Jump to content
Arquitectura.pt


Corleoni

Membros
  • Content Count

    15
  • Joined

  • Last visited

  1. Fica sem efeito! Fui forçado a escolher outro tema, dada a falta de bibliografia para o tema deste tópico! 1 abraço e obrigado a todos aqueles que tentaram ajudar!
  2. Obrigado! Eu tenho de fazer um trabalho de tema livre, e nem sou de arquitectura. Mas tem de ser sobre arquitectura. Queria algo a ver com o que referi em cima... Mas está difícvil se não arranjar bibliografia e estou na recta final... A poucos dias da data de entrega!
  3. Ninguém me dá uma mãozinha?? Todos os alunos de Arq fazem maquetes no curso. Alguns continuam a fazer maquetes na vida profissional! Qual será o melhor livro, ou tipo de livro que fale um pouco sobre a histórias das maquetes?? Eu só preciso de ter alguma bibliografia sobre maquetes... Já procurei em vários livros e não encontro! Será que nunca ninguém escreveu sobre isso? Obg
  4. Mas tb não é correcto que estejam ao teu lado a mandar-te fumo para cima ao ar-livre só porque é o único sítio onde se pode fumar. Isto vai do civismo de cada um. Eu, sem querer passar imagem de bonzinho, até porque ninguém me conhece, sempre fui incapaz (quando era permitido) de fumar num balcão de café. Numa paragem de autocarro era a mesma coisa. Preferia avisar a pessoa de que eu estava atrás dela na fila do autocarro e fumar o cigarro afastado, até para eu próprio desfrutar do meu cigarro descansado. Mas realmente vai do respeito e do civismo de cada um. Eu tb partilhei espaços fechados com fumadores desatentos e sabia o que isso era.
  5. Tb n me lembro de ter dito que chamaste alguém de estúpido. Peço desculpa se assim pareceu. E prevaleceu. Não se pode fumar em espaços públicos cobertos. Ouviste-me queixar disso? Pelo contrário! Respeito e cumpro essa lei. Então pensem nisso. Mas por favor, incluam também arquitectos fumadores nas vossas comissões e assembleias. E eu respeito essa tua posição. Não consomes... Não te faz falta, para ti pode ser banido. É o mesmo que e as motas por exemplo... Não tenho mota, não ando de mota. Tb n me chatearia se fossem banidas. Pelo contrário, eu não disse que me estou nas tintas. Não me cabe prestar aqui as minhas contas sobre alguns pormenores que faço para tentar não machucar tanto o ambiente, até caia mal porque estou nesta discussão a ocupar o papel do poluente. Apenas disse aquilo porque, dia 1 de janeiro foi aprovada uma lei, que vos/nos protege, e em vez de estarem contentes parece que ficaram 100 vezes mais insatisfeitos!! A mim proibiram-me quase de fumar em todos os sítios, e como se não bastasse, tenho de levar com um movimento de algumas pessoas (nãoi estou a incluir-te) que está agora a aparecer e a passar aquela imagem de que só fuma quem é estúpido!! Eu quero salientar aqui uma coisa sobre a liberdade de expressão. Sem incluir ninguém aqui do fórum, parece que a sociedade em geral, usando o nome da liberdade, pensa que pode dizer tudo o que quer! Provavelmente até pode mas... teremos nós moral para o fazer? Por exemplo, uma pessoa que se suicide. A primeira frase que nos vem à cabeça seria: "xii, matou-se... tão estúpido" Mas sabemos lá nós o que é que ía na cabeça do homem e se aquele foi exactamente o fim que ele quis dar à vida dele? São estas pequenas coisas e o uso de alguns adjectivos que saem da boca das pessoas com tanta facilidade que, mesmo havendo liberdade, deveriam ser reflectidas 1º. Só isso.
  6. Dito dessa maneira até parece que eu sou um anarquista ou revolucionário! Imagina que o teu hobbie era saltares de paraquedas de edifícios altos. Estavas em cima do cristo rei, e... cá em baixo estavam 500 pessoas com placards a pedirem-te para tu não te atirares! Aquele instante em que tu dás o salto, está a mostrar que te estás nas tintas para o que aquelas 500 pessoas pensam APENAS relativamente ao salto! Ou que que tens uma lareira em casa e todos os dias ardes dezenas de kilos de madeira e tinhas à porta 500 pessoas a pedirem-me para não queimar madeira. É o mesmo que eu e os cigarros. Eu estou-me nas tintas que alguns não-fumadores condenem o cigarro! Estou-me realmente nas tintas em relação a essa particularidade. Agora, por favor, não generalizes passando uma imagem de que eu sou alguém de que se está nas tintas para tudo e todos.
