Jump to content
Arquitectura.pt


(publi)city space


joaocasilva

Recommended Posts

EH-01 [PUBLI]CITY SPACE

PRINCÍPIO Na origem desta proposta está a ideia de reprogramação-reconversão do objecto em contentor de espaço habitável. Ou apenas a reprogramação do espaço público com vista à sua recaracterização.
Com recurso a um objecto de carácter urbano, de imagem comum e reconhecível (aqui representado pelo outdoor publicitário pelo seu potencial formal e, simultaneamente, pela sua capacidade implícita de sustentabilidade económica), é proposta a sua apropriação por um uso que subverte o original, ultrapassando-o e propondo uma outra forma de experimentação do espaço público.
A esta realidade chamaremos Espaço Habitável, entendido enquanto área susceptível de ocupação (e para lá do uso publicitário).
MEIO É reformulada a dimensão original do outdoor, que adquire espessura e possibilita a criação de espaço no seu interior. Espaço susceptível de ocupação. Espaço que permitirá a emergência da dimensão habitável proposta.
Tal redimensionamento resulta num espaço corredor. Em cada um dos extremos deste espaço são adicionados dois elementos estranhos ao conjunto original: um contém o acesso vertical; o outro contém o elemento aglutinador de funções que convencionamos necessárias. (Dada a escassez espacial, este último elemento será uma peça rotativa - um tríptico funcional dividido em higiene, alimentação e comunicação - que confere ao espaço intermédio a capacidade de se “modificar” consoante a função pretendida.)
A superfície inferior, o pavimento, contém uma plataforma deslizante que encerra uma superfície acolchoada, adaptável a diferentes usos (dormir, descansar, trabalhar) e possível/desejável de usar em conjugação com o tríptico funcional.
A superfície superior contém o sistema de ventilação e ar condicionado, bem como um sistema de painéis foto voltaicos que produzirão energia necessária ao bom funcionamento do espaço proposto.
A superfície vertical terá perímetro contínuo, em fibra de vidro autoportante e revestida a vinil auto-colante micro perfurado com publicidade impressa (que permite ver sem ser visto) . Este vinil deverá ser aplicado pelo mecenas do espaço e todas as inscrições nele visíveis serão da sua total responsabilidade.
O objectoé branco de modo a permitir a máxima visibilidade.
FIM O objecto proposto deverá resultar, em condições ideais, num espaço livre de constrangimentos e disponível para qualquer actividade, temporária ou permanente.A sua proliferação deverá resultar numa contaminação do espaço urbano pela forma de experimentação proposta. Estes elementos poderão ser sobrepostos (desmultiplicando o espaço público) até ao limite imposto pela visão humana: até deixar de cumprir a função original e passar apenas a ser um Espaço Habitável.
O maior ou menor número destes objectos irá aferir o grau civilizacional de um determinado meio, sendo que o seu número será proporcional à actividade cultural no espaço que lhe é envolvente.
Link to comment
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.