Jump to content
Arquitectura.pt


Sites de gabinetes de arquitectura


forumdacasa

Gostas de sites em flash e/ou de fundo escuro  

42 members have voted

  1. 1. Gostas de sites em flash e/ou de fundo escuro

    • Sim
      26
    • Não
      9
    • Não tenho opinião ou não quero responder
      7


Recommended Posts

Na busca de informação, prefiro o site português a qualquer um dos outros...

Aliás, no primeiro dei comigo a clicar na imagem à espera que algo acontecesse. Bastava ter feito scroll down para ver, não sei muito bem o quê.
No segundo fiquei confuso, a cadência de imagens é demasiado rápida e o ruído visual muito.

Achei a experiência de visita no site português, na busca de informação, muito mais fácil e interessante, se bem que também tem os seus defeitos.

Mas pelo que vejo, devo ser único. :tired:

Agora a questão, quando se visita um site de arquitectura, procuram-se experiências ou informação?


Como tinha dito esses dois sites dinamarqueses apresentam-se segundo um sistema de trabalho comum à prática de arquitectura dos ateliers.

o do aires mateus é uma exposição breve de trabalhos e nesse sentido podia ser bem mais interessante do que andarmos ali a clicar nos números para aparecerem as fotos
Link to comment
Share on other sites

Bem pessoal estou extremamente feliz, pois pela 1.º vez vou poder aconselhar com conhecimento de causa, visto que até agora só vocês é que me têm ajudado, tirado duvidas etc...
Eu sempre tive o bichinho da arquitectura, mas neste momento trabalho em Multimedia.

Como Webdesigner/WebMaster, posso aconselhar que realmente o flash para paginas muito pesadas e actualizadas em periodos de tempo muito curtos (diariamente, semanalmente) não é muito aconselhavel.
Ex: Movifor.>
Para quem se lembra a http://www.moviflor.pt/ ao principio tinha um site totalmente em Flash, o que era uma loucura, pois estava lento e a actualizar dava um trabalhão.
No entanto o trabalho que dá não é o factor principal, ao contrário do que já li aqui, não se esqueçam que (em actionScript) pode-se programar o site para este ir buscar imagens e textos que se encontram numa pasta exterior. Coloca-se os textos num BlocodeNotas e o site lê automáticamente.
A questão de Flash não ser aconselhável para a pesquisa dos motores de busca, tbm não é bem assim, usando as "meta-tags" para os resultados da pesquisa é bem melhor pois podes personalizar o modo de como a tua empresa aparece nos resultados dos motores de busca.
Tambem já houve quem comparasse JavaScript com Flash,...JScript dá pa simular umas brincadeiras e tal mas é mais limitado.

Ou seja o melhor mesmo é conjugar Flash com Html. Podes colocar música animações várias coisas sem ser preciso ficar tudo em Flash e de modo a carregar rapidamente...
Eu pessoalmente a nivel de lentidão sou muito esquesito, tudo o que demore mais de 10segundos já não tenho muita paciência...(e a maioria das pessoas é igual)
Haja imaginação que tudo se faz de forma rápida e eficiente..!

Quem quiser colocar umas animações, mas não sabe trabalhar com Flash, aí sim o ActionScript é um bom método para desenrascar.

A nível de cores de fundo e interface... isso já vai do gosto de cada um, e não me compete a mim por em causa o bom gosto do WebDesigner.
O que acontece com alguns profissionais é que, para fácilmenete conjugarem cores de modo interessante usam o preto numa área alargada (o preto sendo uma cor neutra contrasta bem com a maioria das cores).

____________________________________________________

Link to comment
Share on other sites

Tiago, alguns esclarecimentos:

Como Webdesigner/WebMaster, posso aconselhar que realmente o flash para paginas muito pesadas e actualizadas em periodos de tempo muito curtos (diariamente, semanalmente) não é muito aconselhavel.


O Flash pode ser actualizado com frequência com o mesmo trabalho de uma página feita em XHTML e com uma outra linguagem de programação. Neste tópico já mostrei exemplos de software e blogs feitos na tecnologia Flash que são actualizados diariamente. No caso do software até usado de X em X horas.