  7. Eu sei que o ideal seria ninguém fumar. Mas há quem fume e temos de viver com isso. Já não se pode fumar dentro de espaços fechados, daí que não tens esse problema. No entanto, esse teu incomodo é porquê? Porque quando passas pela porta de um edifício, ao ar livre, durante um dois segundos sentes o cheiro de tabaco? Achas que isso representa para ti um risco de vida? Então e quando vais a um centro comercial e arrumas o carro num estacionamento fechado? Respirares o dióxido de carbono e outros gases nocivos durante 10 ou 15 minutos já são para ti mais fáceis de suportar? mas olha que te danificam mais a saúde do que entrares num edifício onde esteja 10 fumadores cá fora a fumar! Se te incomoda tanto sustem a respiração durante 15 segundos. Sabias que podes suster a respiração durante alguns minutos? Eu faço-o regularmente quando ando de transportes públicos e no entanto não venho abrir tópicos a chamar estúpidos a pessoas que depois de um dia de actividade fisica apresentam alguns odores desagradáveis. Mas eu compreendo. Os que não fumam, acham que os cigarros devem ser 100% banidos pela sociedade. Já os automóveis, os sacos plásticos, o consumo excessivo de água e electricidade, como todos nós usamos, já não importa quantificar esses danos, quantificar o quanto nos fazem mal. É uma coisa esperta...
  8. Só uma coisa, há que diferenciar o sentir-me "à parte" do sentir-se "atento" Ainda hoje, como sou distraído, arrumei o carro num shopping e saí a fumar de dentro do carro! Quando vi a tabuleta do "proibido fumar" apanhei um ligeiro susto. Esse susto deve-se apenas ao facto de que, cumpridor da maioria das leis que me considero, não me apetecia pagar uma multa por uma distracção. Cabecinhas mais maldosas, se me vissem esconder o cigarro até o apagar, pensariam que eu estava com vergonha de fumar, e que me sentia inferiorizado, quando na realidade nada tem a ver com isso. Eu repito que o facto de não se poder fumar em restaurantes etc etc não me incomoda porque eu tb gosto de respirar ar puro. Mas se a lei permite fumar em locais ao ar-livre, não chateiem a cabeça dos fumadores.
  9. VMartim, tu tb n entendeste o que escrevi. Tu defendes que foi uma medida inteligente porque de forma inconsciente, vai tentando levar as pessoas a deixar do fumar, porque se sentem "à parte" ou porque se sentem "diferentes". Ou, julgando pelas tuas palavras, pessoas que se sentem socialmente descriminadas. Eu rebati esse teu argumento, dizendo que me estou nas tintas para o que a sociedade pensa. Ou seja, eu fumar, ou deixar de fumar não passa por aí. Estou-me realmente nas tintas. O prazer que o cigarro me dá, é maior do que qualquer desaprovação que a sociedade me faça. Provavelmente tenho mais saúde dos que me criticam. Já tendo passado a barreira dos 30, surfo regularmente e faço corridas diárias de 30 minutos... Portanto, não se metam com a minha saúde. Ou seja, o facto de eu me estar nas tintas para a opinião da sociedade nessa matéria, (não me faz parar ou continuar a fumar), não quer dizer que tolere bocas, olhares repreendedores, etc etc... Quanto aos smoke points, não concordo. Umas das regras da vossa arquitectura é colocarem-se na pele das pessoas que vão "consumir" a vossa arte. Faltou-te isso no teu argumento do smoke point. Eu como fumador, quando estou num sítio razoavelmente grande, já me custa interromper o que estou a fazer para andar umas dezenas/centenas de metros para ir fumar. Se houvesse smoke poitns eu teria de acabar por andar muito mais. E pior. Como tb nunca gostei de respirar o fumo dos outros (e sempre tive cuidado com o fumo dos meus cigarros) o smokePoint seria um local de fumo muito mais concentrado. Um smoke point é marginalizar ainda mais os fumadores, e fechá-los num sítio onde eles próprios degradam mais