Jump to content
Arquitectura.pt


[Opiniao] Univ Privadas


sunrise_00

Recommended Posts

Eu sou do porto, por isso não te posso ajudar nesse campo, mas podes ter a certeza de que vais ouvir opiniões muito diversas, talvez influênciadas pelas experiências próprias de cada um...

Aquilo que te aconcelho a fazer é visitares todas as que possas e te informes acerca das disciplinas dos cursos e professores que lecionam as aulas..
Depois dá uma vista de olhos pelas condições que te podem oferecer (instalações por exemplo), e forma a tua própria opinião apartir daí...
Se te responder quem andou uma, se calhar vai-te aconselhar essa, se andar noutra, idem, por isso não te fies muito...

Não é incrível tudo o que pode caber dentro de um lápis?...

Link to comment
Share on other sites

ULHT

Sinceramente, escolhe entre a Lusofona ou Lusiada, que é onde andam os melhor professores, mais vai dar uma voltinha a todas as que axarem bem, ta ai no forum o plano de estudos de cada uma. Atenção, os palnos de estudos mudaram do ano passado para este ano e tens de verificar que informação tomas, e melhor pegares nos folhetos das proprias universidades.

Link to comment
Share on other sites

Vai para uma qualquer, desde que no fim dos anos lectivos, consigas facilmente ingressar na Ordem. Actualmente das privadas eu escolheria a Lusíada, das públicas, eu tentaria o IST (Matemática mais Geometria Descritiva), a média mais baixa e uma óptima formação a nível técnico.

Link to comment
Share on other sites

ja agora defendo o meu feudo... ual, universidade autonoma de lisboa. aconselham-me vivamente o curso de arquitectura na ual; basicamente no atelie onde estagiei disseram-me isso. um deles e docente numa outra universidade; ja trabalharam juntos com alguns dos docentes da ual ou tiveram na mesma turma que eles... segundo eles, sao pessoas que sao muito boas e sabem explicar o que fazem! quanto a professores ve por ti mesmo; vai ao site da ual!!! a mim bastou para ir para la. alem disso o departamento de arquitectura da ual fica a 20 minutos a pe de minha casa! :-)

Link to comment
Share on other sites

Não tendo estudado na Lusiada, sempre ouvi dizer que o grande problema lá é o ambiente geral, que vai desde o Péssimo e o Muito Mau, talvez devido à quantidade de pessoas que eles admitem todos os anos, talvez devido a alguns professores, não sei. Eu fiz o meu curso na Lusofona, e o ambiente lá era porreiro, pelo menos na minha turma... Sei que ha quem se queixe, mas enfim... Mas para mim um dos principais factores que me fez escolher a Lusofona ter o metro mesmo ao lado. A Lusiada era na outra ponta da cidade (relativamente à minha casa) e tinha de ir de autocarro, o que enfim.. vou apenas dizer que não funciona tão bem como o metro... Quanto à qualidade de ensino... Não sendo perfeita, foi bastante boa. Ou seja, tive professores muito bons e tive professores menos bons, o que acontece em todas as universidades incluindo as do estado. Só a oportunidade de ter tido o Pancho Guedes como professor compessou tudo. Porém acho que ele nesta altura ja não faz parte do corpo docente do curso de arquitectura, estando apenas nos mestrados... Mas esta informação pode estar errada, portanto é melhor verificares.

Link to comment
Share on other sites

Uma coisa é certa, o pessoal que vem da Lusíada, a maioria é um bando de rufias, com uma grande propensão para cortar na casaca. Assisti a algumas transferências da Lusíada para a Lusófona, e as vezes perguntava-me, se eles lá, apanhavam à raiva? Ou se era contagioso... Não sei se estão a perceber? Isso principavelmente notava-se, no sentido crítico exagerado durante as apresentações de trabalhos, porque existem pessoas neste mundo, que por qualquer razão, devem falar, porque sim (ou por pura imbirrância), eu pelo contrário, acho que existe uma grande arte em estar calado. Em relação aos professoras, se acham que a arquitectura Portuguesa são os Aires Mateus e afins, então a Lusíada tem óptimos professores. Se acham que grande parte do corpo docente da Antiga FAUTL, tinha qualidade, então a Lusófona tem bons professores, já para não falar de duas figuras como o Santa Rita e o Pancho Guedes que até à bem pouco tempo, davam aulas na Lusófona, nos anos curriculares.

