Jump to content
Arquitectura.pt


O Ultimo Filme que Vi


Recommended Posts

  • Replies 566
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

.

Eh triste... acabou em grande. A juventude tem destas coisas... perdem-se na droga e morrem... quando nao morrem caem no abismo... forever.

Também já vi o Benjamin Button. Fui com grandes expectativas tanto pelo realizador como pelos protagonistas e penso que poderei ter ficado um pouco a desejar algo mais. Não que o filme não esteja bastante bom, considero que é um filme excelente, com detalhes de imagem muito bons e grandes actuações. No entanto penso que poderia ter mais qualquer coisinha que pudesse tornar o filme excelente. Aquilo que achei mais interessante e que sem isso o filme deixaria de ter interesse eram as constantes referências temporais. Não só a relação entre cada época em que se passava com factos históricos que a caracterizavam, como as relações temporais entre épocas diferentes e principalmente a da época actual com o furacão. Não é por acaso que o filme se passa em New Orleans. Isto sim achei interessantíssimo.

Link to post
Share on other sites

Vi o Valquiria. Chego ah conclusao que as melhores pessoas para falarem da historia da alemanha sao os proprios alemaes. Vemos isso nos filme Das Boot, A Queda, Adeus Lenine e Complexo Baader-Meinhof. O resto sao americanices... mas este filme escapa ao rotulo de americanice porem falta qualquer coisa neste filme.

Link to post
Share on other sites

Também fui ver o Valquiria, está cheio de erros historicos, muito graças a vontade de tornar os golpistas mais "bonzinhos" e heroicos do que na realidade foram, já vi pelo menos mais um filme e uns dois documentarios sobre este golpe de estado e a historia era um pouco diferente... No entanto gostei e aconcelho a ver.

Link to post
Share on other sites

Outro filme que aconselho vivamente é o second life, tão mal que chega a ser mais pedagógico que a maioria, este filme mostra exactamente aquilo que não se deve fazer em cinema. E pensar que foi feito para ser vendido ao estrangeiro.... Eu moro perto da fronteira e lembro-me que no inicio dos anos 90 também houve na Espanha a tendência para fazer filmes que "rendessem e exportassem" um deles sobre um toureiro qualquer tinha como atriz secundaria a Sharon Stone (chamada para atrair o publico americano) deve ter sido o pior filme que vi em toda a minha vida e foi considerado pela actriz como claramente o pior e mais enbaraçoso filme em que teve a infelicidade de participar, isto repetido em quase todas as entrevistas da mulher nos anos 90 deu uma pessima imagem do cinema do nosso vizinho iberico, o engraçado e ironico é que quando essa tendência desapareceu o cinema espanhol começou de facto a internacionalisar-se (refiro-me ao cinema mais comercial, com titulos como "el dia de la bestia" e por ai fora). Isto vem a proposito da tendência que atravessa Portugal nestes dias para a mesma produção de filmes que se "vendam lá fora" e sejam os filmes mais vistos do ano no pais "residente", este genero de filmes só servem para envergonhar quem vai ao cinema e o pais de que são oriundos. Concluindo um filme a não perder.

Link to post
Share on other sites

Vicky Barcelona, apesar de parecer um grande anuncio da cidade de Barcelona vale sempre a pena ver. O enredo podia passar-se em qualquer cidade do mediterraneo e até, por exemplo em Lisboa, no entanto é sempre interessante como o Woody Allen conta a estoria.... Excelente final como sempre.

Link to post
Share on other sites

Slumdog Millionaire, Rocknrolla, Revolutionary Road, Happy Go Lucky, Vicky Christina Barcelona... Já não me lembro de mais... Mas vale a pena vê-los todos! Especialmente os 3 primeiros que referi! O Rocknrolla é uma ode ao Snatch e ao Lock Stock and two smoking barrels. Todos muito bons. Revolutionary Road é uma beleza americana sem o saco de plástico a voar!

Link to post
Share on other sites

Vi esta semana, não está ao nível do mítico trainspotting, mas é um grande filme.

As últimas perguntas do concurso é que não me pareceram tão difíceis para o $$ que estava em causa.



não te parece dificil porque a realidade da educação nos países ocidentais é completamente diferente da índia! viste bem aquela escola? aquela aula? nem sequer carteiras tinham para todos os alunos... quando vemos um filme que acima de tudo retrata outra realidade, que não a nossa, devemos sempre transportarmo-nos para essa mesma realidade. alem disso, a pergunta, em relação ao filme tinha uma segunda leitura.. espero que tenhas percebido qual era...

margarida duarte

Link to post
Share on other sites

Margarida, eu já previa este tipo de resposta. É óbvio que as perguntas, estão associadas ao argumento e que a última, até terá várias leituras e acaba por agarrar toda história. Eu vi aquela escola, não tiro é conclusões precipitadas. O filme também mostra o desenvolvimento desta economia emergente. Esta realidade de profunda pobreza existe de facto, e está por toda a parte neste país. Mas atenção estamos a falar de um país imenso, com quase o dobro da população da Europa, e que tem uma classe média crescente, milhares de escolas de "qualidade" e muito potencial humano. Mesmo que apenas 3% da população tenha acesso a um bom ensino são mais de 30 milhões.

Link to post
Share on other sites
Eu não vi o filme e francamente não pretendo ver, mas se as perguntas eram fáceis então na índia este concurso dá muito dinheirinho a ganhar visto ser o pais com, por exemplo, a melhor escola de engenharia do mundo, pelo menos aquela com mais rigor na escolha dos alunos e isto repete-se noutras universidades, é um pais completamente assimétrico e isso reflecte-se na educação e noutras áreas como a saúde onde é bem capaz de ter dos melhores hospitais a nível mundial (Neste momento estou a desenhar um hospital para um concurso para estudantes e estou a seguir as experiencias indianas por serem as melhores) e não conseguir providenciar saúde aos mais pobres e à população rural, tive um professor que estando numa terra perto de Chandigarh teve a necessidade de ir ao hospital para tomar uma vacina, quando estavam a preparar-lha ele reparou que a agulha já tinha sido utilizada antes e pediu para a mudarem ao que o medico se viu relutante em aceitar, quando ele disse que só aceitava ser vacinado com uma agulha nova ficaram meia hora a procura dela, a agulha com que lhe queriam dar a vacina já estava a ser utilizada a anos. Depois não acho pelo género de perguntas desses de concursos que as boas respostas estejam dependentes de uma boa educação (sistema de ensino), pelo menos quando perguntam qual o ultimo álbum da Micaela e quem apresenta o programa das tardes da rtp1 juntamente com o João Baião, alguma vez perguntaram o que é um eléctrodo, ou um lintel, ou qual o ultimo livro de George Steiner?????????
Link to post
Share on other sites

Já estão a deturpar tudo... O filme não tem a ver com o concurso per se, mas a forma como ele conseguiu responder às perguntas... Não é para ser encarado com um cariz de certo ou errado, fácil ou difícil, mas tinham que ser aquelas as perguntas, é daí que vem a história do filme...

Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.