Jump to content
Arquitectura.pt


Recommended Posts

Alguém disse que os atropelos aos pdm´s só acontecem nos meios rurais? Apenas disse que aí o problema é mais grave... enfim... Agora falo daquilo que ouço de pessoas de confiança, porque não conheço casos em concreto, nunca me aconteceu a mim directamente, nem sequer ando metido nessas tramóias, por isso concordo contigo que isso talvez seja o senso comum mas, qual é o problema? Por acaso andas metido nisso? não sei... Já te tentaram contigo? se calhar já... Fizeste um mestrado em corrupção e afins? se for esta, parabéns por teres acabado... Falo do que sei, não invento nem me ponho a imaginar coisas... se o que sei a este respeito é ou não senso comum, pouco me importa, porque o que me interessa é que é a realidade, e são esse tipo de coisas que me revoltam e me fazem sentir bem por não ser como "eles"... PS: Para alguns dos estádios serem construídos não houve atopelos aos pdm´s? claro que houve, e não só em Lisboa... é o poder e as influências a falarem mais alto, é esse o nosso país, e é nisso que eu não me quero meter...

Não é incrível tudo o que pode caber dentro de um lápis?...

Link to post
Share on other sites
  • Replies 56
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Em tempos de crise é sempre bom ser funcionário público. Mas hoje em dia os funcionários públicos estão com a corda no pescoço e além disso ainda existe uma pequena área no qual a PJ ainda não investigou que é precisamente os arquitectos das câmaras... portanto penso que ser arquitecto da câmara nestes dias é um pouco arriscado. E... já não têm as mesmas regalias que tinha há dez anos atrás.

Link to post
Share on other sites
  • 5 weeks later...

Estas guerras de público e privado não têm fim e, a meu ver, nem solução...

Ainda bem!

É sempre bom estarmos insatisfeitos com o que temos e com o que nos rodeia. Estimula a criatividade e aguça o engenho...
Parados é que nunca!!!!

Conheço arquitectos que trabalham em Câmaras e que assim querem continuar. Outros há que não querem para lá voltar. Nenhum me disse que o ambiente de trabalho é bom nem que o vencimento é mau... Todos se queixam da forma como as coisas funcionam (ou não funcionam...). Isto é geral, em qualquer ministério, departamento, cargo ou função, mas uns ficam outros não... são escolhas... É como em tudo... o nosso dia a dia é uma sequência de escolhas...

Pessoalmente não concordo com o modo como se desenrolam os processos de Licenciamento de Obras em Portugal. Não vou comparar com outros países por não conhecer a fundo os sistemas de funcionamento, mas acredito que os há bem melhores que os nossos (que os piores não interessam...).
Sei que de cada vez que se pretende Licenciar uma obra aparecem entraves de várias frentes.
Com isto não quero dizer que o papel das Câmaras Municipais seja irrelevante. Não renego a importância de salvaguardar direitos e princípios base do nosso teritório e nossos. Todos os organismos e entidades intervenientes aparecem no processo (à partida...) com legitimidade.
Agora, posto isto... e mesmo assim... o processo não está a funcionar...

É certo:
Há técnicos inexperientes a analisar projectos. Sim, claro que há. Há outros que seguramente serão competentes...
Há regras obsoletas por toda a legislação... Há regras essenciais e indiscutivelmente necessárias...
Há organismos, departamentos, funcionários, técnicos, requerentes... ediondos... há outros fantásticos...
No entanto não me parece que isto seja um problema base, mas antes uma consequência de um problema: o funcionalismo público.
Atenção: Não se trata de culpar o sistema em por este não ter rosto, caindo assim tudo por terra, não é isso... apenas me sinto impotente face a toda esta engrenagem mecânica e auto-sustentável...

Temos de agir por reacção... intervir a cada problema.

Nós os arquitectos somos uma classe completamente "desunida" e não me parece que isso possa mudar... Como seria então possível combater as falhas dos processos de licenciamento de obras na sua génese? Não nos entendemos... A ordem profissional é o que se sabe...

Por isso digo: por agora resta-nos ir debatendo estas questões, levantando os problemas com que nos vamos deparando, trocando ideias e...
... agir por reacção...

Link to post
Share on other sites
  • 2 weeks later...

Bem vindos ao mundo real... onde a vida é um caso de sorte, cunhas e outras coisas secundárias como o nosso momento lindo e critico ao realizar arquitectura... uma escultura que inclui o Homem... uma arte que até vai dando dinheiro. Não vejo o problema das câmaras como uma afronta ao arquitecto... vejo sim problemas em alguns privados... exemplos caricatos, tristes... enfim... até quando vai continuar isto... E a arquitectura é linda e eu gosto.

Link to post
Share on other sites
  • 10 months later...

Vão estudar o Regime Juridico da Urbanização e Edificação... DL555/ 99, alterado pelo 177/2001, mais as respectivas portarias...

e aprender em concreto o q é:
Licença Administrativa
Autorização Admnistrativa
Pedido de Informação Prévia
Comunicação prévia

Os postos de garrafas (de gás), é verificar a legislação referente às regras de segurança para gás natural... e outras afins...


PS: um pouco tarde... mas como ficou a discussão em aberto...

Quem cria renasce todos os dias...
Agua-Mestra, Lda
Não sou perfeito, mas sou muito critico...

Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.