Jump to content
Arquitectura.pt


João VC

Membros
  • Content Count

    10
  • Joined

  • Last visited

  1. andré moraes, como estou em duvida pergunto... qq uzas como riscador?
  2. Boas noites. Estou a fazer um trabalho na faculdade em que entram duas obras, O ensaio de Paula rego e Horas de chumbo de Rui Chafes. Não venho "pelo caminho fácil" pedir ajuda, mas sim, se alguém me pode-se indicar obras/locais na internet para eu ler um pouco sobre estas duas obras. Já li bibliografias que estão no site da gulbenkian, mas gostaria de contextualizar as obras no tempo, e também saber mais sobre elas. Não consigo encontrar nenhuma fonte, já visitei as obras algumas, a de Paula Rego é mais facil conhecer mas a escultura torna-se um problema pois a informação ainda é menor... Abraços :)
  3. não tenho muita experiencia pois estou no 1º semestre do 1o ano mas acho que já ha coisas que posso dizer. Caro: Placa K-Line: 5.40 € Placa de cartão : 1.69 € Ora bem, se decidires apresentar uma maquete em que vais ter de fazer 12 cubos laminares como eu, e se te enganares muito na maquete. tens o seguinte problema Queres fazer uma maquete muito bonita, que vai servir para tirares uma duzia de fotografias, podes pensar em deixar mais de 15€ na papelaria (cola, K-line, esferovite etc) Queres fazer uma maquete, mas o facto de ela não ter a beleza do K-Line e conseugir demonstrar o espaço que crias-te, podes muito bem apenas gastar 4€ nela... Ha pessoas que compra k-line para tudo o que fazem, quer minimos projectos de geometria, como exemplo do que eu tive, fazer os 5 poliedros regulares, vi poliedros feitos em K-line que no fim ficaram mais deformados do que os meus que foram em papel e ficaram uma joia. Tens de pensar no material que uzas e para o que é que ele vai servir, nao digo que o k-line seja mau, realmente para min é um prazer acabar a maquete e olhar para ela feita em k-line, mas se conseguires fazer o mesmo em cartão por exemplo...é dinheiro que guardas para comprar folhas de esquiço Cansativo Vejo varios colegas meus a pensar da seguinte maneira: Temos de entregar o trabalhod e desenho daqui a 2 dias? E quando é que é para entregar o trabalho de projecto? So para a semana? Oh então bora lá sair hoje. Tens de criar horarios. Não é possivel fazer Arquitectura I sem trabalho diario. Não digo que as outras nao sejam importantes, mas TODOS OS DIAS tens de pegar no teu projecto. Não podes arrumar os enunciados a um canto e pensar, tenho 2 semanas para fazer isto, começo para a semana. Trabalhos para a ultima da hora ficam incompletos, sem rigor e não vais conseguir fazer tudo o que queres nem pensar no que realmente podes fazer melhor. É um grande sentimento de alivio teres o teu projecto completo com 3 dias de avanço por exemplo, pois tens tempo para os promenores, e são esses promenores que o tornam mais rico é a minha opinião, pouco viavel penso
  4. MS Paint tou a brincar... estou a aprender agora a trabalhar em autocad...nao tou a ver o que é que aquele programa não consegue fazer..:)
  5. Boas tardes! desde já, entrei este ano para arquitectura e estou a adorar, muito trabalho, mas acho que todos sabem a sensação de estar a fazer o que gostamos, torna o trabalho em algo muito empolgante! Pois bem, mas agora o trabalho é algo que eu sinceramente estou um pouco perdido. Estou na Universidade Lusiada (1º Ano) e recebi 2feira o Tema 2 (trabalho para entregar dia 29). O trabalho trata em ver um filme ( Janela indiscreta / Alfred Hitchcock ) e o enunciado diz isto (nota, o enunciado está um pouco baralhado com as notas que tirei na aula): ------------------------------------------------------------------------- Tema 2 (leitura - intrepertação - transferencia) Objectivos gerais: * transferencia: articular o conceito com a figura * Interpretação: construir um entendimento Esquema de entendimento: Ideia => Filme => Imagem Pontos a reter: * trabalho NÃO figurativo * Apresentar em uma ou mais imagem em formato digital ----------------------------------------------------------------------- tive 1a semana inteira a procura de ideias, recolhi muitas imagems apropriadas, mas agora estou a olhar para o objecto final e pergunto... será isto o que é pretendido? O meu trabalho trata em 3 planos que formam um solido com