Jump to content
Arquitectura.pt


Recommended Posts

vai acontecer que cada um irá puxar a brasa à sua sardinha...lol! nao sei se ha lusófona no porto...creio que nao.se assim for, vai para a lusíada no porto. ja foi debatido anteriormente qual a faculdade melhor e os porques...pessoalmente penso que o ensino no porto (a chamada "escola do porto") é francamente melhor do que em lisboa. nao sei o que queres dizer "em termos do curriculo"...será o que se ensina no curso?

margarida duarte

Link to post
Share on other sites

sim sim...entretanto fui à procura e encontrei a dita cuja :) peço desculpas! bom...entao se tambem ha...muito sinceramente escolhe a que mais te agradar...se quiseres trabalhar que nem um cao, entao vai pa lusíada....eu estou la e se eu soubesse o que sei hoje, teria ido pa FA-UTL..... enfim! obrigada pela sugestao bruno!tou mesmo tentada a ir la dar uma espreitadela :) e possivelmente darei.

margarida duarte

Link to post
Share on other sites

sim. eu aviso. amanha ja saberei se vou ou nao...sim porque para desbravar esses caminhos desconhecidos nao posso ir sozinha :D vou ver se convenço uma colega minha a vir tambem. é na zona da faculdade de belas artes a caminho do rio nao é? :) lol acho que terei de ir a um posto de turismo perguntar :) by the way? MP? e ja agora...quanto custa o colóquio? obrigada

margarida duarte

Link to post
Share on other sites

a escola do porto é um movimento específico de um período. Não se trata das faucldades de arquitectura no Porto. Não tem nada a ver uma coisa com a outra. A escola do Porto era caracterizada por determinadas individualidades que promoveram o modo de fazer e de ensinar específico do qual resultaram arquitectos importantissimos. Hoje em dia qualquer faculdade no porto é igual a qualquer de lisboa. Não nos podemos referir às faculdades de arquitectura do porto como "escola do porto" se bem que de uma forma nostálgica até sabe bem pensar nisso e de certo modo poderá dar prestígio aos cursos do Porto. Mas isso já é outra conversa

Link to post
Share on other sites
Universidade Lusíada do Porto
O Processo de Bolonha
Conferência

Processo de Bolonha - Implicações no Ensino Superior, Saídas Profissionais e Instrumentos de Mobilidade é o tema de uma Conferência organizada pela Universidade Lusíada do Porto, marcada para o próximo dia 27 de Março, pelas 15:00h no Auditório 1.
Esta conferência tem como destinatários os Presidentes dos Conselhos Executivos, Gabinetes de Psicologia e Orientação Vocacional, Professores e Alunos das Escolas Secundárias.
A entrada é livre, mas sujeita a inscrição. Para tal, é favor contactar:



D. Sónia Pinto
Universidade Lusíada do Porto
Rua Dr. Lopo de Carvalho, s/n
4369-006 Porto


E-mail: scgpinto@por.ulusiada.pt

Telf.: 22 557 08 29
Fax.: 22 557 08 79
Link to post
Share on other sites

"no momento em que a faculdade de arquitectura se passa com armas e bagagens para a universidade tecnica nao será demais reflectir sobre os caminhos do ensino. passa-se para a tecnica com 50 anos de atraso."

"é a partir do modo como cada uma das nossas duas escolas de arquitectura vive a batalha de ideias travada em torno da arquitectura, durante os anos 30, que se traçam os caminhos que irão seguir (...) sao os anos da implantação do estado novo."

"sobre a escola de lisboa onde, apesar do seu academismo oficial, o contagio modernista era ja extenso e profundo, abata-se a mais feroz repressao: expulsao dos «elementos perigosos», obstrução à entrada de professores progressistas, obstrução ao «espirit nouveaux», regresso ao virtusismo grande-composição e ao classicismo de sebenta. em nome dos grandes valores supremos da nação e do estado que se vê a arquitectura intérprete priviligiada desses valores (...) "

"enquanto isto acontece em lisboa, no porto as coisas surgem um curso diferente. a escola de belas artes abre-se progressivamente às novas ideias, sem escandalo nem ultraje.
como é que isso se explica?
a forte tradição liberal da cidade, reforçada por um antigo, vigoroso espirito de resistencia à hegemonia da capital proverbial «bairrismo» do porto;
a sua distancia relativamente à sede do poder politico (lisboa): o braço da repressão é (ainda) curto;
o compromisso histórico criado pelo exodo dos insurgentes de lisboa para a escola do porto onde são recebidos de braços abertos;
coisas que em momento nenhum acontecerá em lisboa"

"lisboa havia sido vitima de uma repressao, que o porto nao conhecera. mas isto teve um preço, que até hoje nao foi suficiente ressarcido"

in "arquitectura em questão" - arquitecto manuel tainha (diplomado na escola superior das belas artes em lisboa)

margarida duarte

Link to post
Share on other sites

mondrian: concordo inteiramente com o texto, mas uma coisa não invalida a outra. Aliás como o Taínha refere a "escola do Porto" é proveniente do curso de arquitectura nas belas artes do Porto, curso este que ja não existe. Metade foi para a faup e metade fundou a cooperativa árvore de onde surgiu a ESAP. Se tiveres a oportunidade de trocar ideias com algum arquitecto (de 40 anos para cima) que tenha estudado e vivido a "escola do porto" verás que hoje em dia nem a faup nem a esap correspondem ao que aí se passou. Nem os alunos são os mesmos nem os professores nem a situação socio-cultural da cidade/país. A "escola do Porto" foi uma junção feliz de diversos factores que permitiram a formação de grandes arquitectos e a criação de uma marca internacional. Hoje em dia vivemos na sombra nostálgica desse período sem que tenhamos a mínima ideia do que isso significou em termos sociais, políticos e culturais.