a saúde. Em relação a isso, acho que o estado tem muito mais onde gastar o dinheiro. Já imaginaste, se me permites o trato, o que seria espalhar 400 ou 800 smoke points por lisboa? E mesmo assim haveria alguém que teria de andar 500 metros para ir a um smoke point! Quanto à comparação dos impostos e de tu pagares uma possível cura referente a doenças relacionadas ao tabaco pensa nisto: Imagina que eu fumo até morrer, e morro por outra doença que não relacionada com o tabaco. Agora imagina um gajo que todos os dias come hotdogs numa rollote que nem paga impostos ao estado. E aos 40 ou 50 anos dá entrada no hospital com doenças Cardio-Vasculares, pago com os meus e os teus impostos. Será que eu tenho direito de chamar estúpido a essa pessoa? Não, acho que não tenho, a vida é mesmo assim! Da mesma forma que há gajos do interior a pagarem estradas que nunca vão usar. Da mesma forma que há muita que se diz amiga do ambiente e consome vários sacos plásticos por dia, gasta água e electricidade com fartura, etc etc etc Eu estou a usar coisas pagas por outras pessoas. Não me posso queixar de tb haver coisas que pago para os outros usufruirem. Antes de usarmos a palavra "estúpidos" devemos olhar para dentro. e Se mesmo olhando, verificamos que estamos correctos, devemos evitar esses adjectivos porque não estamos a cima de ninguém para fazer esses julgamentos. Todos têm direito à sua opinião. Mas chamar estúpido a um fumador não é de todo o mais alto nível da palavra "liberdade de expressão".
  10. sim, tens razão. Esqueci-me do ficheiro psd... Essa é a extensão base do photoshop e é vectorial. Mas mesmo assim... O autocad é do mais optimizado para fazer uma planta... Assim de repente, como é que se faz um offset no photoshop? Um extend? Um trim? um Snap to midPoint, um snap to perpendicular... etc etc? Que dá, deve dar. Eu tb posso ir de Lisboa a Porto a pé durante alguns dias. Tenho é carros e comboios para ir Muito Mais rápido, e Muito Mais Confortável
  11. Não, o que o VMartin disse foi chamar estúpidos ao fumadores, dizer que são olhados de lado e socialmente descriminados! E pior. Disse que concorda com tudo isso! Afirmações essas bastante tristes que eu jamais julguei ler num fórum de arquitectura! Acho que isso é tudo menos openMind... não querem fumar, não fumem. Mas tb não recriminem nem c*guem sentenças para quem gosta de fumar um cigarrinho! Eu tb n me meto com quem não fuma!
  12. xiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii Como é que em pleno 2008, podes dizer essas barbaridades, se me permites a expressão? Então eu não pago impostos como tu? Não tenho direito a sentir-me bem quando fumo um cigarro na rua, "sem" incomodar ninguém? Ora Ora... Eu, e toda a gente que eu conheço dos que fumam, estamo-nos nas tintas para o que a sociedade pensa em relação ao tabaco! Desde que eu não te atire fumo para a cara, e não te obrigue a fumar do meu cigarro, nem sequer te admito que olhes para mim com ar reprovador se por acaso te cruzares comigo na rua! Não quer dizer que tenha orgulho em fumar, mas... tenho o DIREITO de fumar se assim o desejar, sem ser socialmente descriminado. Um gajo ler uma coisa destas a 3 dias do 25 de Abril até faz confusão!
  13. acredita! Cada coisa com a sua função! Photoshop é para grafismo. Autocad é para desenho rigoroso. Já para não não falar que o Autocad é vectorial e o photoshop não é! Estás mesmo convencido de que alguém faz plantas em photoshop? Isso é como me dizeres que há quem atravesse o atlântico a nado...
  14. Sim, eu não disse o contrário!! Preciso é de bibliografia para ler e ter do que falar! :D
  15. Boas, tenho de realizar um trabalho de tema livre, para uma cadeira e queria saber qual a bibliografia que me aconselham para comparar as evoluções e as diferenças entre a maquete e a animação 3D. Eu tenho a minha opinião sobre isso, mas preciso de fundamentar com bibliografia... Se forem livros comercais é o ideal pois posso procurá-los em bibliotecas! Obrigado desde já!
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.