Jump to content
Arquitectura.pt


Rolling


jalfy

Recommended Posts

Joel Fernandes


O espaço habitável nasce, respondendo às restrições volúmicas impostas. Cria-se um objecto que funciona num sistema de rotação onde à sua volta se organizam, em suspensão, os espaços funcionais básicos às necessidades do utilizador. É sustido por uma estrutura tubular metálica, produzindo uma certa tensão entre elemento que sustenta este leve volume auto-portante e o sistema rotativo. Este movimento giratório do corpo em torno de um eixo , mudanças de configurações espaciais, oferecem ao habitante a hipótese de usufruir das mesmas sem sair do espaço central. Desta forma, é colocada uma plataforma fixa no objecto, principiando ulteriormente uma transição para uma diferente orientação. Esse plano é rebatido após o acto de "rodar", recuperando a área do espaço comum. O processo de giração presenteia um conjunto de multifuncionalidades aos pequenos volumes salientes para o exterior, assim como uma diferença de iluminação, onde a presença variável da cor reconfigura a atmosfera interior nas diferentes direcções, estimulando quem habita. No meio nocturno, é desencadeado um jogo de luzes, que se deixa revelar pela translucidez do elemento vítreo, exibindo assim de forma pouco clara e nítida, acontecimentos no seu interior. Sugere-se que o volume seja colocado numa zona verde, acolhendo diferentes enquadramentos de vista, em confronto e relacionamento com a urbe. A ideia de verticalidade remete para um estado do “inatingível”, mas perceptível no momento de funcionamento.
Link to comment
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.