Jump to content
Arquitectura.pt


Tenho um aluno que quer ser arquitecto...


Recommended Posts

  • Replies 68
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

geometria reduziram para 2 anos (aumentaram a carga horaria semanal)...

A Geometria até nem foi das piores opções. A matéria é a mesma, o exame é que agora tem 4 exercícios obrigatórios e um deles pode ser relatório escrito.

Mas impedirem chegar ao 12º sem MAT A (como dantes, que agora temos B ) + GDA + Historia de Artes é na minha perspectiva passar de cavalo para burro.

:

É simplesmente uma vergonha.


Quanto ao tópico se ele gostar mesmo o melhor é seguir, porque não deve haver pior do que mais tarde pensar "eu até gostava disto, mas tive medo".
Link to post
Share on other sites

Gosto imenso do curso mas tenho consciencia que se não entrar para arquitectura (que é o mais certo) numa pública, então não sei para o que é que vou..... :)



por achares que não consegues entrar em arquitectura, não afirmes que estás arrependida...porque se realmente é outra área que te interessa, então pensa melhor sobre isso. Se vais para arquitectura pq é a opção "mais viável e <supostamente> mais rentável" da área das artes, estás a enganar-te a ti própria. Pelo que vejo dos teu comments.. costumas ter ideias interessantes e nota-se que tens uns indícios da "famosa inquietação" que os amantes de arquitectura têm. Não a deixes desaparecer,....se é isto realmente o que tu queres, luta por isso. Na maior das adversidades também lutei e consegui atingir a minha meta - entrar para uma universidade em arquitectura. Força! Aplica-te a 200% nos estudos e verás resultados.
Link to post
Share on other sites

Olá Joao Neves. Eu quero entrar para arquitectura porque é disso que gosto. Quando entrei para o 12º ano, já era esse o meu objectivo. Como sempre gostei bastante de desenhar e como desde pequena que tenho "jeitinho" para trabalhos artísticos, decidi que este agrupamento seria o ideal. No início andava bastante entusiasmada mas agora começo com medo de não entrar... E ponho-me a pensar se não entrar para uma universidade publica de arquitectura o que faço, pois não posso ir para uma privada. A minha média é, neste momento 16,8. Vou tentar subir no exame de geometria... Espero conseguir! :) Estas foram as disciplinas que tive desde o 10º ano: Filosofia (2 anos) Tecnologias da Informação e Comunicação (1 ano) História da Cultura e das Artes (2 anos) Geometria Descritiva (2 anos) Desenho A (3 anos) Oficina de Artes (1 ano) Área de Projecto (1 ano) Português B (3 anos) Educação Física (3 anos) :D

Link to post
Share on other sites

"tiram"?! não percebi.... olha essa da tabuada tem muito que se lhe diga :) cheguei a levar uma reguada por nao saber a tabuada...e ainda hoje nao a sei!sou apologista dos lapinhos com a tabuada escrita, que era alias o que eu usava às escondidas na primária :D LOL felizmente ou infelizmente, somos da era da calculadora...e isso reflecte-se no nosso ensino e naquilo que se torna primordial!...

margarida duarte

Link to post
Share on other sites

olhem acho q se deve seguir aquilo q se gosta realmente e não baseado em previsões ou supostos quadros negros q as vezes nos pintam, por exemplo, quando estava no 12º ano foi-me diagnosticada uma doença degenerativa na vista e desaconselharam-me vivamente a seguir arquitectura ...não desisti e fui na mesma para arquitectura, fui operada quando estava no 1º ano da universidade (teve de ser no estrangeiro porque lá fora faziam medicina preventiva e cá dentro esperavam pa ver no q as coisas paravam e quando já não havia nada a fazer pois avisavam,hehe, não sei se ainda é assim?)a recuperação apanhou parte do 2ºsemestre mas lá m fui safando, entretanto aquilo q era um bicho de sete cabeças para a medicina de deixou de o ser e os programas de desenho ajudaram bastante, tirei o curso em 5 anos e conclui-o com uma classificação razoavel, ainda bem q não desisti como me aconselharam, hoje devia estar a marcar passo e a pensar q fazia uma coisa de q não gostava...normalmente arrependemo-nos mais do que não chegamos a fazer...digo eu:icon14:.

