content
Arquitectura.pt


Innovative Ideias for Porto Water Tanks


Recommended Posts

http://portowatertanks.com

Já devem ter ouvido falar deste concurso e até provavelmente bastantes utilizadores do fórum devem ter participado (incluindo eu próprio).

Desde a organização caótica de um concurso internacional de ideias, à alteração de datas, etc este concurso desde o inicio nunca se apresentou muito fiável na sua organização.

Chegada a data limite de entrega das propostas (20 de janeiro) fomos contactados pelo promotor do concurso (um jovem arquitecto de nome Luís Cadeco que promoveu as visitas aos locais) dizendo que as propostas tinham sido aceites e para aguardar novidades.

e nós aguardamos...

e aguardamos mais de um mês...

e até hoje nada. E eu pergunto-me, como é que do dia 20 de janeiro até hoje nunca mais nada foi actualizado, nem sequer resposta aos emails conseguimos ter se até então nos respondiam prontamente? Estamos perante uma fraude? De alguém que se quis aproveitar do tempo e inteligência dos outros para seu benefício?

Vamos lá ver se descobrimos algo sobre este estranho concurso, pelo menos para ficarmos alertados para futuros concursos deste género que não são de fiar, principalmente quando apresentam prémios com quantias avultadas como este.

Já agora, façam como eu e enviem emails directamente à empresa Águas do Porto a pedir informações sobre o dito concurso já que eles também deveriam estar interessados que o nome deles não fosse usado com fins fraudulentos: geral@aguasdoporto.pt
Link to post
Share on other sites
  • Replies 98
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

quem te disse? era bom haver algo oficial.... Se vão sair entre hoje e amanhã muito bem. Mas de qualquer das formas nunca irei ficar satisfeito nem com um enorme pedido de desculpa e uma grande justi

alguns dos projectos q ganharam sao uma bela m#$%a ...:)

Depois de muito tempo de espera reconheço que este concurso foi uma valente palhaçada. Tal como ficou comprovado ao longo destes últimos meses (sim, demorou meses, mas podiam ter sido anos!!!) este co

A este descontentamento que eu tambem subscrevo, junta.se uma péssima imagem desta instituição e do próprio país perante as participaçoes estrangeiras.

Amplamente anunciado em sites internacionais, este concurso que elegiu a lingua inglesa como principal da pagina web de lançamento, desde cedo revelou algumas suspeitas por nao obrigar a uma participaçao anónima surgindo comentarios sobre os presumiveis vencedores serem conhecidos da organizaçao ou do juri (que ainda não foi anunciado!).

É para mim triste encontrar em paginas web que anunciaram este concurso ver estudantes/arquitectos de outros paises comentarem a falta de informação e de organização desta competição, um evento que provavelmente não foi mais que um divertimento pessoal do organizador.

(vejam em: http://www.deathbyarchitecture.com/viewCompetition.html?id=296 )

Em suma, este silencio é uma enorme falta de respeito para quem trabalhou e se dedicou para participar neste concurso que ademais mobilizou bastantes estudantes e que poderia ter promovido a cidade do Porto fora de fronteiras.

Link to post
Share on other sites

Na verdade...

The jury, composed by the Professor Joaquim Poças Martins and the architects Francisco Barata Fernandes and Luís Tavares Pereira, met on February 28, 2008.
In its first meeting the jury noted that 121 teams from 21 countries participated in the competition with a total of 174 proposals.
From the seven water tanks to tender Amial received 42 proposals, Bonfim eight, Congregados 39, Fonte da Moura 36, Pasteleira 17, Serpa Pinto 14 and Santo Isidro 18.

The jury congratulated the accession to this initiative and the general quality and diversity of the proposals.
It is expected to disclose the results before the end of March.

Joaquim Poças Martins
President of the Management Committee

Link to post
Share on other sites

O email veio do <InnovativeIdeas@aguasdoporto.pt> .
Outro colega que conheço e que está a participar também o recebeu.

Depois de entregar enviei apenas uma mensagem a pedir uma confirmação de recepção do projecto embora esteja de acordo que era devida algum tipo de explicação mais atempada.

Desconhecia a composição do júri que deveria ter estado exposta inicialmente para reforçar a credibilidade do concurso. Julgo ser responsabilidade da Ordem dos Arquitectos (Secção Norte neste caso) ter uma atitude proactiva nestes casos, embora não faça parte das suas obrigações essenciais. Neste caso poderia ter havido aconselhamento (á semelhança da Secção Sul).

Do processo do concurso discordo apenas da não existência de anonimato (por principio não me identifiquei ou á minha proposta)- a identidade do autor não é factor de avaliação, apenas a qualidade inerente ao projecto.

