Jump to content
Arquitectura.pt


Msilva

Membros
  • Content Count

    26
  • Joined

  • Last visited

2 Followers

About Msilva

  • Rank
    Frequentador
  1. Não é essa a verdade, a verdade é que precisas de mais conhecimentos avançados sobre o programa para realizares determinadas situações. Vai a uma demonstração com alguem que realmente perceba do programa, e vais ficar de boca aberta. Não defendo nem um nem outro, apenas reconheço o potencial de cada um, aliás, sou utilizador windows e autocad.
  2. para um arquitecto, o autocad é muito mais limitado que o archicad. para um desenhador, provavelmente, o archicad é um bicho de 7 cabeças.
  3. Vocês resumem tudo nesta discussão ao hardware, entenda-se, gráfica, RAM, processador, disco, etc. Este é um mal generalizado no mundo da informática. Ninguém dá valor á interacção com o computador, ninguém dá valor á experiência de trabalhar em computadores. O que tento dizer com isto? simples, rato, teclado, monitor, suporte, luz. Vocês investem fortunas em máquinas que são superiores alguns mghz, mais uns GB de ram, etc, mas depois, utilizam o rato mais desesperante e sem fiabilidade, o teclado que não lembra a ninguem, um monitor em que as cores não correspondem á realidade ou que vos deixam completamente doridos. Já não falo do local onde trabalham. Assim, de que adianta comprar um pc com mais um gb de ram ou disco, se depois a nossa experiencia de utilização é ridicula? Não tentem contrarir isto, porque a verdade é que a generaldiade dos gabinetes têm estas condições. É aqui que a apple ganha alguma vantagem, os monitores são uma delicia. tb, pouco passa disto, isto porque o rato e teclado também não é grande coisa. Deixem-se de "nerdices" com os computadores, pensem mais no que se passa fora da "caixa". Quanto aos programas e sistemas operativos, usem aqueles que vos garante melhor tempo/trabalho, e fiabilidade nas tarefas diárias, é isso que realmente importa.
  4. esta é novoa, mac é mau porque começa por um "i".... gostei de ler o teu comentario, o unico aspecto realmente ligado á arquitectura e arquitectos, (O Mac é bom... para designers (pela correcta gestão de cores) e para malta que quer um sistema seguro, rápido, não dê chatices e que não dê para grandes devaneios, perfeito nestes moldes.) mas, de que mais precisa um arquiteco? SIM O AUTOCAD! MALDITA AUTODESK! o resto, são coisas de nerd!
  5. Será que ninguem consegue perceber que a guerra mac vs pc é eterna? ninguem percebe também que todos temos direitos a uma opinião, sem termos necessáriamente "de gozar" com quem pensa de forma oposta. existem milhares de migrações pc para mac todos os anos, quase nenhuma de mac para pc, isto tb dá que pensar. Mac não é igual a pc, pc é um conjunto de duas dominantes, hardware de terceiros, e o windows e afins. MAC é apenas feito pela apple. pc leva grande vantagem em software disponivel e hardware... a apple faz o que pensa ser melhor para os mac´s. não dá pa comparar mac e pc apenas pelas caracteristicas técnicas, isso é um erro, porque a diferença não corresponde á realidade. aplicar um filtro no photoshop é muito mais rapido no mac, que nesse portatil, não duvides. o office mac é melhor, o iwork, etc... mais cenas... mas, não estou a defender nem um nem outro, isto porque até eu só uso windows. quanto ao preço, para uma empresa, um mac sai sempre mais barato, e não me venham com a treta do software livre, porque esse nunca chega aos calcanhares do que normalmente usamos, o office é melhor que o openoffice, o autocad é melhor que o zwcad ou outra solução barata. o antivirus custa sempre 50 a 100 euros... e por aqui continuamos... olhem para os voços portateis e vejam a quantidade de cenas que instalam e não pagaram por isso. no mac, por 150 euros compram o ilife (ja vem de origem as vezes) e o iwork, e só precisam de instalar os softwares profissionais que precisam, tipo photoshop ou archicad. a falta de produtos autodesk é para mim o grande problema. o meu comentario não para a guerra, aliás, acrescenta mais uma batalha, mas, acho que me fiz entender. gosto de windows, mas reconheço muito mais potencial no mac, apesar de algumas limitações graves.
  6. a conferencia é hoje! a não perder. quanto ao post, é spam!
  7. Uma aspecto irritante, é o facto de tudo o que é técnico e engenheiro de sabes-se lá o que pode assinar arquitectura, e novos licenciados não o podem... irrita portugal...!! será que temos menos formação em arquitectura que os engenheiros? bahh...
  8. Boas a todos. Todos os comentários vão de encontro ao que já foi constatado por mim e pelos meus amigos e queridos colegas. uma licenciatura não serve para "nada". De que serve uma licenciatura em algo, se não existe abertura para o mercado de trabalho? Apenas numeros? Apenas para melhorar os critérios escolares de um pais, que melhora apenas em numeros, visto a qualidade ficar em deterimento dos mesmos. Não faltou um pouco de bom censo na abordagem de bolonha a arquitectura? Eu acho que sim, as universidades apenas se interessaram e abordar bolonha para chamarem mais alunos, o resto fiou para segundo plano. Até quando portugal continuará a agir desta forma um pouco deprimente?