A questão de Flash não ser aconselhável para a pesquisa dos motores de busca, tbm não é bem assim, usando as "meta-tags" para os resultados da pesquisa é bem melhor pois podes personalizar o modo de como a tua empresa aparece nos resultados dos motores de busca.


As meta-tags estão obsoletas, por exemplo o Google já não pesquisa por Meta-tags, e apenas os resultados pagos é que pode personalizar o modo como os resultados aparecem nos motores de busca.

Tambem já houve quem comparasse JavaScript com Flash,...JScript dá pa simular umas brincadeiras e tal mas é mais limitado.


Tiago Jscript e Javascript são coisas diferentes, um é da Microsoft e o outro desenvolvido pela Netscape. O Javascript é perfeitamente integrável com o Flash, e não limita em modo algum o Flash só o expande, o software que dei de exemplo, possui Flash, C, ActionScript e Javascript.

Ou seja o melhor mesmo é conjugar Flash com Html. Podes colocar música animações várias coisas sem ser preciso ficar tudo em Flash e de modo a carregar rapidamente...


Para que o Flash possa ser lido no browser como uma página web, necessita obrigatoriamente do HTML/XHTML, ele não pode ser embutido numa página de outra maneira. Da mesma forma o HTML/XHTML não pode carregar nada, apenas o Flash através de comandos, sejam eles em Javascript ou Actionscript ou outra linguagem qualquer.

Quem quiser colocar umas animações, mas não sabe trabalhar com Flash, aí sim o ActionScript é um bom método para desenrascar.


O ActionScript é uma linguagem do Adobe Flash, e está dependente dele. Não funciona em standalone, ou seja, independente da plataforma, por isso quem sabe de ActionScript têm obrigatoriamente de saber Flash. Nenhuma das plataformas funciona independente.

Espero ter esclarecido algumas dúvidas :happy:
Link to comment
Share on other sites

As meta-tags estão obsoletas, por exemplo o Google já não pesquisa por Meta-tags, e apenas os resultados pagos é que pode personalizar o modo como os resultados aparecem nos motores de busca.


Meta-tegs, podem não ter grande peso... mas toda a linguagem do site sim... cada palavra, frase etc.

Para terem uma ideia de como os motores de buscam andam pelos os sites... se escreverem um texto todo em branco e por sua vez o fundo, onde esta o texto, também for em branco... o Google simplesmente ignora todo esse texto e o site começa a cair na listagem das pesquisas. Ele encara isso como se esteja a forjar o sistema, tentado com palavras que nada tem haver no site, aparecer nos primeiros lugares da pesquisa.

Este é só um exemplo de outras coisas que os motores de busca, analisam.

Josué Jacinto - Mais Fácil
My web: maisfacil.com | soimprimir.com | guialojasonline.maisfacil.com

Link to comment
Share on other sites

Regra geral: Não gosto de sites com flash. A não ser que estejam excepcionais que assim o justifiquem.

- É proprietário. É necessário um plugin feito por uma empresa, que não há muito tempo atrás nem suporte decente tinha para linux (e 64bit ainda em sonhos). [Nota: existe o gnash mas não é tão bom]

- No geral demora mais a carregar e em pcs de recursos mais fracos atrasa bastante. Quase todas as vezes que o browser me crashou foi por causa do flash.

- A juntar a tudo isto utiliza-se muitas vezes o flash é só usado para embelezar e a funcionalidade no geral deixa muito a desejar (não culpa do flash mas de quem faz o site).

- em sites com texto e em html eu até posso usar um terminal para os ver.

Deixo aqui um exemplo em AJAX (html+css+Javascript) : http://smoothgallery.jondesign.net/showcase/gallery/

Link to comment
Share on other sites

Regra geral: Não gosto de sites com flash. A não ser que estejam excepcionais que assim o justifiquem.

- É proprietário. É necessário um plugin feito por uma empresa, que não há muito tempo atrás nem suporte decente tinha para linux (e 64bit ainda em sonhos). [Nota: existe o gnash mas não é tão bom]


Ferramentas proprietárias são discutíveis, porque mesmo o Linux é uma marca registada.
Suporte a 64 bits é um bocado mais complicado do que seria suposto, é por isso que muito do software existente não o suporta, nem mesmo algumas linguagens, o mesmo para o Linux, a portabilidade do software e das linguagens não é algo fácil de construir ou fazer.

