Jump to content
Arquitectura.pt


Natalia Bencheci

Membros
  • Content Count

    32
  • Joined

  • Last visited

About Natalia Bencheci

  • Rank
    Frequentador
  • Birthday 09/27/1988

Redes Sociais

  • Website
    http://www.faces.md/user/18348
  1. ja tenho mais informaçoes(fotos de interior e outros angulos visuais, plantas, cortes,etc) mas o problema é que nao consigo po-las ca no link...alguem me explica em privado como isso se faz? obrigada. p.s.: sorry pela ignorancia:)
  2. http://tinypic.com/view.php?pic=mtnfd5&s=4http://tinypic.com/view.php?pic=zw0nkp&s=4
  3. sim, conheço o dono da casa e ele ja me mostrou uma pequena apresentaçao e tinha ate bastante material, vou falar com ele para me arranjar tal material para por aqui
  4. estive a ver uma reportagem sobre esta casa na qual o arquitecto falava do projecto e realmente a casa apesar de acupar uma área enorme, esta bem rezolvida e bem integrada na paisagem da Serra da Cabreira.
  5. lindas paisagens alentejanas... o branco que se solta marca uma subtil presença - bem conseguido. relativamente ao interior, adoro a incidencia de luz directa pelos lanternis a escorrer pela parede abaixo.
  6. boa relaçao com a envolvente, acho particularmente engraçado como uma simples árvore influencia todo um projecto, sendo evidente neste projecto mas nao só...
  7. luis barragan tem projectos de diversas escalas e diversos programas, como por exemplo, satelite towers, igreja amatitan, etc. e pelo contrário, acho que ele faz GRANDES GESTOS, e baseia-se em conceitos simples como sintetizar a arquitectura chama moderna com a arquitectura vernacular mexicana. e, talves, é essa a principal característica do que ele projecta. mas acrescentando um mini comentario ao que realmente este debate nos traz como assunto - conceito no processo projectual - acho que os estudantes tornam uma coisa tao simples e essencial para um projecto um bicho de 7 cabeças, ou seja, o conceito arquitectonico é aquele que deve ter capacidade de ser espacialmente construido e deve, por sua vez, constituir e organizar a lógica de um todo e complexo processo projectual. essa ideia é o principal fio condutor de todo o projecto e nao compliquemos com muita filosofia pelo meio quem nao a entende ou nao a quer entender, para isso chamo a conversa o nosso amigo Siza Vieira com aquilo que ele chama "IMAGINAR A EVIDENCIA", isto é, nao tenhamos medo de assumir o evidente / o óbvio, no entanto devemos dar lugar a dúvida para que o proprio projecto tenha a sua evolução. enfim, acho que este assunto ainda tem muito que se lhe diga, mas nunca inexplicavel ou incompreensivel.
  8. engraçada abordagem em relação as duas fachadas completamente opostas em termos volumétricos. a simplicidade confere coerência ao edifício, voltando ao que se dizia no século passado "o menos é mais".
  9. Não pude ver o ultimo Arquitecto a falar, mas pareceu-me que o espanhol até começou bem, mas os restantes vieram a degradar a conferencia, pobresinhos na maneira de abordar os seus projectos. Enfim, foi o que achei.
  10. obrigada Mark! ja mandei email a pedir isso e mais informaçoes, vamos ver se eles me respondem:) se entretanto alguem souber mais sobre este tema anunciem aqui, vai me ser muito util, acreditem.
  11. Mark, Onde se pode arranjar amostras deste betão? è que estou a desenvolver um trabalho na universidade sobre este tema e gostava de arranjar uma amostra para mostrar aos colegas. obrigada
  12. que interessante, nem fazia ideia que isto já existia. já agora, alguém conhece sites ou algumas referências bibliográficas que explore mais este tema?
  13. Luis Lopes, limitaste-te apenas a completar a minha opiniao, e eu quando escrevi aquilo tinha implicito todas essas necessidades arquitectónicas
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.