Jump to content
Arquitectura.pt


Trofa | Habitação Unifamiliar | José Carlos Nunes de Oliveira & Paulo Costa


Recommended Posts

  • Replies 65
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Nós somos todos muito brandos! Não há o que temer! :s Eu julgava que já estava tudo dito sobre esta casa! Os WC parecem dos de uma estação de serviço, já ouvi comentários de pessoal a quem eu mostrei este post e acharam uns "caixotes" feios. :horrible: Longe de mim estar a criticar os "caixotes" ou o tipo de arquitectura que se faz hoje em dia com os ditos "caixotes", até porque resultam obras muito interessantes. Mas este não é um desses casos. Pena, porque podia ter sido explorado de outra maneira. Há coisas que parace que foram mesmo a despachar e o resultado final está á vista. :bash2:

Link to post
Share on other sites

Por exemplo (o que conheço melhor porque conheço um dos moradores), a casa que Siza desenhou para o irmão, penso que fica na povoa de varzim. O quarto do filho mais novo tinha uma parede curva e era muito dificil encontrar mobilia para aquele local!


>>Referindo-me novamente ás aberturas, gosto bastante da forma como Siza é sensivel à luz e há forma como a inteoriza. Mas por exemplo, eu pessoalmente nao gostei desta solução de penetraçao solar ( Casa Beires )...e gostava que me dissesses quais sao as soluçoes de aberturas duvidosas de Siza que referias :s

http://homelessmonalisa.darq.uc.pt/sampling/alvarosiza.htm


>>Agora mudando de assunto, para paredes, paredes curvilineas...não vejo entrave! Por exemplo imagino, uma parede curvilinia pontuada de um vão que a percorre...não vejo porque nao seria uma soluçao interessante. Sabes, na sociedade oriental, o mobiliário nao é colocado enconstado à parede, como nós, ocidentais fazemos! Por isso também cabe aos habitantes procurar novas formas de habitar os espaços e integrar essas diferenças curvas como algo a tirar partido de...:p

Isso se as paredes curvilineas sao um pesadelo, dá um saltinho pelas Cubic Houses que o |Kandinsky| aconselhou!x(
Link to post
Share on other sites

No meu bairro há uma casa, inspirada na ruína de um moinho que havia no local, que é totalmente redonda. Os seus habitantes tiveram que mandar fazer todos os móveis por medida, mas julgo que o resultado final valeu bem o esforço. Já vi mais que um exemplo de moinhos aproveitados para habitação que me parecem interessantíssimos. Eu mantenho algum interesse neste projecto. Admito que possa ter havido algum exagero na procura de quebrar o standard ortogonal, mas não me parece que tenha ficado inabitável. ZM

Link to post
Share on other sites
  • 1 month later...
  • 2 weeks later...

E se em vez de limitar-nos a criticar, cada um tivesse a coragem do Kandinsky e apresentasse neste espaço um trabalho seu escolar ou realizado. Aí sim, as críticas seriam válidas. E Kandinsky, apesar de ainda não ter analisado o teu projecto, admiro a tua iniciativa.

Link to post
Share on other sites

Caro Manuel, O projecto apresentado não é do |Kandinsky|, mas de José Carlos Nunes de Oliveira e Paulo Costa, dois arquitectos profissionais que projectaram a habitação do inicio do tópico. Admiro a sua frontalidade e espero que um dia também possamos ver um seu trabalho aqui publicado. Obrigada :p

Link to post
Share on other sites

Lanço aqui o desafio aos utilizadores que tanto criticaram esta obra. "Tico" tal como está no teu perfil, já és arquitecto certo?Então tem a coragem de colocar aqui um trabalho teu, ou caso ainda n tenhas nenhum executado, coloca um desenvolvido durante o curso. "Fishe", pelos teus comentários, de quem está tão certo do que diz, deves ser arquitecto, por isso lanço-te o mesmo desafio... Agora vamos ver se estes dois elementos, "mostram" a cara, ou se escondem como uns ratinhos... Quanto ao projecto em sim, parece pacifico, mas amanha irei analisar com mais calma e dar o meu comentário... Cumprimentos p.s. Tico e Fishe, aguardo ansioasamente pelos vossos trabalhos!

Link to post
Share on other sites
  • 2 months later...

:nervos: Aserio, ja tou fartos de ver " caixotes" por todo lado,,, Parecem um virus, que se está a alastrar a todo o territorio portugues! :icon_pistoles: :icon_pistoles:


eu não percebo nada de arquitectura, a minha área é outra, mas gostei do projecto, certo que a questão dos 90º pode ser muito dificultadora da boa organização espacial.
No entanto e quanto aos "caixotes", acho, enquanto potencial cliente, que os mesmos poderão ser utilizados para uma disposição interessante do espaço interior, jogando com o exterior, bem como sobretudo, mais uma vez acho eu, com um factor interessante no custo final da obra (construção), estarei errado?

cumprimentos
Bruno
Link to post
Share on other sites

Não gosto muito do projecto, é a minha opinião. aquelas escadas são optimas para dar um trambolhão pois é preciso ter cuidado quando se desenha uma escada um tanto ingreme e se encaminha o olhar no preciso momento para aquele quadro na paisagem através da janela. aquela wc é uma pena ser tão claustrofóbica. já agora, angulos com sentido ou por capricho pela diferença apenas?

Link to post
Share on other sites

Eu acho que o facto de se criticar é saudável e quem tem a humildade ou a falta de coragem para mostrar os seus trabalhos não pode ser cerceado nas suas opiniões. Eu por exemplo quando aqui mostrar um trabalho meu, estarei preparado para todo o tipo de criticas pois isso para mim será aprender alguma coisa, caso não esteja não o farei.

Link to post
Share on other sites

Sem duvida, a critica é sempre bem vinda, desde que fundamentada (com os quais até podemos não concordar) pois a critica pela crítica, falar mal por falar não tras nada de novo à discussão, e sabendo que é da discussão que nasce a luz.... de qualquer forma, é verdade que uma construção tipo "caixote" faz baixar os custos da mesma? P.S. ângulos com sentido, naturalmente! Abraços

Link to post
Share on other sites

Gostei muito do projecto e ainda bem que existem clientes com esta mente aberta no nosso país... são raros mas existem! Não entendo porque é que algumas pessoas falam em "caixote" porque o que eu vejo é um edifício com espaços arquitectonicos com momentos, materiais e rasgos de luz muito interessantes. O facto das paredes não fazerem um ângulo de 90º, julgo que é uma questão de habito... e quanto à mobilia, também não há inconveniente nenhum, faz-se por medida.

Link to post
Share on other sites

O facto das paredes não fazerem um ângulo de 90º, julgo que é uma questão de habito... e quanto à mobilia, também não há inconveniente nenhum, faz-se por medida.


Não há inconveniente se houver dinheiro. Ainda agora para alterar os roupeiros do meu apartamento (T3) do básico 1 varão e 2 gavetas custou-me 1115€.
E agora na alteração de uma porta, que o morcão do carpinteiro devia ter reparado e eu devia-me ter lembrado de falar antes, de abrir para correr vai-me custar mais 300€.

Para alguns pode não ser muito mas para mim, 1415€ só para o carpinteiro, é bastante.
Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.