O Gnash é um reprodutor de Flash e não substitui o Flash como plug-in.

- No geral demora mais a carregar e em pcs de recursos mais fracos atrasa bastante. Quase todas as vezes que o browser me crashou foi por causa do flash.


Acho melhor reinstalar o plug-in, ou o browser. Um deles pode estar a criar conflitos.

- A juntar a tudo isto utiliza-se muitas vezes o flash é só usado para embelezar e a funcionalidade no geral deixa muito a desejar (não culpa do flash mas de quem faz o site).


Concordo contigo, esse será a problema geral, o abuso do Flash.

Deixo aqui um exemplo em AJAX (html+css+Javascript) : http://smoothgallery.jondesign.net/showcase/gallery/


Já agora o nosso exemplo www.origo.pt com as livrarias javascript homemade.
Link to comment
Share on other sites

Um pequeno à parte:

Ferramentas proprietárias são discutíveis, porque mesmo o Linux é uma marca registada.


a ferramenta =/= marca. qualquer um pode alterar Linux (o nome até só foi registada para evitar chicos espertos se aproveitassem...), assim como qualquer um pode alterar o Firefox mesmo sendo Firefox uma marca registada (sim e por isso até algumas distros trazem-no com um nome diferente). Portanto o que que quis dizer foi que a compatibilidade do flash com os vários browsers/sistemas está dependente da Adobe e por muita vontade que tenhas não podes fazer nada.

O Gnash é um reprodutor de Flash e não substitui o Flash como plug-in.


Não sei se é isso que te estás a referir mas já vi videos do youtube com o gnash no firefox (em vez de usar o plugin da adobe usei simplesmente o gnash, mas a qualidade na altura não era tão boa, e por falar nisso quando tiver tempo tenho de testar outra vez :p).
Link to comment
Share on other sites

Um pequeno à parte:

a ferramenta =/= marca. qualquer um pode alterar Linux (o nome até só foi registada para evitar chicos espertos se aproveitassem...), assim como qualquer um pode alterar o Firefox mesmo sendo Firefox uma marca registada (sim e por isso até algumas distros trazem-no com um nome diferente). Portanto o que que quis dizer foi que a compatibilidade do flash com os vários browsers/sistemas está dependente da Adobe e por muita vontade que tenhas não podes fazer nada.


Esclarecido, pensei que te referias ao facto de ser marca, logo não poder ser usado ou ter restrições de "autor". Sim é verdade, está dependente da Adobe, no caso dos outros como referes e bem o código é baseado em licenças, umas mais abertas que outras, mas que permitem alterar o código.

Não sei se é isso que te estás a referir mas já vi videos do youtube com o gnash no firefox (em vez de usar o plugin da adobe usei simplesmente o gnash, mas a qualidade na altura não era tão boa, e por falar nisso quando tiver tempo tenho de testar outra vez ;)).


Exactamente o Gnash usa o plug-in ou as livrarias do Flash para reproduzir filmes SWF, basicamente é uma alternativa ao Adobe Flash Player que renderiza os filmes SWF usando as mesmas livrarias que a Adobe usa no Flash Player.

Para saberem mais sobre como fazer os sites mais adaptados aos motores de busca:
http://www.webdeveloper.com/forum/sh...akes+time+load


Esse tópico já é um bocadinho antigo :p, mas diz algumas coisas básicas. Vou procurar um mais recente e publicar.
Embora puxe um pouco "a sardinha para a minha brasa" um bom exemplo de indexação é a Casa da Vizinha e o Arquitectura.pt, o primeiro ficou no topo do Google quatro dias depois da sua conclusão. Se alguma vez visitares o site dá uma vista de olhos ao código, à maneira de como estão formatados os links, a posição das palavras, e repara que nem têm muitas keywords nas meta-tags.
Link to comment
Share on other sites

Esse tópico já é um bocadinho antigo :p, mas diz algumas coisas básicas. Vou procurar um mais recente e publicar.
Embora puxe um pouco "a sardinha para a minha brasa" um bom exemplo de indexação é a Casa da Vizinha e o Arquitectura.pt, o primeiro ficou no topo do Google quatro dias depois da sua conclusão. Se alguma vez visitares o site dá uma vista de olhos ao código, à maneira de como estão formatados os links, a posição das palavras, e repara que nem têm muitas keywords nas meta-tags.