Link to post
Share on other sites

fui ler um outro tópico : grandes arquitectos, e lá tambem estão expressas muitas e boas opiniões sobre a (malfadada/amadaodiada) vida de arquitecto/a...dá realmente muito q pensar e discutir...o miudo do 9º ano se lesse todo este manancial de duvidas existenciais entrava em pânico,hehe :)

Link to post
Share on other sites
  • 3 weeks later...

Parece que o rapaz vai ficar retido no Nono ano... por outro lado tenho um aluno do oitavo que anda a projectar a casa dos sonhos dele... o melhor aluno da turma. Estah indeciso entre Arquitectura e Medicina. :):D:D Faz-me lembrar o colega que desenhou o Centro Comercial Camoes que expos aqui ha umas semanas atras... Eh quase um crime deixar um tipo destes seguir Medicina. O jovem esta mesmo empenhado naquela moradia. Eh a moradia da vida dele... Ja lhe disse para ele pensar em Medicina...:):D:D Nao me julguem. Posso ser mauzinho mas tenho bom coracao. Nao falta medicos soh em Portugal como tambem falta em todo o Mundo... em Africa existe uma escassez de medicos... um rapaz tao inteligente faz falta na medicina... ;)

Link to post
Share on other sites

JVS São coisas opostas (medicina e arquitectura) mas acredito que ambas muito belas. Ele que escolha o que gostar. Mas se quiser ir para Medicina, tem emprego garantido e bom dinheiro no final do mês. ... Acho eu.... Nem sempre o dinheiro traz felicidade, por isso... Não influencie o rapaz!!1 lol Ele que escolha!!!

Link to post
Share on other sites

O aluno que queria ser arquitecto ficou retido com 4 negativas. A turma do aluno que esta indeciso entre arquitectura e medicina votou-me ao ostracismo por causa duma critica construtiva que lhes fiz sobre os trabalhos realizados. Ninguém sabia fazer uma pesquisa como deve ser. Foram á Internet ver espécies de árvores e colocaram no trabalho madeiras que nao existem em Portugal enquanto no livro estava lá tudo. Os miudos ficaram tão sensibilizados com a critica que me votaram ao ostracismo. Resta dizer que eram da melhor turma. Faz-me lembrar alguns colegas que tive na Faculdade que quando levaram uma critica do professor disseram que ele não percebia nada do assunto e dessa maneira desistiram do ano. Existe nestes alunos uma falta de educação tão grande que no final pensam ter razão nos erros que fazem. Alguns tiveram a ousadia de copiar o que estava nas paginas da internet para o trabalho... hilariante o ensino em Portugal... e na bibliografia colocaram Google.pt...:)

Link to post
Share on other sites

JVS para eles dá muito trabalho "reformular" um texto ... é mais fácil fazer copy past. e só depois de terem o copy past todo feito é que se lembraram da bibliografia... como já não se lembravam dos sites, toca a escrever google.pt ... afinal lá tem tudo! lolol acho bem que os professores ralhem com os alunos desde que as críticas sejam construtivas. ás vezes é difícil aceitar essas críticas numa certa idade da nossa vida (lembro-m de quando andava no 7º, 8º ano também era uma pestinha) mas com o tempo percebemos! lol

Link to post
Share on other sites

O aluno que queria ser arquitecto ficou retido com 4 negativas.


Eu tenho que desabafar que estes miudos sao...:icon_pistoles::icon_pistoles::icon_pistoles:...

Nao eh que este aluno nao fez uma ponta dum trabalho e eu ingenuo dei-lhe positiva gracas aos trabalhos de grupo... resumindo o jovem nao fez nada nos trabalhos de grupo e teve positiva...:). Sou amigo...

Portanto ja sei. Quem tiver menos de 3, por exemplo uma media de 2.5, tem negativa. Desta maneira numa turma de 21 alunos, 10 deviam ter tido negativa.
Link to post
Share on other sites

Nao eh que este aluno nao fez uma ponta dum trabalho e eu ingenuo dei-lhe positiva gracas aos trabalhos de grupo... resumindo o jovem nao fez nada nos trabalhos de grupo e teve positiva...:). Sou amigo...


Vou-lhe ser sincero, principalmente no básico, nunca percebi a tara que os professores têm em fazer trabalho de grupo. Já se sabe (e muitas vezes os professores até ajudam na constituição) que os grupos vão ser (salvo raras excepções): um elemento que trabalha, outro (quando há) que ajuda e o resto coça os tomates. No fim o professor dá uma nota ligeiramente mais alta ao que trabalhou e uma nota até muito compensatória para quem não fez nada. E viva a mama :tired:
Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.