Link to post
Share on other sites

eu sei disso e concordo com o que disseste, contudo ha sempre coisas que ficam, e ter professores dessa época "ajuda", de certa forma a que esse espirito se mantenha, bem como a transmição de pensamentos e valores. alem disso, tal como é referido, 50 anos de atraso nao se superam de repente... porque sera que a FAUP tem a maior media de entrada para o ensino universitario em arquitectura? por coincidencia? nao...porque os factos que aconteceram, reflectem-se ainda nos dias de hoje, seja prestigio, seja exigencia, quer queiramos quer nao

margarida duarte

Link to post
Share on other sites

o que quero dizer é que não se pode pensar na faup ou mesmo na esap como sendo ainda a "escola do porto". são faculdade e escola (respectivamente) que surgiram do curso de belas artes mas que hoje em dia já pouco têm que ver com a tal "escola do porto". Em termos de professores, se formos a ver a faup hoje em dia nem tem assim tantos professores formados em belas artes. Optam por ter bastantes professores novos (assistentes) que substituem nas aulas os professores mais velhos. Na esap a grande parte dos professores continua a ser das belas artes e a vantagem é haver contacto directo na aulas. No entanto volto a dizer, nem os alunos nem os professores nem as actuais faculdades mantém o espírito "escola do porto" vivem do prestígio obtido, o que de certa forma nos agrada e nos dá reciprocamente uma continuação de prestígio principalmente no estrangeiro ( o que é bom!).

Link to post
Share on other sites

sim..eu concordo ctg....mas o que me da a entender é que esta é uma conversa circular....com tantos "porques..porques..." acabamos sempre no mesmo. recuso me pensar que "se vive do prestigio" porque penso que hoje em dia se faz e muito para que esse prestigio continue. agora se é de uma forma menos "vincada" (digamos) talvez...mas que existe aquele bichinho de que a arquitectura leccionada no porto é melhor, isso sem duvida que sim. a começar pelas medias (que ao fim ao cabo sao uma triagem para filtrar os melhores alunos), a passar pelo proprio conceito mais "conservador" do que é arquitectura, a acabar nos nomes que se formaram no porto...tudo isso forma um novelo que nao é com 2 tretas que se desfaz..

margarida duarte

Link to post
Share on other sites
  • 1 month later...

Mondrian, a escola do Porto, tal como o asimplemind disse com mta sabedoria, foi um movimento que se desenvolveu por factores específicos. A escola do Porto compreende espaço temporal bem definido, não tem uma dimensão física actual. Hoje em dia, lamentar-me-ia imenso se o regime de admissão numa faculdade, em meados do século, fosse com base em notas de exames, e pra isso dou uma razão: não teriamos o Siza como o maior vulto da arquitectura nacional.

Link to post
Share on other sites
  • 2 years later...

A "melhor Universidade"...conceito curioso...a melhor universidade é aquela em que tu sabes que te sentirás melhor...é aquela onde tens parzer ao ires, sabendo que tens os melhores colegas...é aquela onde os professores realmente se empenham para te ensinarem algo, e no final sabem o teu nome, sabem o que vales...a melhor universidade é aquela que tu olhas os panfletos, percorres os anos e cadeiras, e pensas: "É mesmo isto!"...a melhor universidade é aquela que tu queres mesmo ir...a melhor universidade vai preparar-te para a vida...Por minha experiência, passei por EVT (ESE Portalegre - matricula e praxes), Escultura e Pintura (FBAUL - apenas matrícula), Arquitectura (Lusíada LX - 2 anos), e termino agora Arquitectura (ISMAT - grupo Lusófona, com as equivalências e as alterações que o Bolonha introduziu...)...o resultado? Para mim, valorizou-me o facto de conhecer realidades distintas, de ter de trabalhar em construção civil, e de ter alguns interregnos nos estudos que, se por um lado atrasaram a minha formação, por outro deram-me conhecimentos que não se adquirem sem a prática laboral (fiz de tudo...medições e orçamentos, desenho assistido por computador, preparação de obra, orçamentação, preparação, execução e, inclusivé, colocação em obra de alumínios, cantarias e canalizações, e fiscalização municipal, no âmbito de obras...), mas a conclusão que chego é que a melhor universidade é aquela em que tu, ao passar algum tempo, tomas consciência que é a tua "casa"! Cumprimentos a todos,e boas "arquitecturas"!

Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.