É isso mesmo... tudo conta...
Por acaso nunca repararam sites com palavras sem acentos? Isso acontece porque ira ajudar na leitura por parte dos motores de busca... a manhosos para tudo... lol

Ate os tags das imagens contam... e contam bem!

(Agora fiquei curioso... lol... ;) )
Puxando a "sardinha a minha brasa"... o Joker Art Gallery, também aparece nos primeiros lugares das pesquisas... :)


---

Em relação ao flash... a Adobe concedeu o Flash Player ao Firefox... o que a médio/longo prazo ira restringir mais os plug-in's para outros browsers.

Josué Jacinto - Mais Fácil
My web: maisfacil.com | soimprimir.com | guialojasonline.maisfacil.com

Link to comment
Share on other sites

posso interromper' date=' para fazer uma pergunta. eu gostava de fazer 1 site pessoal, mas como não percebo de programação e essas coisas, que software é que me indicavam?[/quote']

Talvez o mais simples e fácil é o Ofice FrontPage da Microsoft... mas provavelmente não o terás.
Existe um também fácil e freeware, que é NVU (http://nvudev.com).

Josué Jacinto - Mais Fácil
My web: maisfacil.com | soimprimir.com | guialojasonline.maisfacil.com

Link to comment
Share on other sites

É isso mesmo... tudo conta...
Por acaso nunca repararam sites com palavras sem acentos? Isso acontece porque ira ajudar na leitura por parte dos motores de busca... a manhosos para tudo... lol

Ate os tags das imagens contam... e contam bem!


Isso é um pequeno mito, as pessoas apenas fazem isso porque acham que para a pesquisa em alguns motores de buscar as palavras sem acento são melhor pesquisáveis, mas não é verdade.

(Agora fiquei curioso... lol... :p )
Puxando a "sardinha a minha brasa"... o Joker Art Gallery, também aparece nos primeiros lugares das pesquisas... ;)


Parabéns pelo teu site! Acho que já tive a oportunidade de te dizer isto mais que uma vez.


Em relação ao flash... a Adobe concedeu o Flash Player ao Firefox... o que a médio/longo prazo ira restringir mais os plug-in's para outros browsers.


Porque dizes isso? O Flash é dos plug-ins mais instalados, a ideia da Adobe é propagar o Flash para completar os 1% de mercado que falta.
Aqui ficam as estatísticas: http://www.adobe.com/products/player_census/flashplayer/

posso interromper, para fazer uma pergunta. eu gostava de fazer 1 site pessoal, mas como não percebo de programação e essas coisas, que software é que me indicavam?


Talvez o mais simples e fácil é o Ofice FrontPage da Microsoft... mas provavelmente não o terás.
Existe um também fácil e freeware, que é NVU (http://nvudev.com).


AAAHH! O Frontpage não! O Frontpage é um atentado ao desenvolvimento web, para além de obsoleto, a MS deixou de o suportar e de o incluir no Office 2007. O substituto é o Microsoft Expression, e é bastante bom.

Na minha opinião pessoal o Dreamweaver é o software de referência, mas torna-se um pouco mais complexo caso os conhecimentos de desenvolvimento web sejam poucos ou reduzidos.
Link to comment
Share on other sites

Na minha opinião pessoal o Dreamweaver é o software de referência, mas torna-se um pouco mais complexo caso os conhecimentos de desenvolvimento web sejam poucos ou reduzidos.



Porque é que achas que eu não falei do Dreamweaver? Porque para quem tem poucos conhecimentos é um programa muito complexo!

O FrontPage ate tinha coisas boas... lol :icon_pistoles:


Mas sem duvidas o Dreamweaver é o melhor!
Por acaso a Adobe quando comprou a Macromedia, ainda pensei que ia acabar com o Dreamweaver e fazer crescer o GoLive... mas felizmente não...

