Jump to content
Arquitectura.pt


Pavilhão do Livro


Recommended Posts

Achei muito interessante o modo como abordas o problema nos dois primeiros painéis.

O cubo torna-se irreconhecível na proposta final mas, ao fim ao cabo, era apenas uma base para o desenvolvimento, para uma evolução. É engraçado como do cubo estático passa para algo mais dinâmico (muahaha, palavra puribida :D), passa para um gesto. O que é válido na tua ideia de ser efémero.

Agora, há um detalhe que me chama atenção, um continuity problem como diriam os críticos de cinema. Se o objectivo é ser um espaço convidativo para a leitura então porquê mostrar imagens de um momento no dia onde há pouca luz? Acho que as mesmas imagens podiam ser mais coerentes se imitassem um momento do dia com mais luz (mas assim tanta também não, senão transmitia uma sensação de calor e quando há calor apetece mais beber uma cervejinha fresca do que ler seja o que for >:(). Espero que entendas isto como uma crítica construtiva.

Gostei muito da rampa sensual, essa sim, vai de encontro ao aspecto convidativo. Eleva-nos para um patamar mais alto (perdoem a redundância), tal como a leitura.

cya l8r

P.S.: Ainda bem que postaste este teu trabalho, fez-me lembrar um exercício meu do 1º ano também acerca do cubo, mas com uma função menos lúdica, hei-de postá-lo aqui no fórum também.

Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.