Jump to content
Arquitectura.pt


Afonso Tigre

Membros
  • Content Count

    7
  • Joined

  • Last visited

2 Followers

About Afonso Tigre

  • Rank
    Turista
  • Birthday 06/07/1988

Redes Sociais

  • Website
    http://www.myspace.com/afonso_tigre

Meio Pessoal

  • Country of Origin
    Portugal
  • Qual o software de desenho que utiliza?
    AutoCAD

Meio Académico

  • Ano académico
    6º ano
  • Universidade
    Universidade Lusíada do Porto
  • Erasmus College
    Bauhaus Universität Weimar

Meio Profissional

  • Profissão
    Estudante
  1. Boa tarde a todos. Sei que o tema não é recente e já existe algumas publicações aqui no fórum sobre "Arquitectura temporária", embora seja muito relacionado a obras do que propriamente a teoria. Venho aqui pedir uma ajuda/aconselhamento ou qualquer tipo de informação sobre o tema, pois estou a elaborar a minha dissertação de fim de curso de mestrado e um dos aspectos que abordo é exactamente sobre o temporário e o efémero. Quanto ao efémero, julgo que já reuni informação necessária e exemplos também. Quanto ao temporário é que encontro muitos exemplos mas pouca "teoria". Ou seja, conhecimento sobre o tema já o tenho e exemplos que ajuda a interpretar e a explicar. Gostaria era de saber se existe alguma publicação ou textos de pesquisa para ajudar a complementar sobre tal, pois sinto que este meu capítulo sobre o tema está pouco enriquecido. Qualquer ajuda é bem-vinda! Obrigado. Afonso Tigre
  2. No próximo dia 24 de Junho, pelas 19h, terá lugar na Biblioteca Ferreira de Castro, cujo espaço foi gentilmente cedido pela Câmara Municipal, o lançamento do livro de arquitectura, “atelier d’arquitectura J. A. LOPES DA COSTA”, editado pela CALEIDOSCÓPIO. Este livro reúne 20 das obras mais significativas realizadas pelo atelier d’arquitectura J. A. LOPES DA COSTA nos últimos 15 anos. Tem prefácios da autoria do jornalista e escritor Valdemar Cruz e do Arq. Ricardo Vieira de Melo. A Biblioteca Municipal Ferreira de Castro, situada na rua General Humberto Delgado, em Oliveira de Azeméis, foi inaugurada em finais de 2007 e é uma das obras presentes nesta publicação. Atelier d' Arquitectura J. A. Lopes da Costa ldª www.jalopesdacosta.com geral@jalopesdacosta.com
  3. Visto que está na altura de o pessoal saber as colocações de Erasmus, a saber em qual entrou, por acaso não há ninguém que vá também para a Bauhaus? Que estudo na Universidade Lusiada do Porto e vim a saber que sou o único colocado para a Bauhaus, ou seja, de todas as Lusiadas, estou sozinho. Era mais no intuíto de conhecer portugueses que fossem para lá também, para trocar informações, contactos, etc, para não ficar la 'abandonado'. Agradeço qualquer informação ; )
  4. Não me recordo de ter encontrado a casa publicada. E quanto ao contactar o gabinete, o problema é que o consegui arranjar, mas foi só pdf's das plantas dos pisos todos e um corte construtivo, o dito cujo que passa pela porta de entrada, logo, nada de vãos...
  5. Já. Mas ou tem caixilhos de madeira mas não são os mesmos, ou então tem pormenores do Souto Moura, mas os de alumínio, tipo os SlimSlide.. É que nem o google está a ajudar desta vez...
  6. Alguém tem, ou sabe-me dizer como são (desenhar, se der) os caixilhos de madeira de correr do Arq. Souto Moura? De preferência da casa Liege, de Matosinhos. Já mandei um e-mail em tempos, a pedir informações, porque estou a fazer um trabalho para a cadeira de Sistemas Construtivos e calhou-me na rifa fazer a casa Liege. Neste momento, só consegui as plantas e um corte construtivo que passa pela porta de entrada e só corta as fachadas cegas. Agradeço se alguém me conseguir ajudar :p
  7. uma pergunta mesmo de iniciante: existe algum projecto que me possa ajudar a compreender de que forma é que o tratamento da envolvente do terreno se associe/justifique um projecto onde este se tenta desagregar do espaço onde está inserido?
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.