Julgo que o concurso foi (é) interessante e pelo que vi nas visitas não tenho motivo algum para estar desconfiado.

Espero que tenha sido esclarecedor.

Link to post
Share on other sites

malaise, concordo totalmente contigo, estive nas visitas e inclusivé falei com o organizador do concurso nas visitas. Só me chateia o facto de estar mais de um mês sem saber nada sobre o desenvolvimento do concurso, juntando ao facto de não ser anónimo (também não me identifiquei como é óbvio...) e também de ter começado a reparar noutros locais onde promoviam o concurso que as pessoas se manifestavam de forma desconfiada e com razão. Mas ainda não recebi esse email que tu transcreveste aqui...

Link to post
Share on other sites
174 ideias para abrir reservatórios de água à cidade

Leonel de castro
errorpic.gif
Há 36 propostas para transformar o reservatório de Fonte da Moura

Carla Sofia Luz

Que outra função pode ter um reservatório na cidade do Porto, para além da vocação primordial de guardar água? A questão foi colocada em Setembro do ano passado pela empresa municipal Águas do Porto através da Internet e obteve 174 respostas possíveis com assinaturas portuguesa e estrangeira, desde a Coreia do Sul ao México.

As ideias de equipas de jovens arquitectos, que visam abrir os sete equipamentos municipais à população, vieram de 21 países. A maioria tem morada lusitana (67 equipas nacionais entregaram sugestões). Conta-se a participação de oito equipas de arquitectos italianos, cinco da Alemanha, da Espanha, da Polónia e da Coreia do Sul, quatro do México, três dos Estados Unidos da América, do Reino Unido e da França e duas do Japão. Ao Porto chegaram, ainda, soluções da Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Chile, Canadá, Egipto, Finlândia, Israel, Roménia e Turquia.

Houve equipas que conceberam novas vocações para mais do que um reservatório. Mas foram as torres do Amial (42 ideias), dos Congregados (39) e da Fonte da Moura (36) que despertaram mais atenção. "A primeira apreciação foi muito positiva, porque temos propostas de grande qualidade e ousadas. Algumas são mais utópicas e outras mais concretizáveis, no entanto, todas são compatíveis com a utilização primária de abastecimento de água", explica Poças Martins, presidente da Comissão de Estruturação da Águas do Porto. Receberam 18 propostas para o reservatório de Santo Isidro, 17 para o da Pasteleira, 14 para o de Serpa Pinto e oito para o do Bonfim.

E há ideias para todos os gostos, como a colocação de um restaurante no topo do reservatório dos Congregados; a transformação das torres em peças de escultura ou em paredes de escalada; a instalação de um spa; ou, ainda, a criação de hortas nos terrenos na envolvente dos equipamentos para servir os moradores da zona. As sugestões estão a ser analisadas pelo júri do concurso - por Poças Martins, por Francisco Barata, director da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, e pelo arquitecto Luís Tavares Pereira - e será conhecida uma decisão no final deste mês, seguindo-se uma exposição e a edição de um livro com todos os trabalhos a concurso.

As sete melhores ideias (uma por cada reservatório) receberão seis mil euros cada e poderão ser atribuídas menções honrosas não remuneradas. "Pedimos que as propostas fossem economicamente sustentáveis", continua. A razão é simples a este concurso, seguir-se-á uma consulta pública para a abertura destes espaços à iniciativa privada. Serão lançados concursos de concessão para cada uma das estruturas. Poças Martins indica que os empresários poderão apresentar novas ideias de reaproveitamento dos espaços livres ou adoptar algumas das 174 soluções.

"Queremos reabilitar estes espaços sem gastar dinheiro. O júri está a equacionar a possibilidade de criar uma rede temática que envolva os sete reservatórios, ainda que venham a ter usos e conceitos distintos", acrescenta Poças Martins. Actualmente, os espaços estão vedados.

Link:
http://jn.sapo.pt/2008/03/13/porto/174_ideias_para_abrir_reservatorios_.html

Não é incrível tudo o que pode caber dentro de um lápis?...

Link to post
Share on other sites

E já agora, a título de curiosidade.

Seguem-se as ribeiras

Aos reservatórios, poderão seguir-se as ribeiras do concelho. A Águas do Porto pondera lançar um concurso público internacional de ideias para a requalificação das linhas de água. "Como este conceito correu tão bem, estamos a pensar em adoptá-lo para as ribeiras. Embora conheça muitas experiências a nível nacional, entendo que há sempre quem tenha ideias melhores. Vamos usar o princípio das multidões inteligentes, recorrendo à Internet para captar mais sugestões", considera Poças Martins. A empresa pretende criar, este ano, o lema "Porto, Cidade Sensível à Água" e, nesse âmbito, será aberto o concurso de ideias e realizadas conferências.