Link to comment
Share on other sites

Devo dizer que deves "procurar" a faculdade que melhor representa os teus objectivos. Poderás ir consultar as exposições públicas de trabalho e tentar perceber através de conversas com alguns estudantes das várias universidades os pontos fortes e fracos de cada uma delas. Devo alertar para o facto de que os grandes nomes da arquitectura nem sempre são sinónimo de bons professores. Abraços

Link to comment
Share on other sites

1, o que queres ser? um arquitecto ou o arquitecto 2, se escolheste a segunda opção não te leves pela faculdade x, y ou z, o curso és tu que fazes. os professores podem ser bases, mas é da tua parte que vai sair o sangue, suor e lágrimas para concluires as cadeiras, é na tua cabeça que o projecto vai sair, podem dizer a este professor ou aquele, de que me vale um professor que ganhou um prémio secil se não consegues exprimir, se não aprendo nada nas suas aulas? vale a pena? 3.entre privadas, e só posso falar daquilo que conheço, a moderna, onde estudo, tem ambiente muito "familiar" somos perto de 20/30 alunos por ano, com 1 turma por ano(so no quarto e quinto ano tem mais pessoal), todos num mesmo edificio onde as relações entre todos, e aqui falo professores, funcionários e alunos é, no meu entender, muito bom. o ensino aposta em novos professores e não na "velha guarda" (não tou a dizer nem bem nem mal, é uma filosofia do curso) e como podes reparar ou supor os trabalhos são acompanhados a projecto...todos os dias de aulas, tens tempo para pensar com o professor com colegas do ano, de outros anos, tás em contacto com um pensamento de 5 ano do rigoroso e da pormenorização e de um segundo(que é onde estou) muito mais abstracto. tal como já disseram cada um puxa a brasa a sua sardinha. mas eu por exemplo, gostaria neste momento de estar num pública. qualquer uma pois a martelada que metes por mês numa privada...e só a pensar que numa pública essa martelada era gasta em N livros por mês... é melhor nem pensar... llolol mas pronto, penso que a questão é em termos monetários quanto queres gastar, e se queres te esforçar, mesmo muito...por que se gostas mesmo de arquitectura...qualquer uma serve, modernos, lusófonos , lusíados ou autónomos somos sempre arquitectos, uns mais que os outros mas sempre arquitecto podes ser é (mais) um arquitecto a escolha depende nao da faculdade mas sim do teu esforço ao longo do curso

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

sinceramente é complicado escolhe... eu fui pá lusiada e tive lá um mês, ya um mês.. lolol depois fui pá lusófona e o ambiente que me acolheu é mt melhor que o da lusiada.. mas é a minha opinião! na lusófona poderás sempre criar uma certa relação com os profs. enquanto na lusiada não sei bem se é assim... mas visita as duas e ve o que te pode esperar :s boa sorte...

Link to comment
Share on other sites

  • 4 weeks later...
Acabei Recentemente o curso na Lusófona, faltando apenas a entrega da tese até Outubro. O que posso dizer em relação á Lusófona é que têm bons professores nas cadeiras realmente interessantes, e directamente ligadas á profissão, como Tecnologias (Santa-Rita), a cadeira de Projecto, Restauro e Reabilitação, etc, mas também tive péssimos professores a outras cadeiras! No geral, creio que é relativamente fácil o curso, e bons e maus professores existe em todo o lado. O ambiente foi sempre muito bom, quer entre alunos quer com os professores, sempre um grande diálogo entre ambas as partes. Creio que o pior é mesmo alguma falta de organização e opções no curso em termos de cadeiras que no meu entender não são as mais indicadas, assim como uma tremenda falta de organização nos diferentes anos. Tive casos em que trabalhava sobre o mesmo terreno a fazer praticamente o mesmo em várias cadeiras.
Não conhecendo bem a realidade da UAL, e sem conhecendo preços, ambientes etc, mas olhando por alto para alguns nomes, creio que é uma boa universidade.
Lusíada, acho que já foi tudo dito, a maioria dos professores que valiam alguma coisa saíram de lá, o ambiente não é dos melhores, e a "ditadura" efectuada por alguns professores em algumas cadeiras metem qq um de cabelos em pé!!!

P.s. Outro ponto a favor da Lusófona e creio que ninguém referiu isto ainda é que está recheada de raparigas lindíssimas!!!!
Link to comment
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.