base triangular, onde uma das bases tem uma perfuração em forma de binoculos (de modo a poder olhar dentro do solido. Dentro do solido estão coladas situações banais referentes au filme . existe um corte no meio das duas faces do solido onde eu pretendo colocar uma imagem que transmita a sensação que é uma porta de saida de um micro - mundo. Onde eu quero chegar com esta ideia é tentar representar o mundo criado pela disposição daqueles edificios todos. Os habitantes criam um estranho mundo paralelo au mundo exterior (apenas visivel por um frexo) e lá criam varias historias (todas fechadas do mundo exterior). Devido a proximidade das janelas, a possibilidade de "entrar" na vida dos vizinho é muito facil... com ja devem ter percebido, estou um pouco preocupado, não sei se estou a fazer o que me estão a pedir... Obrigado dsd já pelo tempo que dispensaram a ler a minha duvida:D
  6. era esta a resposta que eu queria ouvir Desde já, muito obrigado, estou decidido!
  7. Boas noites! Penso que não é este o forum mais adequado para postar a minha duvida, mas acho que sinceramente é onde posso obter respostas mais crediveis. Venho a contar um pouco da minha situação, de modo a obter respostas!Então é o seguinte, este ano acabei o ensino secundario, com media de secundario de 14,3 e 16 na minha especifica (economia). Mas a historia começa bem antes do ensino secundario, mais exactamente no 9º ano de escolaridade. Cresci numa familia de pessoas que sempre gostaram de artes, mas nunca quiseram fazer da arte vida. A minha mãe é engenheira civil, mas sempre teve muito gosto por pintura, o meu pai, gestor, sempre manteve um grande gosto por pintura, até que decorou o quarto dele apenas com quadros pintados por ele, e o meu avô, é capaz de ser o pintor que eu mais admiro. Passei muito tempo da minha infancia com ele num atelier, a observa-lo a desenhar, todos os quadros que estão em casas da minha familia paternal são todos da autoria do meu avô, já fez muitas exposições, e hoje reformado, ocupa o seu tempo inteiramente com pintura, elabora pequenos objectos como espingardas em escala muito reduzida, barcos, pequenas obras de arte! Sempre gostei muito de desenhar, sempre tive uma imaginação muito grande e o meu proprio avô disse que eu sempre tive geito para o desenho. Aparte disso, começa a historia na vida escolar. Onde eu acho que errei, foi no 9º ano, tinha a escolha 4 agrupamentos (1º ciencias naturais, 2º artes, 3º economia, 4º humanidades), e escolhi economia (muito eu bati com a cabeça a tentar escolher entre artes e econimia). Tomei gosto au estudo e esqueci um pouco, mas agora que acabei o secundario e comecei a preencher o papel de candidatura pensei no curso de arquitectura. Obviamente que não tenho acesso a nenhuma faculdade do estado pois todas pedem DGD, disciplina que eu nunca fiz. Por motivos pessoais não consegui fazer exame da 1º fase de Matemática, e não obtive boa nota no exame de 2º (mais exactamente, um 13), logo candidatei-me a ensino publico nos cursos de gestão, e para não correr riscos (apesar de ter uma media que me possibilita entrar em 2a fase no curso de gestão sem qualquer problema) fui visitar uma privada. Fui a faculdade Lusiada em lisboa, e podia escolher 3 cursos. Apenas escolhi Gestão e Arquitectura. Como pude utilizar Português, vou ficar colocado nos dois cursos. Esta é a minha historia, agora a minha preocupação... Sempre gostei de Arquitectura, é um curso que me desperta muito interesse... Não so pelo curso em si, mas sim pelas saidas profissionais, deve ser um trablado calmo e muito interssante...Mas será que o facto de não ter estado em contacto com nenhuma disciplina de artes no ensino secundario me vai causar problemas? Por ultimo, o curso de Arquitectura na Lusiada é reconhecido pela Ordem? É um curso fiavel?Sempre tive o caprixo do que o que é privado não presta em termos de ensino, mas agora vejo-me a optar, ou entro no ensino publico em gestão e posso ficar a lamentar-me por não ter escolhido arquitectura, ou entrar na privada e poder ter acesso a um dos unicos cursos que me desperta interesse... Longo texto, alguns erros provavelmente, mas já estou um pouco cansado ! Cumprimentos e desde já agradecimentos :x
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.