Link:
http://jn.sapo.pt/2008/03/13/porto/seguemse_ribeiras.html

Não é incrível tudo o que pode caber dentro de um lápis?...

Link to post
Share on other sites

Bem, finalmente já começam a aparecer informações e isso é muito bom porque parece que o concurso sempre está a ir para a frente! Só não entendo a demora e a falta de informação neste tempo todo, nunca vi nada assim. Mas fico contente pela quantidade de equipas de países distintos que participou! nunca pensei! O Porto agradece :) Agora é esperar mais um bocado

Link to post
Share on other sites
  • 3 weeks later...

Também participei neste concurso e também não recebi qualquer indicação com a data (prevista) com os resultados do concurso. Porém, conheço algumas pessoas que também concorreram que obtiveram por e-mail a confirmação de que os resultados se encontrariam disponiveis até finais do mês de Março. Até agora também não sei mais nada. O site nada de novo refere em relação ao concurso... Alguém tem mais alguma novidade?

Link to post
Share on other sites

pois! Realmente a organização nunca foi muita desde o início do concurso. Já participei em alguns concursos nacionais e internacionais e nunca vi nenhum com uma organização tão débil. Só não entendo porque é que há participantes que receberam mails e outros não... Se o malaise não tivesse publicado aqui a resposta que lhe deram, nunca teria tido nenhum novidade sobre o concurso desde o dia 20 de janeiro. E continuo e enviar mails ao promotor luis cadeco e continuo sem resposta!!!

Link to post
Share on other sites

Alguem tem noticias em relacao a este concurso? Pelo q li aqui os resultados eram para ser anunciados ate ao fim de Marco, pelos vistos n e deste ano! Esta organizacao deixa muito a desejar, tou a estudar no estrangeiro e concorri a isto a pensar q seria uma boa oportunidade, infelizmente so veio a reflectir a nossa realidade como pais. Tenho imensas saudades de Portugal e espero um dia poder voltar e trabalhar no meu pais mas enquanto nao comecarmos a pensar e a agir como uma sociedade moderna e responsavel, temo q isso so sera possivel num futuro mais distante. A falta de consideracao pelo trabalho e esforco de todos nos por parte da organizacao deste concurso ja passou dos limites do aceitavel. Se e esta a imagem q queremos passar pro estrangeiro mais vale nao fazer nada. E antes de nos preocuparmos com aquilo que queremos mostrar aos outros temos primeiro de reflectir sobre aquilo que queremos ser para nos proprios e decidir de uma vez por todas que tipo de pais queremos ser, e isso transcende qualquer governo ou politica imposta e parte da responsabilidade de cada individuo. Uma saudacao a todos que se esforcaram na tentativa de criar algo produtivo mas infelizmente fomos mais uma vez desiludidos. (desculpem a falta de acentuacao mas estes americanos nao usam disso)

Link to post
Share on other sites

já tive a dar uma vista de olhos a todos paineis e mais um olhar mais atento às propostas da fonte da moura e do bonfim e nestes dois encontrei algumas bastante interessantes que merecem certamente uma distinção. No geral do que vi acho que a qualidade das participações está bastante boa. Acho que posso dizer que mais de 40% das propostas tem alguma qualidade, o que é bastante bom. mais uma vez, no meio disto tudo, a avaliação negativa vai logicamente para a organização do concurso.

Link to post
Share on other sites

estive também a dar uma vista de olhos a todos os painéis sobretudo aos da Pasteleira. Em todos os locais, há propostas bastante interessantes e com ideias inovadoras. De resto, encontrei um interesse particular em alguns trabalhos que propunham a criação de hortas biológicas. Lembro.me de uma proposta para Serpa Pinta e também para o Bonfim, onde vive uma população de caractericas rurais e por isso mesmo acho uma ideia muito positiva apesar de ser (talvez) pouco rentável em termos económicos. Agora vamos aguardar a publicação dos resultados que já devem estar definidos...pelo menos é isso que espero...

Link to post
Share on other sites

Ha sem duvida muitas propostas interessantes mas existem casos em que a intervenção não mantem o objectivo inicial de continuar a desempenhar o papel de reservatório, sobretudo no caso das torres. Do mesmo modo ha vocações rentaveis e outras menos rentáveis mas igualmente ajustadas ao contexto. Vamos la ver se o juri leva ou não em conta os requisitos que anunciou como critérios de avaliação.

Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.