Josué Jacinto - Mais Fácil
My web: maisfacil.com | soimprimir.com | guialojasonline.maisfacil.com

Link to comment
Share on other sites

Exactamente o Gnash usa o plug-in ou as livrarias do Flash para reproduzir filmes SWF, basicamente é uma alternativa ao Adobe Flash Player que renderiza os filmes SWF usando as mesmas livrarias que a Adobe usa no Flash Player.


O Gnash não usa nada do Flash, senão não era opensource nem funcionava p.e. em bsd. http://www.gnashdev.org/?q=node/25#name
(é Biblioteca que se diz, não livraria ;) )


O FrontPage ate tinha coisas boas... lol :icon_pistoles:
.


Como só funcionar bem no IE6 :p . Mas vale usar o NVU ou procurar outro.
Link to comment
Share on other sites

O Gnash não usa nada do Flash, senão não era opensource nem funcionava p.e. em bsd. http://www.gnashdev.org/?q=node/25#name
(é Biblioteca que se diz, não livraria ;) )


O termo é aplicado das duas maneiras, mas sim, o mais comum é biblioteca, e de facto faz mais sentido! :p

Pelo que leio, parecem usar as tais livrarias (bibliotecas). Mas acho óptimo este tipo de projectos serem usados e divulgados, de maneira a arranjarem o suporte suficiente para "concorrerem" entre si, estimula mais a inovação!

Voces tem memoria curta , então e quando não havia a informatica ! E os grandes mestres que conheço são dessa altura .
Eu ate que aposto , que a maior parte dos engºs/ arquitºs , que saiem hoje em dia das Faculdades , não sabe trabalhar sem um computador .


JCAMIRANDA, falamos de coisas diferentes, neste tópico, muito sucintamente, fala-se de desenvolvimento web, e não da informática na arquitectura. Hoje em dia devem ser poucas ou quase nenhuma faculdade ou curso que não inclua uma disciplina ligada à informática.

O computador facilita o trabalho do engenheiro e do arquitecto, mas o que se aprende na faculdade é o uso de ambas as ferramentas, com e sem informática.
Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

O Flash é uma ferramenta muito útil e profissional bastante optimizada para o design gráfico. Para se construir uma página de Arquitectura em Flash tem de se ter em linha de conta o facto que, uma página sendo um veículo de informação, tem de se apresentar de forma concisa e expedita. Deve por isso ter bastantes "loaders" e "swf" externos de modo a não tornar muito pesado e moroso o processo de navegação. Quanto ao fundo preto é a melhor solução por três razões: - Cansa menos a vista - Cria maior profundidade e mais contraste às imagens apresentadas. - Poupa energia

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Sim estou de acordo, além de serem mais dinamicos e interactivos os sites com Flash, o uso do preto como background serve unica e exclusivamente para criar o alto contraste e evidenciar ainda mais o trabalho. O negativo na maior parte de muitos sites, com background branco ou escuro é serem muito pesados com informação desnecessária. Isso sim, são bastante maus, nem a meio do trajecto chegamos...

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Ha sites em Flash (nomeadamente de gabinetes de arquitectura) que são funcionais e intuitivos, mas ha uma grande parte deles que são muito pouco intuitivos e nada funcionais...Torna-se cansativa a navegação (porque se tem que andar sempre a procurar alguma coisa), em em muitos casos em termos de conteudos são muito fracos.

Link to comment
Share on other sites

  • 3 months later...

O Flash apenas tem um propósito, criar sites dinâmicos com bastantes animações e interacção, como existem agora suficientes substitutos do Flash que cumprem todas os standards e padrões de acessibilidade e usabilidade no desenvolvimento web, o Flash tornou-se mais popular no desenvolvimento de ferramentas e aplicações desktop, pela opção de multiplataforma de rápida desenvolvimento. O problema principal no design para a internet (seja site ou aplicação, ou mesmo para o desktop) são os utilizadores. É com essa ideia que se desenvolve sites, e o trabalho é conjunto de vários especialistas como na arquitectura, e não só dos designers para a web.

Link to comment
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.