  9. Boas a todos... Realmente, é um assunto pertinete, ainda por cima, eu encontrome em semelhante situação, acabadinho de completar a licenciatura, agora, segundo ciclo para ficar com o mestrado em arquitectura. afinal, o que é uam licenciatura em ciencias de arquitectura, e um mestrado em arquitectura? pareçe esquesito, um estudante do proprio curso se questionar acerca do mesmo, mas é uma questão já feita por centenas. fiquem bem...
  10. permiteme discordar da tua opinião. acima fala-se em poupar dinheiros. acima fala-se em inovação. o facto de todas as escolas serem diferentes em nada ajuda nisto... mais dinheiro gasto e mais projectos nõ é sinónimo de inovação. acho que o facto de se manter a mesma imagem nos edificios escolares é benéfico, porque passam a ser elementos reconhecidos e de marca nacional. quem não vai na estrada e diz, a minha escola primária era parecida, ou não sabe reconhecer estas escolas? acho isto mais importante que qualquer critica ao facto de serem ou deixarem de ser cubos.. são um marco importante na arquitectura nacional, gostese ou não.. são um estilo reconhecido mais do que o do siza vieria por exemplo (isto tb pode signifiar ignorancia) acho que no ensino as condiçoes são importantes, mas como em tudo, nas estruturas não se pode gastar mts euros.. dsc o meu comentario um pouco confuso, mas não me consegui expressar de outra forma...
  11. essas ideias só estão ao alcance de alguams pessoas, e eu, claramente não sou uma delas, mas sei reconhecer que isto não é solução... a electricidade é banal, mas até ser inventada haviam outras soluçoes bem piores, quem a inventou, ficará sem duvida para a história...!! aqui acontece o mesmo, esta é uma má solução para o mundo, uma boa solução seria talvez, um reset na mentalidade humana, uma cena tipo MATRIX, ou arca do noe em que deixavamos de poluir...!! mas claro, é sempre melhor incentivar ideias inconcebiveis e bonitinhas do que ter coragem de dizer NÃO a isto e SIM a um mundo saudavel..!! ps. pensem uma bocado sobre o mundo daqui a 20 anos...
  12. é sempre melhor fazer bunkers em vez de se incentivar á paz... é sempre melhor construir projectos destes do que combater as alteração climáticas será isto verdade? apesar de ser o mundo actual, e de se pensar um pouco assim, não acham que devia o arquitecto tentar mudar isto um pouco? é preciso começar por algum lado..!
  13. Boas a todos... Hum, qualquer comentário a este projecto tem de ser cuidado, porque estamos claramente a lidar com um tema difícil, o futuro da arquitectura. A dinâmica é claramente uma aposta forte da arquitectura que ai vem, mas temos de a interpretar de forma cuidada. Corria o século XX, e Corbusier apresentava ao mundo o sistema de pilotis utilizado genialmente na villa savoye. hoje, a planta livre é ainda actual e "moderna". será que esta torre dinãmica terá igual impacto que o pilotis teve? hum, na minha opinião não, claramente não, porque o projecto tem algumas lacunas ao nivel da concepção teorica e prática. ninguem projecta um edificio para varias cidades, isso é "arquitectonicamente# impossivel. não se trata de um edificio, mas sim de um projecto de markting a larga escala. não consigo perceber a utilidade de levarmos o nosso carro até casa, (daqui a pouco fica no quarto). será a rotação agradavel á vivencia do espaço? qual a durabilidade do edificio? custus de manutenção? e quando houverem problemas, para de rodar o edifico? e fica assim para sempre, como acontece em alguns casos? bem, amigos, poderiamso continuar a enumerar problemas a noite toda, com mais ou menos impacto. deste projecto, apenas consigo um pouco de sumo, um novo rumo para a arquitectura, mas não tendo este edifcio como exemplo.! fiquem bem....
  14. Boas a todos.... Estas são aquelas projecções futuristas que muito me irritam! Porquê? Simples! Ninguém pensa em encontrar soluções mais ou menos arrojadas para os problemas ambientais que afectam toda a nossa geração e que foram criados pela mesma geração que sofre os efeitos, mas começam a existir propostas para sobrevivermos num planeta completamente devastado, e uma vez mais, estes projectos englobam apenas alguns habitantes do planeta, porque uma solução destas não é para todos. até quando vai continuar o mundo a ignorar que estamos a lixar o mundo? quando é que os arquitectos vão deixar de fazer futurologia e vão pensar em resolver os problemas actuais? enquanto se continuar com soluções deste tipo, o mundo está mesmo no mau caminho.! ps. um dia destes vai aparecer aqui o primeiro edifício de habitação multifamilair em marte, aposto.!
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.