Jump to content
Arquitectura.pt


Rui Fernandes

Membros
  • Content Count

    189
  • Joined

  • Last visited

2 Followers

About Rui Fernandes

  • Rank
    Expert
  • Birthday 09/02/1971

Meio Pessoal

  • Country of Origin
    Portugal

Meio Profissional

  • Instituição/empresa onde trabalha
    Ferrovial Agroman

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Caro Pedro Sempre atento e construtivo, pelo que agradeço a contribuição dada. Esta folha de calculo foi criada em 2005, e foi sofrendo algumas alterações ao longo dos tempos, e chamei-a "tesourinho" porque já nao a utilizo alguns anos. Vou actualizar a folha de acordo com as recomendações. Obrigado
  2. Vivo Já não vinha aqui algum tempo, e como agora a minha disponibilidade é mais que muita :-( ... então vim dar uma espreitadela e deixar um "tesourinho" que pode vir a ser util para alguns, e caso nao seja pode sempre despertar o interesse para outras temáticas. O calculo de zonas verdes, áreas de equipamentos e numero de estacionamentos numa urbanização, estão expressos na Porcaria 216-B/2008 (sim.... eu escrevi porcaria...rsrsr), não é das tarefas mais animadoras, assim criei esta folha de cálculo que permite o calculo automático. Em especial para o numero de estacionamentos que cruzei com as acessibilidades (DL-163/206). Apesar dos referidos parametros de áreas verdes, equipamentos e estacionamentos estarem definidos nos respectivos PDMs, estes não se alteram muito, nem que seja paradar a perceber que o Excel é uma ferramenta muita útil na elaboração de algumas tarefas. Fico aguardar os vossos comentários, para quem gostar por favor não deixe de massagar-me o ego com um comentário, senão tenho uma caimbrã no dedo médio....rsrs Comprimentos e larguras.
  3. Onde é que eu ja vi isso...rsrsr.... pois ja tive o mesmo problema... a minha solução foi sacar as cordenadas dos pontos com o data extration para uma folha de excel, depois no wordpad substituir o espaço por uma virgula e depois fazer um script com inserção do bloco, criando uma rotina para inserir o bloco em cada coordenada... confuso... pois eu ia dando em doido e so me apetecia afogar o gajo que decidiu mudar os pontos por blocos....rsrsr
  4. Caro Tuga_blocos, tendo visitado o blog nao fiquei muito esclarecido sobre o conteúdo da biblioteca, seria conveniente repensar a forma de comunicar a ideia, entenda isto como uma critica construtiva. Tambem me pareceu que a organização teve por base a tool palettes, nao querendo desprestigiar o trabalho e o empenho mas por norma nao é facil a migração da biblioteca. Os blocos dinamicos sao uma boa opção, mas associados a constrangimentos geometricos do AutoCAD, vem permitir uma flexibilidade enorme, alias ando a trabalhar nesse campo mais vocacionado para a engenharia e tem dados excelentes resultados, no entanto o AutoCAD tem sido ultrapassado por novos programas como o REVIT que revela-se um verdadeiro BIM (paramétrico). Uma coisa que lamentavelmente o AutoCAD ainda falha sao determinadas operações matematicas que limitam muitas das vezes o uso das tabelas associadas por exemplo aos constrangimentos geométricos.... isto é uma critica directa à Autodesk... já que esta a perder terreno em software de arquitectura, pelo menos aposte mais na engenharia onde o AutoCAD tem enormes potencialidades. Parabens pela iniciativa.
  5. Eu ja consegui instalar uma versçao de demonstraçao do AutoCAD 2011 num portatil com 1Gb de RAM...e bombou... só n4ao bomba mais porque é uma versao brazuca que nao pesco nada.... Minha suguestão é arrancares o autocad pela janela executar do windows com o commando acad/-r Boa sorte
  6. Aguem por acaso ja instalou a blocoteca no AutoCAD 2011 64 bits? Já agora o k pensam da utilização de blocos dinamicos... utilizam ou acham que acaba por fazer que haja mais informação no desenho sem utilidade?
  7. Lorran, tenho alguns pormenores que podem ser-te uteis, terei que procurar, no entanto, aconselho-te a visitar o portal www.construlink.com lá poderas encontrar uma variedade de pormenores. Boa Sorte
