Jump to content
Arquitectura.pt


Novo RJUE obriga Arquitectos carecas a usar capacete


Recommended Posts

1º de Abril Dia consagrado à patranha e à mentira, hilariantes. O uso de capacete, em obra, é ...e... foi sempre obrigatório e se por acaso houve quem tivesse lesões na careca, por falta de protecção, é porque não estava a cumprir os regulamentos de segurança em obra. De qualquer forma ficam os minhas congratulações pela imaginação do autor. Amanhã tudo ficará esclarecido.

Link to post
Share on other sites
  • Replies 62
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Acho um pouco deficiente a afirmação deste decreto pois se formos a analisar promenorizadamente de certeza que encontramos mais casos de arquitectos com cabeças partidas e com uma boa estrutura capilar do que sem ela (lol)... e o cabelo pelo facto de estar curto mt das vezes tem quase o mesmo efeito de quando o não temos, se estiver comprido as arquitectas tem mt sorte (lol)... sera esta "lei" algo que se discuta e que sirva para que o nosso país siga em frente mais forte e confiante? que raio andam a tomar os medicamentos não devem estar a fazer efeito (lol)...

Link to post
Share on other sites

Apesar de ser 1 de Abril... Neste país já nada me espanta! Com tanta parvoíce e idiotice no nosso governo esta e outras leis parecidas com esta podiam bem sair daquelas lindas cabecinhas que estão muito teoricamente todos os dias na assembleia ("aldeia dos macacos") a conduzir o nosso país!!! Viva à nova LEI!!!

Link to post
Share on other sites

Esta medida é um tanto ao quanto "ridícula", isto porque tanto pode acontecer uma lesão craniana numa pessoa que tenha cabelo como numa pessoa que não o tenha,não é o cabelo que vai proteger de uma eventual lesão...sou defensor sim do uso de capacete,mas para todos os intervenientes numa obra, não só para quem tem menos cabelo mas sim para toda a gente. A segurança deve ser encarada como uma prioridade por todos os responsáveis numa obra, desde o momento em que nós arquitectos ou aspirantes a arquitectos, que é o meu caso, começamos a esquissar o projecto, até ao momento em que é colocado o último parafuso na obra. Por isso todos nós devemos defender o uso de capacete, mas para todos os membros presentes em obra. Cumprimentos a todos os participantes do fórum.

Link to post
Share on other sites

É incrível como se conseguem arranjar artefactos para criar mais uma lei absurda. Sinceramente, irá o cabelo proteger as nossas cabeças de algum objecto mais pesado? Haviam de dedicar mais tempo a coisas que realmente importam e não com "peanuts" a que os portugueses tanto gostam de dar atenção. :p

Link to post
Share on other sites

Enquanto arq.º careca confesso que tenho de congratular-me com esta medida pois, como já se sabe, uma pessoa tem sempre a tendência para encarar as coisas na desportiva e achar que só acontece aos outros e por isso só toma medidas em duas ocasiões: ou depois de o acidente acontecer, ou se a tal for obrigada por lei. Só receio que esta lei não venha a ter condições para ser aplicada em virtude de ainda faltar aprovar a portaria que regulamenta o iCM ("Índice de Calvície Mínimo", para quem ainda não leu o diploma em apreço) parâmetro indispensável para determinar (através do quociente entre a "área de implantação capilar" e a "área total de escalpe") quem fica abrangido por este diploma (o chamado "careca técnico"). Como é bem de ver ainda vão passar um anitos até esta lei ter aplicabilidade prática. Se a isto juntarmos o artigo sobre o período de transição de 5 anos durante o qual é permitido que os arquitectos tecnicamente carecas com mais de 4 anos de experiência comprovada em direcção de obra continuem a não usar o capacete, é bem de ver que só depois do próximo milénio isto vai servir para alguma coisa... É a incompetência do costume dos Srs. legisladores. Espero que a discussão desta questão neste fórum possa contribuir para inverter este estado de coisas. Para terminar quero deixar uma palavra de crítica para a Ordem que, mais uma vez, não soube impor-se como devia e ficou de fora das entidades consultadas pelo Governo aquando da preparação desta lei.

Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.