Jump to content
Arquitectura.pt


Ser ou Não Ser Moderno - palavras da arquitectura


Recommended Posts

Imagem colocada

Ser ou Não Ser Moderno



"
Com cada vez maior frequência, nos dias que correm, somos confrontados com uma dicotomia aparentemente inofensiva mas que na realidade acaba por ser uma das maiores discussões (ou indecisões) da arquitectura contemporânea. A questão do ter ou não ter uma linguagem moderna, do ter ou não ter uma atitude moderna, surge hoje em dia como um problema corrente da prática arquitectónica que interessa analisar e entender a sua definição.

(...)

Nos dias de hoje vivemos mais uma vez um período de instabilidade a nível social, cultural e tecnológico. A arquitectura que vem sendo feita é de uma pluralidade até então nunca vista: se por um lado temos um Siza ou um Zumthor, por outro existe um Koolhas ou um Holl. Assistimos a uma diversidade de linguagens e de aproximações à arquitectura que me faz, antes de mais, crer que vivemos num período de transição, de incerteza, para com uma nova modernidade. A revolução que vivemos hoje é de igual ou maior importância de todas as anteriores, a sociedade está a sofrer mudanças profundas na sua estrutura, as comunicações estão a evoluir de uma forma alucinante e a globalização veio para ficar. Poderá a arquitectura adaptar-se aos novos tempos de forma a tomar um papel preponderante na vida social, cultural e económica das cidades? Se sim, como?

(...)

Assim, mais do que defender uma globalização, deveríamos defender um internacionalismo, pois este implica simplesmente a troca e a inter-influência de valores, contrariamente à posição de exportação de valores globais generalizados.

(...)"



Artigo completo publicado no blog palavras da arquitectura - http://palavras-arquitectura.com
Link to post
Share on other sites

Hoje em dia o que assistimos é de facto a uma visão cada vez mais minimalista da arquitectura, é este facto incute no objecto uma linguagem que por si só já se identifica como moderna. há todo um supremo avanço da forma em relação à sua resolução minima, sem qualquer ornamento possivel... a ficção cientifica assume um papel importante no avanço da tecnologia, esta surge como fonte de inspiração para tudo o que se POSSA criar. quantos de nós em miudos apreciava aquelas fantasticas series de ficção cientica, que nos fascinava pela sua magia, ou aparente ilusão de fuga à realidade, tudo aquilo hoje, ou parte é realidade. ou seja quero dizer com isto que da forma que a mudança sofre transformação, a velocidade, cada vez mais temos a ilusão de moderno, pois tudo corre o risco de se tornar vanguarda...é o risco da modernidade! Abraço

Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.