  8. Tanto quanto sei algumas camaras nao aceitam a retirada do termo, afirmando que a retirada do termo por motivo de falta de pagamento nao é valido, e que é uma questao do foro juridico e nao técnico, em que o termo deve ser retirado quando nao é cumprido o projecto. No entanto apresentaçao dos projectos exigem tambem o termo de coordenador de projecto que em muitos casos é o projectista que assume essa funçao cumulativamente com o termo de responsabilidade do projecto, assim e supostamente se as coisas funcionarem devidamente os restantes projectos deveriam incluir tambem o termo do coordenador que é responsavel pela aferiçao do projecto de arquitectura com as especialidades, se assim for o cliente para dar continuidade ao projecto terá que solicitar de novo o termo de coordenador para entrega das especialidades na camara... mas parece que as coisas nao tem funcionado assim. O que aconselho é contactar a camara e saber qual a melhor forma de resolver a questao, porque para alem da legislaçao muitas camaras adoptam procedimentos administratidos diferentes. Desejo boa sorte na luta contra o caloteiro.
  9. Gostava de saber quais as caracteristicas minimas de uma máquina para funcionar com REVIT, e nao me refiro as especificaçoes minimas anunciadas mas de quem ja trabalha e tem experiencia considera para fazer um render de qualidade sem se arrastar ou ter que esperar horas para ter uma visao "futurologista".
  10. A blocoteca foi testada em Bricscad com sucesso. Este software com um interface muito semelhante ao AutoCAD, permite instalar de forma identica para AUtoCAD com melhorias para os icos dos blocos que se apresentam com melhor qualidade e sem "quebras". A inserçao nao apresenta problemas, no entanto os blocos dimanicos nao produzem o mesmo efeito que em AutoCAD. Podem fazer o download para testar em: https://www.bricsys.com/ms_MY/bricscad/index.jsp
  11. O preenchimento da ficha para efeitos de IMI devem ser apresentadas todas as áreas independentemente se foram sujeitas a intervenção ou não, incluindo as areas dependententes; como anexos e areas comuns caso existam.
  12. Passei aqui por acaso mas nao posso deixar de opinar. O AutoCAD tem excelentes ferramentas de modelação, subescrevo o que disse o Sérgio Barbosa, elementos organicos implica alguma capacidade apesar de já possuir excelentes ferramentas na sua criação mas, penaliza a edição quando queremos alterar as formas obrigando na maioria das vezes a recalcular. Quanto aplicação de materiais o processo mais simples é evitar os solidos e atribuir uma cor a cada face, exemplo: uma parede exterior tem um acabamento diferente na face interior e exterior, ou mesmo uma parede interior que cortina entre quarto de uma instalação sanitaria. Assim atribui-se uma cor para cada tipo de material aplicar, explodir a parede original tranformando-a em superficies faz que editar a parede se torne mais dificil, assim nao é uma solução recomendável. Tendo cada face com uma cor diferente (convem ser diferente das utilizadas mas não é obrigarorio pois os materias só podem ser atribuidos a elementos 3D) quando for para aplicar o material desejado basta associalo à cor. O comando que permite editar cada face de um solido ou malha é SOLIDEDIT tem varias outras opções que tambem sao muito uteis.
  13. Nao sendo entendido na materia so posso sugerir: matar o vizinho ou mudar de casa....rsrs
  14. Caros membros, quero deixar aqui um desafio, quem tiver blocos relacionados com arquitectura e queira partilhar eu organizo-os em menu acrecentando-os á blocoteca, e reenviando-o a versao integral. Obrigado
  15. A caixa de ar confere algum conforto, no entanto cria alguns problemas em particular no deposito de materiais que originam lamas, podendo tornar-se um problema grave com a proliferañçao de vegetaçao que pode perfurar as telas. Sem caixa de ar tem prejuizos relativo ao isolamento térmico, refiro-me a prejuizos no sentido de ser mais exigente e mais honoroso na sua execuçao. Mas na minha opiniao para espaços publicos é preferivel adoptar a soluçao de lajetas sem caixa de ar, existindo no mercado uma soluçao com isolamento pela fase inferior.
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.